Guarapari ganha novo sistema de esgotamento sanitário

A Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan), entregou nesta quarta-feira (13), um novo sistema de esgotamento sanitário aos moradores de Guarapari, que irá beneficiar mais de 80 mil habitantes da cidade.

O evento contou com a presença de diversas autoridades como o governador Paulo Hartung; o presidente da Cesan, Pablo Andreão; o secretário de Estado dos Transportes e Obras Públicas, Paulo Ruy Carnelli; e o presidente da Assembleia Legislativa, Theodorico Ferraço.

Foram investidos R$ 63,5 milhões na implantação de 60,6 mil metros de redes coletoras, de 5,4 mil metros de emissários, de 12 estações de bombeamento e uma estação de tratamento de esgoto. Estão disponíveis 4.377 ligações prediais e após a adesão de todos os moradores ao sistema, 16,6 milhões de litros de esgoto por dia deixarão de ser lançados sem tratamento na natureza.

“Esta é uma obra muito esperada e que traz qualidade e vantagens grandiosas para a saúde. Mais de 100 mil pessoas foram beneficiadas, além das pousadas, comércio, e turismo, que é uma vocação da cidade”, destacou o presidente da Cesan.

De acordo com presidente da Associação de Moradores do Bairro Coroado, Vanderlei Ramos Pinto, a obra é uma reivindicação antiga da comunidade. “Esta é uma obra muito importante para o meio ambiente e para a saúde das pessoas. Escolas e unidades de saúde estão próximas à ETE e juntos estes equipamentos convivem tranquilamente, cada qual com seu objetivo, sem impacto para um ou outro. O importante é que não vemos mais esgoto a céu aberto, correndo nas ruas, e há a proteção aos manguezais no entorno. É muito bom ver uma obra tão aguardada servindo tão bem a população”, disse.

O governador Paulo Hartung ressaltou que os investimentos realizados na estação de tratamento de esgoto têm relação direta com a despoluição de praias e do canal que corta o município.

“A ampliação do sistema de saneamento básico é uma importante ação de saúde preventiva, principalmente em relação às doenças hídricas. É importante destacar que para avançarmos no tratamento do esgoto será necessário a população tomar uma fundamental medida, que é a ligação do esgoto produzido nas residências e estabelecimentos comerciais na rede de coleta da Cesan”, destacou Hartung.

Foto: Assessoria de Comunicação/Cesan

Conteúdo Publicitário

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome