28.2 C
Vitória
segunda-feira, 13 julho, 2020

Luciana Sandri: O Estaleiro Jurong Aracruz já mostra que é uma grande referência

Leia Também

ES confirma mais de 63 mil infectados pela Covid-19

Chegou a 63.881 o número de casos confirmados do novo coronavírus no Espírito Santo, de acordo com o “Painel Covid”, da Sesa.

INSS começa teste de prova de vida digital com 550 mil beneficiários

Num primeiro momento, o mecanismo será feito por meio de reconhecimento facial, com o uso da câmera do celular, para quem já tem carteira de motorista ou título de eleitor digital.

Saque emergencial FGTS liberado para os nascidos em março. Como sacar?

O valor do saque é de até R$ 1.045, considerando a soma de todas as contas do FGTS do trabalhador. Nesta etapa, poderão ser pagos até R$ 3,3 bilhões. 

Diretora Institucional do Estaleiro Jurong Aracruz (EJA), Luciana Sandri destaca a importância do empreendimento para o Espírito Santo, que deverá se tornar referência em todo o Brasil por conta do pólo naval. Com 40% de suas obras concluídas, o EJA recebe em maio o casco do primeiro navio sonda para exploração do pré-sal brasileiro com uma previsão para ser entregue em junho de 2015.  

Como andam as obras de construção do Estaleiro Jurong Aracruz? O que já se encontra concluído?
Já temos aproximadamente uns 40% de conclusão física da obra. O quebra-mar já chegou ao ponto máximo dele e sua estrutura já está praticamente no final. Temos o cais sul e o píer do sul que também são estruturas importantes e já se encontram bem adiantadas; equipamentos nossos que estão chegando como o guindaste flutuante (que vai ser um dos maiores da América) e os prédios administrativos.

Quando devem ser iniciadas as obras da primeira embarcação para o pré-sal do Brasil? Elas serão feitas em paralelo com a construção do EJA?
Sim, serão feitas em paralelo. O casco do primeiro navio sonda que vem de Cingapura já está em fase final, para ser rebocado até o Brasil e em seguida, dar continuidade aos trabalhos como a montagem de módulos, por exemplo. A construção da sonda já foi iniciada e está bem adiantada. A previsão é que ele seja entregue em junho de 2015.

O dique seco, que estava previsto anteriormente, foi substituído pelo o dique flutuante. Qual o motivo dessa mudança e no que ele beneficiará o EJA?
O dique flutuante será maior do que o dique seco e isso permite ampliar a questão de reparos de navio. Além disso, aumenta a nossa área em terra para a montagem de módulos. Com essa alteração de layout aumentamos também a estrutura do cais.

Qual a importância do estaleiro para a geração de emprego e renda em Aracruz? Quantos profissionais serão beneficiados com este empreendimento?
A previsão é de 5400 operários no pico da obra. Atualmente nós temos 223 colaboradores diretos do EJA e 900 colaboradores de empresas terceirizadas. Além disso, estamos oferecendo cursos de treinamento: em 2012, treinamos 731 pessoas para a área indireta e em 2013, oferecemos 995 vagas de treinamento voltadas para a área de operação: caldeireiro, mecânico, montador de estrutura metálica, pintor e soldador. Em 2014, temos a previsão de oferecer 1115 vagas. Vale a pena frisar ainda que atualmente 92% dos nossos fornecedores são do Estado e cerca de 46% são de Aracruz e Fundão. Também temos um programa interessante de transferência de tecnologia que é um acordo entre o EJA, o Ifes e o Instituto Politécnico de Cingapura. No ano passado, enviamos 23 estudantes da área de Mecânica do Ifes, juntamente com três professores para fazer uma pós-graduação em tecnologia naval e oceânica e em seguida, fazerem um estágio nos estaleiros do Grupo Jurong.

Com o EJA, o Espírito Santo se tornará referência em todo o país?
Sem dúvida. O estaleiro já mostra que é uma grande referência, pois tem contratos com a Sete Brasil e com a Petrobras. Só o fato dele ter essa carteira de contratos já demonstra uma confiança na empresa e já o coloca como um novo pólo naval no Espírito Santo. 

 

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Chefe ou líder? O que você é?

Entende-se que uma das características mais importantes de um líder é desenvolver uma equipe que seja capaz de funcionar sem ele

Tecnologia faz produção de café conilon “pocar” no Norte do ES

Quem apostou em sistemas de irrigação modernos, aliados ao manejo correto integrado, já começa a colher os primeiros frutos de uma tecnologia que veio para ficar.

Feirão Limpa Nome: seis passos antes de renegociar!

Mas antes de ir para a etapa de negociações é importante que o consumidor conheça seus números e faça uma faxina financeira.

CNI: confiança dos empresários da indústria melhora pelo 3ª mês seguido em julho

As expectativas com relação aos próximos seis meses já são otimistas", destacou a CNI, no documento. Confira! Por Eduardo Rodrigues (AE) Após bater no fundo do...

Vida Capixaba

Desafios do mercado audiovisual será tema de live

No bate-papo virtual também vão estar em pauta os desafios do mercado audiovisual e a experiência de Abel Santana no mundo das artes.

Mães à beira de um ataque de nervos

Não há descanso para as mamães, em casa, durante a pandemia Por Letícia Vieira Patrícia achou estranho o silêncio repentino, fazia meses que aquilo não acontecia:...

Escolas de Vila Velha são notificadas por não dar descontos nas mensalidades

As instituições privadas de ensino que não estão aplicando o desconto previsto na Lei Estadual nº 11.144/2020, válida a partir do dia 19 de junho.

Famílias têm papel fundamental na relação da criança com mundo digital

Rotinas offline ajudam a criança a desenvolver autorregulação. Saiba mais! Durante a pandemia de covid-19, os dispositivos eletrônicos com acesso à internet se tornaram...
Continua após publicidade