23.3 C
Vitória
domingo, 14 DE julho DE 2024

G7 debate combate ao tráfico e imigração no 2º dia

O tema atinge de maneira especial a Itália, uma das principais rotas de entrada da União Europeia para refugiados

Líderes do G7 abordaram questões de migração nesta sexta-feira, que marca o segundo dia da cúpula dos países que acontece na Itália. Foram debatidas maneiras de combater o tráfico e aumentar os investimentos em países de origem dos imigrantes.

O tema atinge de maneira especial a Itália, nação anfitriã do encontro, pois está em uma das principais rotas de entrada para a União Europeia para refugiados de guerras e pobreza na África, Oriente Médio e Ásia.

- Continua após a publicidade -

Apenas em 2024, mais de 22.000 pessoas chegaram ao país por mar, de acordo com dados da UNHCR. Em 2023, o total foi de 157.000.

Giorgia Meloni, primeira-ministra italiana de partido conservador, tem uma postura rígida sobre o assunto e tem se empenhado em investimentos para reduzir a pressão migratória sobre a Europa.

No discurso de abertura, Meloni abordou sobre o tema. No entanto, ela possui um acordo polêmico com a Albânia, para que o país dos Balcãs abrigue solicitantes enquanto a Itália processa as reivindicações, e liderou o “Plano Mattei” para a África, que desencorajava a migração para a Europa.

Além da migração, as nações participantes do G7 devem discutir sobre o apoio financeiro à Ucrânia, a guerra em Gaza, inteligência artificial, mudanças climáticas, a política industrial da China e a segurança econômica. Com informações de Agência Brasil

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA