26.6 C
Vitória
terça-feira, 30 novembro, 2021

Itens de primeira necessidade sofrem novo aumento

O Procon Vitória divulgou a pesquisa comparativa de preços dos produtos de primeira necessidade praticados em nove supermercados em diferentes regiões da capital

Por Leulittanna Eller Inoch

O que chamou atenção, desta vez, foi a variação superior a 114% registrada no macarrão (massa com ovos – espaguete – 500 G). O produto era vendido por R$2,79 em um supermercado e, no outro, por R$ 5,99.

A diferença de preço da esponja de aço (8 unid. – 60g) foi a segunda maior registrada, chegando a 59,04%: de R$ 1,88 a R$ 2,99.
Já o papel higiênico (60m – folha simples – 12 rolos) foi o terceiro item da lista com a maior variação: 53,81%, custando R$12,99 em um local e R$ 19,98 em outro.

Auxílio

A equipe econômica do Procon Vitória constatou que as famílias que receberam o auxílio emergencial do Governo Federal, no valor de R$ 300,00 (trabalhador beneficiário titular), comprometeram 49,42% do benefício para adquirir os produtos da lista de itens de primeira necessidade.

Já na casa da mulher provedora de família monoparental, cujo benefício foi de R$ 600,00, o gasto chegou a 24,71% do valor recebido.

Já o trabalhador remunerado pelo piso nacional vigente, de R$ 1.045,00, vai comprometer 14,19% de sua remuneração para adquirir a cesta de itens de primeira necessidade em janeiro de 2021 No início do mês de dezembro, esse mesmo trabalhador gastou 14,12% do piso salarial. Em março, quando foi declarada a pandemia da Covid-19, o percentual de comprometimento da remuneração mínima foi de 11,64%.

Comparação

A gerente do Procon Vitória, Herica Correa Souza, reforça a importância de comparar preços antes de efetivar as compras para reduzir o impacto financeiro negativo nas famílias, sobretudo as de baixa renda.

“Estudos apontam que as famílias de menor renda, proporcionalmente, consomem mais alimentos e comprometem a maior parte de seus ganhos para compra de produtos de primeira necessidade. Com a alta dos preços e, nos tempos atuais, em que muitas famílias tiveram redução, muitas delas adquirem uma quantidade ainda menor de produtos. A pesquisa pode suavizar esse impacto”.

O secretário de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho, Bruno Toledo, reforçou a importância da realização da pesquisa comparativa de preços afirmando que o levantamento permite uma rápida comparação e identificação dos estabelecimentos que apresentam maior quantidade de itens com o menor preço.

“Essa radiografia contribui para uma redução dos gastos e, consequentemente, possibilita uma maior diversidade de produtos nas cestas das famílias. Essa, também, é mais uma forma da Secretaria de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho, por meio do Procon Vitória, garantir à população do município seu direito humano de consumo responsável, sustentável, além de combater o superendividamento das famílias”.

Pesquisa

Os preços informados referem-se aos encontrados no período em que foi realizada a pesquisa e estão sujeitos a alterações conforme a data da compra, inclusive por condições especiais ofertadas pelos estabelecimentos, como descontos, promoções, entre outras ações.

A pesquisa apresenta, ainda, a série histórica dos menores preços encontrados de fevereiro deste ano até o mês atual. Assim, o consumidor poderá constatar a evolução dos preços dos produtos. Os resultados do levantamento não podem ser utilizados para fins publicitários.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade