20.5 C
Vitória
domingo, 14 DE julho DE 2024

INSS libera saque de abono extra a 32 milhões de segurados

O pagamento do 13º salário será realizado de forma conjunta com o pagamento do benefício mensal e a decisão pode impactar na economia

O 13º salário dos segurados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), começou a ser pago no dia 25 de abril. Os aposentados e pensionistas que recebem até um salário-mínimo (R$ 1.212), já estão recebendo. Os segurados que ganham acima desse valor, por sua vez, terão direito à primeira parcela a partir dessa primeira semana do mês de maio. A antecipação beneficia mais de 32 milhões de pessoas e deve injetar R$ 56 bilhões na economia do país. Além disso, a segunda parcela também está com data definida para iniciar o pagamento, será no final do mês de maio juntamente com os salários da competência.

O pagamento do 13º salário será realizado de forma conjunta com o pagamento do benefício mensal. Assim como no ano passado, o valor será pago em duas parcelas em 2022, sendo que cada pagamento equivale a 50% do benefício. O imposto de renda dos segurados que ganham mais será descontado na segunda parcela

- Continua após a publicidade -

João Adolfo de Souza, proprietário da João Financeira – portal de notícias focado em informações para beneficiários do INSS -, avalia de forma positiva a medida tomada pelo governo federal que antecipou o pagamento da primeira parcela do 13º dos aposentados e pensionistas do INSS para o final de abril.

‘A decisão pode impactar na economia como um todo e na seguridade social dos beneficiários. É uma forma de ajudar os aposentados e pensionistas que, durante a pandemia, não tiveram nenhuma ajuda ou auxílio do governo federal’, observa. ‘Muitos beneficiários já estavam com contas básicas em atraso, como contas de luz e água, sem falar de medicamentos, que muitos não conseguiam comprar’.

De acordo com João, a antecipação do pagamento da primeira parcela do 13º também irá ajudar muitas famílias a superar o período de inflação e aumento no custo de alimentos e produtos. Com efeito, o Brasil é o 4° colocado no ranking de maior percepção de inflação pela população, conforme estudo realizado pela Ipsos em 30 países

Para 73% dos brasileiros, o custo de vida aumentou no segundo semestre do último ano. Na América Latina, a Argentina encabeça a classificação, com 79%, ao passo que o Japão é o país com a menor taxa de percepção de inflação, com 21%.

Na Região Metropolitana de São Paulo, o custo de vida teve acréscimo de 10% em 2021, segundo a Fecomercio-SP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo). Esta foi a maior alta desde 2015, quando o indicador foi de 11,56%.

Expectativa para próximo anos e 14º salário

O proprietário da João Financeira afirma que o calendário para os próximos anos segue uma incerteza quanto à volta para as datas convencionais. Tradicionalmente, as duas parcelas do 13º eram pagas em agosto e novembro, respectivamente.

‘A expectativa é que o pagamento do benefício volte à programação normal nos próximos anos. Para 2022, ainda há a possibilidade da liberação de um abono extra, conhecido como 14º salário, que está tramitando no Congresso Nacional’, finaliza.

Informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA