23.3 C
Vitória
domingo, 14 DE julho DE 2024

Com gols de Luiz Araújo, Flamengo bate Grêmio e lidera Brasileirão

Luiz Araújo saiu do banco de reservas para definir o confronto com dois gols, colocando a equipe na primeira colocação da competição, com 17 pontos

A liderança do Brasileirão durou apenas dois dias com o Botafogo. Mesmo repleto de desfalques, o Flamengo superou o não menos remendado Grêmio, por 2 a 1, no Maracanã, nesta quinta-feira, para retomar a primeira colocação, com 17 pontos, um a mais que o rival. Luiz Araújo saiu do banco de reservas para definir o confronto com dois gols.

A partida teve dois convidados especiais nas tribunas do Maracanã. Astro da seleção brasileira, Neymar estava na torcida pelo rubro-negro um dia após vestir a camisa do clube com o nome de Gabigol às costas. E bastante assediado. Ex-jogador do Flamengo e campeão da Liga Conferência com o Olympiacos, o lateral Rodinei foi ovacionado quando apareceu no telão.

- Continua após a publicidade -

Depois de golear o rival Vasco por 6 a 1 na rodada passada, a torcida rubro-negra esperava um novo show. Mas, desfalcado de Arrascaeta, De la Cruz, Viña, Ayrton Lucas, Varela, Allan e Pulgar, a equipe começou em baixa intensidade e levou alguns sustos na primeira etapa. Para piorar, Tite ainda perdeu Cebolinha e Igor Jesus por lesão.

Remendado, o Flamengo precisou de 15 minutos para criar a primeira chance, em cabeçada de Léo Ortiz. O início sem inspiração fez Tite bater boca com torcedores que reclamavam. O técnico pediu calma alegando que o jogo “estava apenas no começo”.

Abusado, o Grêmio ameaçava o gol de Rossi. Com marcação sob pressão e com Renato Gaúcho a todo momento pedindo para o time subir as linhas, os gaúchos não se intimidavam com o Maracanã lotado.

Destaque na goleada sobre o Vasco, por 6 a 1, Éverton Cebolinha sentiu uma lesão muscular e acabou substituído com apenas 24 minutos. Deu lugar para Bruno Henrique. Pouco depois, o Flamengo teve de fazer nova troca. Igor Jesus tentou travar um chute de Galdino, sofreu uma entorse no tornozelo do pé esquerdo e saiu de campo chorando muito.

O Flamengo não conseguiu assustar Rafael Cabral e só voltou a chegar com perigo na frente aos 39 minutos, com Luiz Araújo acertando a trave. A entrada do atacante deixou o time mais rápido, mas o Grêmio se fechava bem. Diante de uma parede defensiva, a jogada individual era uma saída. E em pintura, Luiz Araújo abriu o marcador, mandando no ângulo antes do intervalo.

Com equipes mantidas, o segundo tempo começou com o Grêmio reclamando de um pênalti de Luiz Araújo em Galdino. Renato Gaúcho era o mais exaltado, mas o VAR não viu falta e a partida seguiu.

No primeiro ataque flamenguista, o árbitro deu pênalti de Kanneman em Bruno Henrique. O argentino ficou enfurecido dizendo que o atacante se atirou na área, o que acabou confirmado pelo VAR. A partida era aberta, com gaúchos buscando a igualdade e se lançando e dando espaços aos contragolpes.

Depois de desperdiçar algumas chances, o Flamengo ampliou. Pedro apareceu novamente como garçom para servir Luiz Araújo. O atacante bateu rasteiro para superar Rafael Cabral e ampliar. O placar até poderia ser mais largo caso os atacantes flamenguistas mostrassem mais capricho nos minutos finais. Pedro parou em milagre de Rafael Cabral. Nos acréscimos, Edenilson descontou, mas a festa já estava garantida. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA