22.6 C
Vitória
quarta-feira, 15 julho, 2020

Juizado faz mutirão de ações contra a Samarco em Linhares

Leia Também

Mais de 65 mil pessoas infectadas pelo novo coronavírus no ES

Chegou a 65.213 o número de casos confirmados do novo coronavírus no Espírito Santo, de acordo com o “Painel Covid”, administrado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Vila Velha tem maior verba em educação entre grandes redes de ensino do ES

Das cinco maiores Redes Municipais de Ensino do Espírito Santo, considerando ter mais de 25 mil alunos matriculados, a cidade foi a que apresentou o maior índice de aumento no aporte destinado à área: 13,1% na comparação entre os exercícios de 2018 e 2019. 

MME mantém recomendação para extinguir horário de verão

Medida foi pouco efetiva nos últimos anos, diz nota técnica. Saiba mais! O Ministério de Minas e Energia (MME) manteve a recomendação de não se...

Ação será realizada em três sexta-feiras seguidas, nos dias 07, 14 e 21 de outubro. 

O 2° Juizado Especial Cível de Linhares, no norte do Espírito Santo, vai fazer um mutirão para a conciliação de processos com pedidos de indenização contra a mineradora Samarco, após danos causados pelo rompimento da barragem de Mariana, ocorrido em novembro do ano passado. Os atendimentos serão feitos no fórum do município, das 8 ás 17h30, com intervalos para o almoço. 

Ação será realizada em três sexta-feiras seguidas, nos dias 07, 14 e 21 de outubro. E primeiro dia do mutirão se dará na data em que o maior acidente ambiental do país completa 11 meses e dois dias.  

Ao todo foram abertos 82 processos, a maioria deles de autoria dos moradores da vila de Regência, localidade que vivia do turismo e foi uma das regiões mais afetadas pela enxurrada de rejeitos que atingiu o Litoral capixaba. Por se tratar de ações que envolvem um mesmo assunto, o objetivo da equipe que atuará durante as conciliações, coordenada pelo juiz titular da Vara, Wesley Sandro Campana dos Santos, é dar agilidade aos processos e atender as demandas da sociedade. 

Desastre – No dia 5 de novembro de 2015, no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana (MG), se rompeu uma barragem da Samarco, cujas acionistas são a Vale e a BHP Billiton. Uma gigantesca onda de lama de rejeitos de minério vazou, destruiu vilas da redondeza, matou 19 pessoas e atingiu o Rio Doce, afetando 30 municípios. 

Um acordo chegou a ser firmado em março deste ano e homologado dois meses depois, entre Samarco, União e estados de Minas Gerais e do Espírito Santo, cujo termo previa um fundo de R$ 20 bilhões para recuperação da bacia do Rio Doce. Mas, em julho, a Quinta Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) anulou a homologação do acordo.

À época da anulação, o procurador da República José Adércio Leite Sampaio, que coordena a força-tarefa criada pelo Ministério Público Federal (MPF) para apurar o caso, explicou mesmo com a nulidade da homologação, Samarco e governos podem continuar seguindo o acordo, mas destacou que a situação da mineradora e suas controladoras perante à Justiça deveria se complicar. “A empresas voltam à situação de incerteza. Podem cumprir o acordo com a União, mas certo é que a situação ficou muito mais difícil”, apontou. Sampaio explicou ainda que, a partir daquela decisão, não mais seria válido para a Justiça o argumento que ações judiciais perderam o objeto depois da homologação do termo. 

Imagens: Ricardo Moraes (Reuters) / João Linhares (Sea Shepherd Brasil) / Léo Rodrigues (Agência Brasil) 

 

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Chefe ou líder? O que você é?

Entende-se que uma das características mais importantes de um líder é desenvolver uma equipe que seja capaz de funcionar sem ele

Tecnologia faz produção de café conilon “pocar” no Norte do ES

Quem apostou em sistemas de irrigação modernos, aliados ao manejo correto integrado, já começa a colher os primeiros frutos de uma tecnologia que veio para ficar.

Feirão Limpa Nome: seis passos antes de renegociar!

Mas antes de ir para a etapa de negociações é importante que o consumidor conheça seus números e faça uma faxina financeira.

CNI: confiança dos empresários da indústria melhora pelo 3ª mês seguido em julho

As expectativas com relação aos próximos seis meses já são otimistas", destacou a CNI, no documento. Confira! Por Eduardo Rodrigues (AE) Após bater no fundo do...

Vida Capixaba

Exposição de peças sacras em Vitória

Ao todo, serão fotos de 360 peças sacras contidas no catálogo “Acervo de arte sacra: Museu Solar Monjardim”, localizado em Jucutuquara, em Vitória.

Mais investimentos para recuperação de estradas rurais neste mês

A Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Interior, intensificará, nos próximos dias, os serviços de recuperação e manutenção das vias vicinais do interior.

Bares, restaurantes funcionam com horário diferenciado

Renato Casagrande fez o comunicado e explicou que os horários foram alterados, conforme a matriz de risco definida pelo governo estadual.

INSS começa teste de prova de vida digital com 550 mil beneficiários

Num primeiro momento, o mecanismo será feito por meio de reconhecimento facial, com o uso da câmera do celular, para quem já tem carteira de motorista ou título de eleitor digital.
Continua após publicidade