18.3 C
Vitória
quinta-feira, 18 DE julho DE 2024

Italo ganha etapa de Teahupoo no Circuito Mundial de surfe

Em Teahupoo, no Taiti, na Polinésia Francesa, Italo Ferreira foi o campeão, desbancando o havaiano John John Florence na final

Não poderia ser mais emblemático o palco da primeira vitória brasileira em uma etapa do Circuito Mundial de surfe na temporada. Em Teahupoo, no Taiti, na Polinésia Francesa, onde serão disputadas as baterias dos Jogos de Paris-2024, Italo Ferreira foi o campeão, desbancando o havaiano John John Florence na final. Gabriel Medina ainda terminou em terceiro.

“Estou de volta”, celebrou o surfista potiguar, que desde a etapa de Newcastle, na Austrália, em abril de 2021, ano no qual ganhou a medalha de ouro nos Jogos de Tóquio, não vencia uma etapa do Circuito Mundial. Ele foi campeão do mundo em 2019, mas não estará em Paris para defender seu título olímpico. Gabriel Medina, João Chianca, o Chumbinho, e Filipe Toledo serão os brasileiros na busca das medalhas no masculino, além de Tatiana Weston-Webb e Luana Silva no feminino.

- Continua após a publicidade -

Italo Ferreira vibrou muito, ainda no mar, ao saber da oitava vitória em uma etapa da WSL. Saiu dançando e ainda deu um mortal após a celebração no pódio. O brasileiro foi abraçado por muita gente, até mesmo pelo derrotado John John Florence e não segurou a emoção.

“Estava esperando por este momento. Ganhei em diferentes tipos de ondas, mas nunca em tubos e era uma vitória assim que eu buscava”, afirmou Italo. Ele não esteve em Teahuppo em 2023 por causa de uma lesão. “Estou muito feliz e quero agradecer a Deus, minha família e amigos.”

Italo Ferreira mostrou enorme consistência no Final Day da etapa de Teahuppo para voltar ao topo do pódio. Na final, foi logo encaixando dois belos tubos para abrir 17,70 a zero sobre o havaiano. Nem mesmo a reação do oponente, com uma questionada nova 9,33 no fim, ameaçou seu triunfo. No fim, manteve a pontuação e viu o rival apenas encostar, com 17,16. Agora, o surfista do Rio Grande do Norte aparece em quinto no ranking mundial na temporada.

Antes, na semifinal, Italo Ferreira superou com maestria o marroquino Ramzi Boukhiam, com 13,27 a 8,50. O adversário das quartas foi o compatriota Yago Dora, a quem bateu por 17,83 a 15,87, graças a uma magnífica onda de 9,83 e depois outra de 8 00. Ele havia aberto o dia com virada sobre o americano Cole Houshmand.

Por pouco a final em Teahupoo não foi totalmente verde e amarelo Um dos representantes do Brasil em Paris-2024 e dono de seis títulos na etapa do Taiti, Gabirel Medina também fez bela campanha na sexta etapa do Circuito Mundial, passando por Jake Marshall, dos Estados Unidos, de quem havia sido superado na primeira etapa, com direito a nota 10 (19,83 a 15,23), depois superando o australiano Ryan Callinan nas quartas (18.96 a 15,94).

Medina parou somente na semifinal diante de John John Florence, na qual sofreu um corte nas costas e caiu ao não conseguir encaixar uma boa segunda onda. O rival, também campeão do mundo, avançou com 18,00 a 14,00. Medina até teve a chance em uma onda que parecia perfeita, mas ele acabou não completando a manobra e acabou caindo, somando apenas 3,33.

As duas próximas etapas do Circuito Mundial de Surfe ocorrem antes de Paris-2024. Já na próxima semana, entre 6 e 15 de junho, os surfistas desafiam as ondas de Punta Roca, em El Salvador. Depois, estarão em Saquarema, no Rio, entre 22 e 30 de junho. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA