21 C
Vitória
sábado, 20 DE julho DE 2024

Lula volta a criticar grevistas da educação federal

Em resposta às demandas por um maior reajuste salarial, Lula disse que o governo pode oferecer no futuro, mas não este ano

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a criticar a greve dos servidores as instituições federais de ensino e disse que o governo já atendeu a categoria no ano passado. As declarações ocorreram em entrevista à Rádio Verdinha, do Ceará, neta quinta-feira, 20. Na ocasião, Lula voltou a dizer que a mobilização “prejudica os alunos”.

“Nós demos 9% antecipado no ano passado. Eu, às vezes, fico triste, porque ninguém agradeceu os 9%, e estão fazendo uma greve dizendo que é por 4,5%, e que nós não demos nada esse ano”, disse.

- Continua após a publicidade -

Na sequência, Lula disse que o governo pode oferecer um reajuste maior no futuro, mas não agora. “Ora, mas se a gente não deu porque não pode dar, isso não significa que a gente não possa, nos anos seguintes, dar mais do que os 4,5%”, afirmou.

O presidente reforçou que está “apenas há um ano e seis meses no governo” e que quer ouvir as reclamações dos reitores das universidades e dos institutos, mas que também faz cobranças a eles na mesma medida.

“Eu disse para os reitores: é importante que lembrem que vocês não estão prejudicando o governo, vocês não estão prejudicando o Lula. Vocês estão prejudicando, na verdade, os alunos, que estão perdendo boas horas de aula”, declarou.

Lula também reafirmou que “qualquer movimento de trabalhador tem direito de fazer greve”, porém, disse que “não se pode esquecer o que o governo já fez”. O presidente aproveitou para relembrar anúncios recentes de obras nas instituições de ensino. Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA