Justiça do Trabalho do ES divulga valor arrecadado para União em 2018

Além do que foi para os cofres públicos, um total de R$ 375.283.537,91 foi pago a trabalhadores que tiveram seus direitos reconhecidos em processos na Justiça do Trabalho (Fotografia - TRT 17ª edição)

Já em nível nacional, a arrecadação da Justiça do Trabalho para os cofres da União chegou a R$ 9 bilhões no último ano

De acordo com levantamento da Secretaria da Corregedoria Regional do Tribunal Regional do Trabalho – 17ª região (TRT-ES), a Justiça do Trabalho no Espírito Santo foi responsável por arrecadar para a União, em 2018, o valor de R$ 69.534.763,77. Esse montante inclui a soma das contribuições previdenciárias e do imposto de renda, além das custas processuais e multas aplicadas pela fiscalização do Ministério do Trabalho.

A maior parte dos valores recolhidos ao erário se refere às contribuições previdenciárias, que somaram R$ 55.201.063,64. Em seguida, imposto de renda, R$ 6.259.316,70, e multas, R$ 131.783,81.

Além disso, o total de R$ 375.283.537,91 foi pago a trabalhadores que tiveram seus direitos reconhecidos em processos na Justiça do Trabalho.

O pagamento desses valores geralmente é feito pelos condenados nas ações trabalhistas depois de esgotadas todas as possibilidades de recursos, ou mesmo antes, em audiências de conciliação ou em qualquer fase do processo.

Já em nível nacional, a arrecadação da Justiça do Trabalho para os cofres da União chegou a R$ 9 bilhões no último ano, segundo a Corregedoria-Geral do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Os dados mostram que a atuação dos magistrados do Trabalho foi diretamente responsável pela colocação de mais de R$ 30 bilhões na economia brasileira, referentes aos valores pagos aos reclamantes dos processos trabalhistas.

*Da redação com informações do Tribunal Regional do Trabalho – 17ª região

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!