21.9 C
Vitória
quarta-feira, 19 junho, 2024

Flamengo explora erros do Timão e sai vitorioso do Maracanã

O time comandado por Tite soube se aproveitar de falhas individuais que acabaram sendo determinantes para a derrota do Corinthians

O futebol pobre do Corinthians nesse Brasileirão deve tirar o sono de seus torcedores. Trata-se de uma equipe que só marcou gols em um dos seis jogos até aqui no torneio nacional. No Maracanã, neste sábado, o desempenho só foi bom por dois ou três minutos, depois a vida do Flamengo foi suavizada. O placar de 2 a 0 a favor dos rubro-negros ameniza crise e a pressão sobre o técnico Tite, que reencontrava seu ex-clube.

Falhas individuais foram cruciais para a derrota do Corinthians. O zagueiro Cacá e o goleiro Carlos Miguel cometeram erros tolos. No entanto, não se deve desconsiderar a inoperância alvinegra. A estratégia tática do técnico António Oliveira apresentou falhas sistemáticas. A característica de cada atleta antagoniza com as escolhas de jogadas. O próprio comandante faz escolhas que retiram força ofensiva.

- Continua após a publicidade -

Com o resultado, o Flamengo alcança os 11 pontos na tabela do Brasileirão. O Corinthians, por sua vez, fica na 15ª posição, com cinco pontos, e pode terminar a rodada na zona de rebaixamento.

Carlos Miguel oscila

Antes mesmo de a bola rolar, ecoaram no Maracanã xingamentos direcionados a dirigentes do Flamengo. O Corinthians começou o jogo pressionando a saída de bola rubro-negra e levando muito perigo aos donos da casa. Taticamente, António Oliveira formatou o time alvinegro com três zagueiros e sem centroavante, com Romero e Wesley formando dupla no ataque.

A bola parada também foi usada como recurso pelos cariocas. A trave ajudou os visitantes. A proposta das duas equipes tornou a partida eletrizante, com diversas chances de gol. A qualidade técnica do Flamengo se impôs com o tempo. O time rubro-negro passou a ficar mais perto de inaugurar o marcador.

A pressão do Flamengo surtiu efeito aos 20 minutos. Carlos Miguel, que fazia boa partida até então, falhou em bela jogada tramada pelo Flamengo. Pedro finalizou sem força, e o goleiro corintiano aceitou. Mesmo em vantagem, o time rubro-negro se manteve no ataque e não deixou o Corinthians voltar a atacar.

O primeiro tempo mostrou um Flamengo muito melhor do que aquele que se exibiu nos últimos compromissos. Como o técnico Tite previa, o excesso de jogos no calendário traz ao menos um ponto favorável: é mais rápido reverter o clima desfavorável e uma crise técnica.

Pelo lado do Corinthians, o maior pecado foi a falta de tranquilidade em construir as jogadas e insistir na bola parada como única arma não tendo um centroavante nato, apesar de essa ser a maior debilidade rubro-negra.

Antônio Oliveira não consegue corrigir equívocos

Na volta do intervalo, Pedro, que sentiu lesão no joelho, foi substituído por Gabigol. No Corinthians, a comissão técnica optou por mudar taticamente a equipe. O volante Paulinho deixou o campo para a entrada do centroavante Yuri Alberto.

Apesar de o Corinthians estar melhor no segundo tempo, o Flamengo ficou à espreita de um erro para aumentar o placar. Aos 18, o garoto Lorran, de 17 anos, aproveitou falha de Cacá arrancou pelo meio e chutou para dar novas alegrias ao torcedor rubro-negro.

A situação fez António Oliveira abrir mão da linha de três zagueiros para os minutos finais, reforçando o meio-campo. O jogo, porém, já estava decidido e não houve grandes ameaças à meta do Flamengo até o último apito.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA