21.7 C
Vitória
quinta-feira, 9 julho, 2020

Irritado com Dana White, Jon Jones afirma que deixará cinturão do UFC vago

Leia Também

ES registra mais de 58 mil pessoas confirmadas com o novo coronavírus

Destes, 39.609 já estão curados. O número de mortes também subiu nas últimas 24 horas. São 1.911 óbitos, ante os 1.879 de ontem (07). O índice de letalidade está em 3,26%.

Provas do Enem serão realizadas em janeiro de 2021

O anúncio foi realizado por meio de coletiva de imprensa, que contou com a presença do secretário-executivo do Ministério da Educação (MEC), Paulo Vogel, e o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes.

Vendas de veículos novos apresentam retração em maio

Já no acumulado dos cinco meses de 2020, os 21.187 veículos emplacados registraram 25,98% abaixo do resultado verificado no mesmo período do ano passado, quando foram  vendidas 28.624 unidades.

Mais recursos para atendimento a pessoas em situação de rua

De acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), a verba será doada pelo governo estadual, que repassará R$ 376,2 mil para a realização de ações em três meses.

Na última sexta-feira, White afirmou em entrevista coletiva que Jones havia pedido US$ 30 milhões (R$ 160 milhões) para subir de categoria e enfrentar Francis Ngannou

(AE) – Jon Jones, lutador norte-americano de MMA considerado um dos melhores da história do esporte, afirmou que irá deixar o título dos meio-pesados do UFC vago e que Dominick Reyes e Jan Blachowicz, respectivamente os números um e três do ranking poderão disputá-lo. Jones está em um conflito aberto com Dana White, presidente do UFC, através de declarações

Na última sexta-feira, White afirmou em entrevista coletiva que Jones havia pedido US$ 30 milhões (R$ 160 milhões) para subir de categoria e enfrentar Francis Ngannou. No mesmo dia, o lutador criticou o presidente do UFC através das redes sociais, pedindo-o que não fosse mentiroso e dizendo que sua reputação já fora atingida o suficiente.

Após o evento do UFC no último sábado, White foi questionado sobre a situação. A resposta foi contundente. “Eu e Jones sempre tivemos isso. Sempre olho para o que ele poderia ter sido. Ele poderia ter sido o LeBron (James) do nosso esporte. Ele poderia ter sido grande assim. As coisas pelas quais ele passou, vir assim e achar basicamente que ele pode exigir 15, 20 ou 30 milhões de dólares… É insano. Ele pode fazer o que quiser, pode ficar sentado, pode lutar, pode fazer qualquer coisa”, afirmou o presidente. Ainda afirmou que a reputação de Jones foi manchada por ele mesmo.

Já no domingo, Jones demonstrou a revolta. “Reyes vs Jan pelo cinturão dos meio-pesados. Até o momento, não tenho vantagem alguma em lutar com qualquer um deles. Me avisem se vocês quiserem marcarem uma data em 2021. Espero que vocês estejam dispostos a pagar por ela”. Na sequência, respondeu à pergunta de um fã confirmando que abriria mão do cinturão.

“Eu faria provavelmente mais dinheiro em minha primeira luta de boxe do que em minhas três próximas lutas (no UFC) juntas”, escreveu Jones, afirmando que a dor que sentia não valia mais a pena. O lutador constantemente reclama da dificuldade do UFC em aumentar os salários dos atletas.

Jones é considerado um dos maiores lutadores da história do MMA, mas também tem uma longa lista de problemas na carreira, principalmente com o antidoping e por passagens na polícia.

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vendas do varejo sobem 13,9% em maio ante abril, revela IBGE

As vendas do comércio varejista ampliado acumularam queda de 8,6% no ano e redução de 1% em 12 meses. Confira! Por Daniela Amorim (AE) As vendas...

Sicoob ES vai liberar R$ 200 milhões para produtores de café

O volume será disponibilizado mais cedo este ano, neste mês, como uma medida do Ministério da Agricultura para apoiar o setor neste momento de pandemia.

Dia Mundial do Chocolate: destaque na produção da matéria-prima no ES

O Espírito Santo produz cerca de oito mil toneladas de cacau por ano. Isso porque o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) apoia os agricultores, fomentando a produção de cacau no território capixaba.

Ministérios defendem venda de refinarias após Congresso pedir bloqueio

Pastas da Economia e de Minas e Energia emitiram nota. Saiba mais!  A privatização de refinarias da Petrobras encontra aval em decisões recentes do Supremo...

Vida Capixaba

Shopping Vitória realiza liquidação virtual nesta semana

A RED TAG (etiqueta vermelha), uma liquidação virtual dentro da Vitrine SV, entre os dias 8 e 10 de julho.

Webinar aborda a construção em aço na era da Indústria 4.0

A webinar “Construção em aço na era da Indústria 4.0”, que será realizada nesta quinta-feira (09), a partir das 17 horas.

Como fica o tempo nesta semana no Espírito Santo? Veja!

De acordo com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), a previsão é de poucas nuvens e sem chuvas nas regiões capixabas.

Centro de Quarentena começa a funcionar em Vitória

A previsão é acolher cerca de 800 pessoas até o fim do ano. E para atender os pacientes, foi montada uma equipe com 44 profissionais, entre assistentes sociais, técnicos de enfermagem, entre outros.
Continua após publicidade