25.7 C
Vitória
quinta-feira, 4 junho, 2020

A navegação obrigatória da liderança para o nível 4.0

Leia Também

Sindiex tem novo presidente

Sidemar Acosta, que era o primeiro vice-presidente, passou a assumir a presidência, tendo como vices os executivos Agnaldo de Assis e Erimar Trindade.

Em novo recorde, País anota 1.349 mortes por covid-19 em 24h; total vai a 32.548

Em novo recorde pelo segundo dia consecutivo, o Brasil registrou 1.349 novas mortes causadas pela covid-19 nas últimas 24 horas, o que aumentou o total de óbitos pela doença para 32.548, segundo balanço divulgado na noite desta quarta-feira, 3, pelo Ministério da Saúde

Mais de 16 mil casos confirmados do novo coronavírus no ES

Chegou a 16.121 o número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Espírito Santo, segundo o “Painel Covid”.

Campanha incentiva consumo de vestuário no Espírito Santo

A indústria têxtil sempre foi representativa na economia capixaba. Por isso, a campanha “Moda Capixaba: Eu apoio. Eu compro. Eu uso." incentiva as marcas locais e o consumidor a valorizá-la.

O presente futuro colocou o líder numa encruzilhada obrigatória 

Inspirei-me em recente palestra na Semana Acadêmica de uma faculdade no Sul do Brasil, na qualidade de diretor da Abrase – Associação Brasileira de Manufatura Avançada e Serviços – que abordou a estratégia lean manufacturing e a indústria 4.0, ouvindo e pensando sobre essa navegação entre a era 3.0 para a nova para os líderes que estão gerindo as organizações no Brasil e no mundo.

Como colocar essa ideia de disrupção na cabeça, no papel e no cotidiano da gestão?

É que a era 4.0 vem chegando rápida demais, quebrando fronteiras e muros nas empresas novas e velhas.

Empresas exponenciais e disruptivas que chegaram e continuam entrando no mercado confrontam nosso modo de gerir as pessoas e os negócios; exigindo um novo perfil de liderança para essa era digital.

Aquele estilo de gestão voltado para metas, comando e controle está dando lugar a um novo jeito motivo a propósito, colaboração, auto responsabilidade, agilidade, proximidade, coragem para o risco, inovação, liberdade e engajamento pela causa.

Um contexto diferente que vai obrigar aos lideres a uma reengenharia do mindset, redesenhado para gerar consciência, inconformismo inovador e propósito bem claro dentro da organização, desafiando o antigo status quo para um modelo que motive ideias revolucionárias, engajamento por impacto inovador.

Não é algo fácil, mas é preciso começar a mudar e preparar o negocio para a chegada e convivência dos dois mundos no mesmo ambiente organizacional: 3.0 + 4.0.

Vai mexer, com certeza, na cultura, na estratégia e no planejamento e incorporar palavras como paixão, colaboração e legado; substituindo os comportamentos de poder, comando, controle e decisão unilateral.

“O líder 4.0 tem foco em empoderar as pessoas a manter o foco no propósito da organização”

Essa liderança – que é a força motriz da gestão – precisará ampliar as habilidades em navegar na instabilidade do Brasil e do mundo e entender essa dinâmica diariamente; ter capacidade de oferecer autonomia as suas equipes de trabalho e permitir que seus liderados possam experimentar, inovar e co-criar; permitir o caos na ambiência do trabalho e influenciar a mudança de direção, quando preciso for; ser tolerante com os erros naturais que a inovação gera; estar disponível para os seus liderados nos processos de disrupção.

Lideres capazes de lidar com esse mundo volátil, incerto, complexo e ambíguo (VICA) – originalmente denominado de VUCA (do inglês, volatility, uncertainty, complexity and ambiguity), o conceito foi criado nos anos 1990 para descrever a dinâmica que passou a reger os acontecimentos no mundo, cheio de transformações e desafios em relação aos paradigmas até então definidos – inundado de informações de todos os quadrantes; essa velocidade acelerada da revolução digital e da inteligência artificial; esse relacionamento complexo entre os mundos geracionais baby boomers, X, Y (ou millennials) e Z; o desafio da sustentabilidade econômica dos negócios.

E você está preparado?

Se não está, comece a pensar seriamente sobre esta revolução global.


Adilson Neves é Palestrante, consultor e professor


Leia mais
A avaliação 360 graus melhora o desempenho de gestores
Liderança servidora

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_177
Continua após publicidade

Fique por dentro

Projeção de alta do crédito bancário em 2020 passa de 4,8% para 7,6%, diz BC

Já a projeção de crescimento do crédito livre em 2020 passou de 8,2% para 10,6%. No caso dos recursos direcionados, a projeção foi de zero para alta de 3,5%.

Adidas informa que dois terços de suas lojas em todo o mundo já reabriram

As taxas de abertura das lojas da Adidas na América do Norte e América Latina ainda estão significativamente abaixo de 50%.

Pedidos de falência no Brasil sobem 30% em maio ante abril, afirma Boa Vista

As taxas que medem os pedidos de recuperação judicial e as recuperações judiciais deferidas aumentaram bem mais na comparação mensal: 68,6% e 61,5%, respectivamente.

Campanha incentiva consumo de vestuário no Espírito Santo

A indústria têxtil sempre foi representativa na economia capixaba. Por isso, a campanha “Moda Capixaba: Eu apoio. Eu compro. Eu uso." incentiva as marcas locais e o consumidor a valorizá-la.

Vida Capixaba

Vitória organiza Circuito Cultural com exposição on-line

Os alunos do Núcleo de Fotografia do Circuito Cultural, equipamento da Secretaria Municipal de Cultura de Vitória (Semc) fizeram trabalhos que estão sendo disponibilizados por meio de uma exposição on-line. 

Vila Velha instala câmeras de alta definição em ruas

Os equipamentos serão instalados em pontos estratégicos da cidade. A primeira instalação teste com uma das novas câmeras ocorreu na última sexta-feira (29), no Farol de Santa Luzia. 

Viana contará com Guarda Municipal armada

Ao todo, 29 agentes estão sendo treinados para realizar o combate à criminalidade, na segurança do patrimônio público, e a organização do trânsito, conforme explicou o prefeito Gilson Daniel.

Novas regras adotadas para o comércio a partir desta segunda-feira (1º)

As novas regras para galerias, centros comerciais, academia, shoppings e restaurantes de Vila Velha foram publicadas no Diário Oficial do município desse domingo (31).
Continua após publicidade