28.3 C
Vitória
quinta-feira, 18 DE julho DE 2024

Magno Malta nega embriaguez e diz que processará canal

Senador capixaba Magno Malta se pronunciou sobre vídeo que circula nas redes sociais que sugerem embriaguez; Agência confirma adulteração de imagens

Por Robson Maia

O senador capixaba Magno Malta (PL-ES) se pronunciou, em sua conta do X (antigo Twitter) sobre o vídeo que circula nas redes sociais que sugere sinais de embriaguez no período em que está de licença médica do Senado. Em publicação realizada na noite desta segunda-feira (10), Malta afirmou que vai processar o canal do YouTube Galãs Feios, responsável pela divulgação do conteúdo inicialmente.

- Continua após a publicidade -

As imagens têm sido divulgadas desde a última semana nas redes. Segundo o senador, o canal teria “adulterado e disseminado” imagens suas supostamente embriagado, o que, segundo ele, é uma “completa mentira”.

Malta alega ainda que “a acusação é infundada e desprovida de qualquer verdade”. Segundo o parlamentar, “este ato irresponsável de desinformação ataca diretamente a integridade do trabalho que venho realizando há mais de quatro décadas”.

Magno Malta nega embriaguez e diz que processará canal
Senador usou o X para se pronunciar sobre vídeo – Imagem: Reprodução

O senador capixaba afirmou já estar tomando todas as medidas legais cabíveis contra o referido canal e seus responsáveis. “Entrarei com processos judiciais para que os envolvidos sejam responsabilizados e punidos conforme a lei”, disse.

“Não admitirei que calúnias sejam propagadas impunemente. Repudio veementemente qualquer forma de desinformação e manipulação da verdade. Continuarei a lutar pela justiça, pela verdade e pela transparência”, escreveu Malta.

Canal que divulgou suposta embriaguez do senador já comentou diversos casos similares de parlamentar capixaba. Confira abaixo:

O fact check da agência Reuters afirma que Magno Malta teve, de fato, um vídeo adulterado para fazer parecer que ele estava embriagado. Nas imagens, o senador aparece de muletas e aparenta ter dificuldades para se comunicar. Nas imagens, o político acusa o Supremo Tribunal Federal (STF) de ter feito um “contorcionismo jurídico” para que Luiz Inácio Lula da Silva voltasse à Presidência após a prisão.

A agência internacional comparou o vídeo com o original, publicado no Instagram do senador, e constatou que o político fala sem dificuldades. A Reuters afirma que “a versão usada nos posts checados reduz a velocidade de reprodução da filmagem e faz cortes para insinuar uma suposta embriaguez. Os movimentos das mãos e da cabeça de Malta no conteúdo adulterado, por exemplo, são mais lentos do que no original”.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA