26.9 C
Vitória
domingo, 24 outubro, 2021

Governo busca soluções tecnológicas para melhorar serviço público

Hackathon Cibercidadão vai selecionar estudantes e interessados para desenvolverem soluções tecnológicas que podem melhorar os serviços públicos

Por Samantha Dias 

O Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest), por meio do Laboratório de Inovação (Lino), abriu as inscrições para um programa que vai selecionar estudantes e conhecedores técnicos para desenvolverem soluções que podem melhorar os serviços públicos por meio do uso estratégico da tecnologia.

As soluções serão desenvolvidas a partir de ideias enviadas pelos cidadãos. Os trabalhos serão avaliados por uma comissão julgadora, considerando os critérios de originalidade, design, solubilidade (capacidade de resolver uma demanda focal), viabilidade e pitch (apresentação rápida). Todos os participantes receberão um certificado e o grupo vencedor será premiado.

As inscrições para os interessados em participar do Hackathon Cibercidadão já podem ser feitas a partir desta segunda-feira (20) pelo site www.cibercidadao.prodest.es.gov.br. O prazo termina no dia 8 de outubro.

Para o presidente do Prodest, Tasso Lugon, o evento é importante para os capixabas terem um maior envolvimento com o Programa Cibercidadão. “Esse é o primeiro de uma série de hackathons que vamos promover para a população ter uma participação mais efetiva e colaborativa com o setor público”, destacou.

É a primeira vez que o evento – que faz parte do Programa Cibercidadão – será realizada de forma totalmente on-line, entre os dias 22 a 24 de outubro. O Hackathon Cibercidadão é composto por duas categorias (estudante e independente). Na primeira, podem participar os que estão matriculados em cursos técnicos ou de graduação da área de Tecnologia da Informação (TI), com reconhecimento do Ministério da Educação.

Na categoria independente, podem se inscrever os que apresentam conhecimento no setor de TI, independentemente de vínculo com instituição de ensino. Nesse caso, enquadram-se os autodidatas, alunos com pós-graduação, profissionais de Tecnologia da Informação e pessoas interessadas em TI.

As inscrições podem ser feitas somente por grupo, que deverá ter de três a cinco componentes, sendo que apenas um membro pode estar relacionado com a categoria independente. Todos os participantes receberão um certificado e o grupo vencedor será premiado.

*Com informações do Governo do Estado

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade