31 C
Vitória
quinta-feira, 27 janeiro, 2022

Maia, após Bolsonaro falar em ‘porrada’: reação desproporcional, não ajuda o País

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, espera iniciar a tramitação da reforma administrativa na próxima semana. Maia disse que já há propostas de emendas à Constituição (PECs) que podem ser usadas para iniciar a discussão do tema na Câmara.
Foto - Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Na avaliação do presidente da Câmara, o impacto da frase é “muito negativo, interna e externamente”

Por Pedro Caramuru AE)

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que “não cabe uma reação desproporcional como a do presidente Jair Bolsonaro”. No domingo (23), o presidente Jair Bolsonaro afirmou ter “vontade de encher de porrada” a boca de um repórter do jornal O Globo em resposta ao questionamento sobre as transferências do ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz à primeira-dama, Michelle Bolsonaro

“Espero que o episódio de ontem não se repita. Não é bom e não ajuda. Vai criando tensionamentos”, afirmou Maia nesta segunda-feira, em entrevista à Rádio Gaúcha.

Na avaliação do presidente da Câmara, o impacto da frase é “muito negativo, interna e externamente”. Segundo o parlamentar, “os últimos 66 dias foram muito positivos para o Brasil e para o próprio governo. Seria bom que mantivéssemos o mesmo caminho”.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade