23 C
Vitória
terça-feira, 24 novembro, 2020

Governo não planeja prorrogar GLO na Amazônia até 2022, diz Mourão

Leia Também

Sicoob promove ações de educação financeira

Para ajudar aqueles que necessitam aprender como fazer uso consciente do dinheiro o Sicoob ES promove 460 ações durante a 7ª Semana Nacional de Educação Financeira, de 23 a 29 de novembro, em todo o Espírito Santo

Publicações oficiais serão padronizadas

As publicações no Diario Oficial serão padronizadas. A decisão foi anunciada através de uma portaria do Governo do Estado, por meio das Secretarias de Controle e Transparência (Secont), Gestão e Recursos Humanos (Seger) e de Governo (SEG), que estabelece normas para a padronização de publicações no Diário Oficial do Estado

Festival de Cinema de Vitória em novo formato

Com o tema Sonhar Colorido Faz Bem, o maior evento de cinema e audiovisual do Espírito Santo chega à sua 27ª edição

Vice-presidete apresentou nesta quarta-feira, 28, ao presidente Jair Bolsonaro o planejamento de estratégias do Conselho da Amazônia

Por Emilly Behnke (AE)

O vice-presidente Hamilton Mourão negou nesta quarta-feira, 28, que o governo planeje prorrogar a Lei da Garantia e da Ordem (GLO) na Amazônia até 2022. Na segunda-feira, 26, ele havia afirmado que a GLO, que autoriza o empenho das Forças Armadas na região, seria prorrogada até abril de 2021. Mourão ressaltou que as Forças Armadas entendem que a partir de abril do ano que vem os órgãos fiscalizadores devam assumir as ações na região.

O vice disse que o seu compromisso com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, até o momento, é manter as atividades da Operação Verde Brasil 2 até abril. “As Forças Armadas julgam que a partir de abril (de 2021) os órgãos de fiscalização tem que assumir por si só essa atividade que é deles, né. Então, nós temos que aguardar até lá para ver o desenvolvimento do que vai acontecer”, disse na chegada à Vice-Presidência.

Questionado se órgãos fiscalizadores, como o Ibama e ICMBio, seriam capazes de recompor seu efetivo para assumir as ações, Mourão opinou que uma alternativa mais barata pode ser encontrada até abril de 2021. “Pode não ser possível recompor (o efetivo), mas ter uma outra linha de ação, mais barata, vamos dizer assim, que caiba no nosso bolso, para que a fiscalização continue intensa. Ou remanejando gente de outras áreas seguidamente, ou aproveitando operações pontuais das Forças Armadas”, disse.

Na semana passada, o Estadão mostrou que o Ministério do Meio Ambiente vivenciava dificuldades orçamentárias e que os órgãos de fiscalização acumulavam dívidas, que levaram inclusive a paralisação das atividades do Ibama na região. O Ministério da Economia se comprometeu a liberar R$ 60 milhões que estavam bloqueados para a pasta.

Mourão apresentará nesta quarta-feira, 28, ao presidente Jair Bolsonaro o planejamento de estratégias do Conselho da Amazônia. O colegiado é liderado por Mourão e se reunirá na semana que vem, no dia 3 de novembro, para discutir o plano depois do aval de Bolsonaro.

“A pauta (da reunião) é apresentar o planejamento que nós vamos transmitir para o Conselho na semana que vem para que ele (Bolsonaro) concorde ou discorde”, disse. O documento, segundo Mourão, traz “um contrato de objetivos com os diferentes ministérios” para o ano que vem. A ideia é que os objetivos sejam “renovados a cada ano”.

De acordo com Mourão, a questão do desmatamento da Amazônia é apenas um dos tópicos da plano. “A gente se prende muito nessa questão de desmatamento, queimada, isso é uma coisa”, disse. Ele destacou que o documento é uma proposta geral para o desenvolvimento econômico da região aliado à preservação do meio ambiente.

“Acho que o ponto focal, principal, para a região amazônica, é que a gente tenha uma política de Estado consistente, que perdure no tempo, e que permita o desenvolvimento da região, que tá muito abaixo do restante do País, preservando o meio ambiente e gerando renda e emprego para as pessoas que moram lá”, declarou.

Viagem para a Amazônia

Mourão também afirmou que a viagem com embaixadores para a Amazônia está com o roteiro “fechado”, mas que ainda não sabe se o ministro Ricardo Salles, do Meio Ambiente, participará. A visita à região com as autoridades ocorrerá entre os dias 4, 5 e 6 de novembro. O vice-presidente informou que entre 10 e 12 embaixadores da Europa e América do Sul devem participar da viagem.

“O ministro Salles por enquanto não me respondeu se vai ou não vai, ainda estou aguardando a resposta dele”, disse. Na conversa com os jornalistas, ele negou que exista um embate entre as alas ideológica e militar do governo. Na semana passada, Salles protagonizou conflito público com o ministro Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo. Na sexta-feira, 23, Mourão avaliou o ocorrido como “péssimo” e disse que o atrito deveria ter sido discutido pessoalmente.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Sicoob promove ações de educação financeira

Para ajudar aqueles que necessitam aprender como fazer uso consciente do dinheiro o Sicoob ES promove 460 ações durante a 7ª Semana Nacional de Educação Financeira, de 23 a 29 de novembro, em todo o Espírito Santo

Alívio nos preços do arroz no início de 2021, diz Ipea

o governo federal liberou a importação de 400 mil toneladas de fora do Mercosul com isenção da Tarifa Externa Comum (TEC)

Publicações oficiais serão padronizadas

As publicações no Diario Oficial serão padronizadas. A decisão foi anunciada através de uma portaria do Governo do Estado, por meio das Secretarias de Controle e Transparência (Secont), Gestão e Recursos Humanos (Seger) e de Governo (SEG), que estabelece normas para a padronização de publicações no Diário Oficial do Estado

Eficácia da Sputnik V chega a 95% após a 2ª dose, destaca fabricante

Os resultados foram obtidos com base na análise de dados de 18 794 voluntários, que receberam as duas doses da vacina

Festival de Cinema de Vitória em novo formato

Com o tema Sonhar Colorido Faz Bem, o maior evento de cinema e audiovisual do Espírito Santo chega à sua 27ª edição

Cidades Inteligentes, entenda o que é uma!

Você vive em uma cidade Inteligente, sabe o que é uma? esses e outros assuntos serão discutidos no Seminário de Implementação de cidades inteligentes: Uma visão do Fórum Brasileiro de IoT e seu ecossistema. O evento é gratuito e será realizado de forma on-line das 17h às 19 horas

ES Brasil Digital

Capa ES Brasil 182
Continua após publicidade

Fique por dentro

Bruno: espaço para extensão de auxílio é muito reduzido

"A medida que está reduzindo auxílio e aterrissando no Bolsa Família, a economia vai retomando", disse o secretário do Tesouro

MJ leiloa 434 cabeças de gado usado para lavagem de dinheiro

Segundo o ministério, o leilão é resultado da alienação antecipada decretada pela 7ª Vara Federal da Seção Judiciária de Mato Grosso

País quer elevar comércio com a Índia, diz Guedes

"Nossos olhos brilham como vemos acordos como o da Ásia, que integram toda a região", afirmou o ministro da economia

Guedes: transformar recuperação cíclica em autossustentável

Ministro admitiu que o governo vem falhando, porque ainda não conseguiu diminuir nem 1% nesta administração. "Falha nossa"

Vida Capixaba

Sabores da Terra começa dia 26 na Praça do Papa

Feira sabores da terra reúne 715 empreendedores de diversos setores do Estado no próximo dia 26

Influenciadores digitais criam e-book sobre Espírito Santo

Um E-book com informações turísticas do Estado foi elaborado por um grupo de nove colaboradores. O livro digital intitulado “Conheça o ES” reúne informações dos 78 municípios do Espírito Santo

Cuidados da Mente: novo modelo de negócio na saúde mental

Grupo investe em novo modelo de negócio para atendimento em saúde mental, apostando em diagnósticos mais precisos e diminuição no número de internações

Festival da Família: Diversão em Cena ArcelorMittal

Festival da família, ação é interativa e promove o desenvolvimento emocional de crianças
Continua após publicidade