Livro compara a vida de São Francisco de Assis com a filosofia do Yoga

O livro “Francisco, o Grande Yogi de Assis – A Vida do Santo e os Pontos em Comum Com A Filosofia Do Yoga” (Matrix Editora), escrito por Alexandre Campelo, resgata a origem esotérica do cristianismo, revelando as intersecções existentes entre a vida e os ensinamentos de São Francisco de Assis e a sabedoria dos grandes yogis devocionais da Índia.

Na obra, Campelo traça um paralelo da vida do santo com a dos grandes mestres yogis. Segundo o autor, São Francisco tinha uma visão positiva da natureza e do homem. Considerava irmãos o sol, as estrelas e todas as criaturas. Filho de uma família rica converteu-se à causa de Cristo, passou a viver conforme o Evangelho, na mais completa pobreza e fundou a ordem dos Franciscanos.

Entre as semelhanças apontadas pelo autor entre o santo e os yogis está a busca por lugares silenciosos. Esses lugares atraíam Francisco para comungar em êxtase com o Senhor, pois para ele, o silêncio constituía fator primordial na busca de Deus. Essa é a mesma visão dos grandes yogis de terras orientais. Outro ponto em comum destacado no livro é a juventude de Francisco e de Buddha, no que diz respeito aos prazeres que cercaram ambos.

Sobre o autor

Alexandre Campelo é escritor, educador, palestrante, ex-integrante do projeto Trama (grupo de estudo transdisciplinar da Universidade Católica de Brasília). Estudioso das tradições religiosas orientais e ocidentais vem pesquisando desde 2002, a origem mística do cristianismo. Em 2008 publicou seu primeiro livro intitulado “Jesus, o Cristo Yogue”. Em 2009, lançou “O Encantador de Pessoas – uma viagem mística aos contos, histórias e ensinamentos da Índia”.

 

Conteúdo Publicitário

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome