Festival de Cinema de Vitória anuncia filmes selecionados

Foto: Sérgio Cardoso

Mais de 100 filmes foram selecionados para compor 12 mostras competitivas e sessões especiais. O festival será realizado entre os dias 24 e 29 de setembro, no Centro Cultural Sesc Glória

O maior evento de cinema e audiovisual do Espírito Santo, o Festival de Cinema de Vitória, que será realizado entre os dias 24 e 29 de setembro, no Centro Cultural Sesc Glória, divulgou a lista dos audiovisuais selecionados para fazer parte de sua 26ª edição.

Ao todo, 1.162 filmes foram inscritos e as produções selecionadas representam todos os gêneros cinematográficos e todas as regiões do Brasil. Serão exibidos mais de 100 filmes, divididos em 12 mostras competitivas e sessões especiais.

Os selecionados concorrem ao Troféu Vitória em 22 categorias, além de diversos prêmios extras. A escolha dos vencedores é feita pelas comissões de júri do Festival, compostas por especialistas e profissionais do cinema.

Alice Junior, dirigido por Gil Baroni, é um dos filmes que estão concorrendo à 9ª Mostra Competitiva Nacional de Longas. – Foto: Divulgação

A diretora do FCV, Lucia Caus, afirma que a seleção dos filmes é feita sempre com um olhar apurado para a representatividade. “Prezamos por fazer uma curadoria que abrange os diversos gêneros da produção cinematográfica brasileira. É um desafio e um prazer receber mais de mil filmes e ver de perto todo esse potencial”, pontua.

Novidades

Uma das novidades deste ano é a 1ª Mostra “Do Outro Lado”, com uma seleção especial representando o Cinema Fantástico e de Horror, que apresentará um panorama e as diversas vertentes desse estilo no cinema nacional.

“O Festival de Cinema de Vitória sempre foi um espaço aberto para o cinema de horror e o cinema fantástico. No 22º Festival de Cinema de Vitória fizemos a 1ª Mostra Cinema de Bordas, que tem o trash como subgênero favorito. No 23º fizemos a Virada do Novo Cinema de Horror, com filmes de terror e fantasia contemporâneos. Neste ano, em julho, faremos a 2ª Mostra Cinema de Bordas e, dentro da programação, teremos a Mostra ‘Do Outro Lado’. Esse gênero está sempre se renovando e tendo boas safras”, comenta Lucia Caus.

Já a Mostra Outros Olhares, que está em sua 6ª edição e representa recortes específicos da safra, terá três programas temáticos. A curadoria deste ano definiu os temas “Narrativas”, Afetos LGBTQI+ e Musicalidades, e os filmes selecionados serão exibidos em quatro sessões.

O 26º Festival de Cinema de Vitória tem o patrocínio do Ministério da Cidadania, através da Lei de Incentivo à Cultura, da ArcelorMittal, do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE, do Fundo Setorial do Audiovisual – FSA e da Ancine com o apoio da Prefeitura Municipal de Vitória. O Festival conta também com o apoio institucional do Centro Técnico do Audiovisual – CTAv. A realização é da Galpão Produções e do Instituto Brasil de Cultura e Arte.

Em 2019 os filmes escolhidos pela curadoria do Festival estão distribuídos em 12 mostras competitivas. Confira abaixo os selecionados e os detalhes de cada mostra.

Mostras

23ª Mostra Competitiva Nacional de Curtas
Uma seleção com o melhor da mais recente produção brasileira de curtas. Neste ano, a mostra conta com cinco filmes capixabas. São 9 produções dirigidas por mulheres e 5 filmes dirigidos por pessoas negras, sendo 3 com direção de mulheres negras.

Selecionados:

– ARQUITETURA DOS QUE HABITAM (Daiana Rocha, EXP, ES)
– OS MAIS AMADOS (Rodrigo de Oliveira, FIC, ES)
– SANGRO (Tiago Minamisawa, Bruno H Castro e Guto BR, ANI, SP)
– DÔNIARA (Kaco Olímpio, FIC, GO)
– PERPÉTUO (Lorran Dias, FIC, RJ)
– REFÚGIO (Shay Peled e Gabriela Alves, DOC, ES)
– A PRAGA DO CINEMA BRASILEIRO (William Alves e Zefel Coff, EXP, DF)
– NEGRUM3 (Diego Paulino, DOC, SP)
– O ÓRFÃO (Carolina Markowicz, FIC, SP)
– GUAXUMA (Nara Normande, ANI, PE)
– RISCADAS (Karol Mendes, DOC, ES)
– FARTURA (Yasmin Thayná, DOC, RJ)
– TEMPESTADE (Fellipe Fernandes, FIC, PE)
– QUANDO ELAS CANTAM (Maria Franchin, DOC, SP)
– SOBRADO (Renato Sircilli, FIC, SP)
– O PÁSSARO SEM PLUMAS (Tati Rabelo e Rodrigo Linhales, ES)
– COR DE PELE (Lívia Perini, DOC, PE)

9ª Mostra Competitiva Nacional de Longas

Com seis filmes de longa-metragem nacionais recentemente lançados, a seleção da mostra busca representar os 4 cantos do Brasil. A curadoria foi feita pela produtora cultural e jornalista Leila Bourdoukan e pelo professor e pesquisador de cinema e audiovisual Gilberto Alexandre Sobrinho.

Selecionados:

– ALICE JÚNIOR (Gil Baroni, FIC, PR)
– SELVAGEM (Diego da Costa, FIC, SP)

Selvagem também está concorrendo à 9ª Mostra Competitiva Nacional de Longas. – Foto: Divulgação

– MIRANTE (Rodrigo John, DOC, RS)
– PACARRETE (Allan Deberton, FIC, CE)
– CASA (Letícia Simões, DOC, PE)
– O SEU AMOR DE VOLTA (Bertrand Lira, DOC, PB)

20º Festivalzinho de Cinema de Vitória – Sessão ArcelorMittal
– Lily´s Hair (Raphael Gustavo da Silva, FIC, GO)
– Arani Tempo Furioso (Roobertchay Domingues Rocha, FIC, ES)
– Na Casa da Bisa (Realização coletiva, ANI, RJ)
– O Malabarista (Iuri Moreno, ANI, GO)
– Guri (Adriano Monteiro, FIC, ES)

9ª Mostra Quatro Estações
Selecionados:
– SELMA DEPOIS DA CHUVA (Loli Menezes, FIC, SC)
– VIGIA (João Victor Borges, FIC, RJ)
– TEA FOR TWO (Julia Katharine, FIC, SP)
– SUPERPODEROSA MATHILDA (João Giry, DOC, ES)
– REFORMA (Fábio Leal, FIC, PE)
– PEIXE (Yasmin Guimarães, FIC, MG)

8ª Mostra Foco Capixaba
Selecionados:
– MINHAS MÃES (Gustavo Guilherme da Conceição, DOC, ES)
– PESCADORES URBANOS (Yolanda Faustini, DOC, ES)
– GURI (Adriano Monteiro, FIC, ES)
– PRÁTICAS DO ABSURDO (Alexander S. Buck, FIC, ES)
– CASA DE VÓ (André Ehrlich Lucas, FIC, ES)
– JARDIM SECRETO (Shay Peled, DOC, ES)

8ª Mostra Corsária
Selecionados:
– TEORIA SOBRE UM PLANETA ESTRANHO (Marco Antônio Pereira, FIC, MG)
– ESCAFANDRO (Carolena Moraes, EXP, CE)
– UNREAL (Luiz Will Gama, EXP, ES)
– OBESO MÓRBIDO (Diego Bauer e Ricardo Manjaro, EXP, AM)
– CARTUCHOS DE SUPERNINTENDO EM ANÉIS DE SATURNO (Leon Reis, FIC, CE)
– UMAS & OUTRAS (Samuel Lobo, FIC, RJ)
– SEIVA (Ramon Batista, FIC, PB)
– A ROTINA TERÁ SEU ENQUANTO (Carlos Adriano, EXP, SP)
– ESPAVENTO (Ana Francelino, FIC, CE)
– ESTRANHO ANIMAL (Arthur B. Senra, EXP, DF/MG)
– PLANO-CONTROLE (Juliana Antunes, FIC, MG)
– A PROFUNDIDADE DA AREIA (Hugo Reis, FIC, ES)
– CHICLETE (Philippe Noguchi, FIC, RJ)

6ª Mostra Outros Olhares
Selecionados:
– EU, MINHA MÃE E WALLACE (Irmãos Carvalho, FIC, RJ)
– ROCHA (Luiz Matoso, FIC, RN)
– OS QUE ESPERAM (PH Martins, DOC, ES)
– CRUA (Diego Lima, FIC, PB)
– MESMO COM TANTA AGONIA (Alice Andrade Drummond, FIC, SP)
– O QUADRO (Melina Leal Galante, FIC, ES)
– AULAS QUE MATEI (Amanda Devulsky e Pedro B. Garcia, FIC, DF)
– TOMAR O TEMPO – POESIA INÚTIL (Amanda Brommonschenkel, Carol Covre, Juane Vaillant, Marcéu Rosário Nogueira, Thaís Rodrigues, EXP, ES)
– KRIS BRONZE (Larry Machado, DOC, GO)
– CONTE ISSO ÀQUELES QUE DIZEM QUE FOMOS DERROTADOS (Aiano Bemfica, Camila Bastos, Cris Araújo, Pedro Maia de Brito, DOC, MG/PE)
– DEUSA OLÍMPICA (Emília Schramm, Jéssika Barbosa, Pedro Luis Viana, Rafael Brasileiro, DOC, CE)
– EM REFORMA (Diana Coelho, FIC, RN)
– RISCADOS PELA MEMÓRIA (Alex Vidigal, FIC, DF)
– DO OUTRO LADO (Bob Yang & Frederico Evaristo, FIC, SP)
– MARIE (Leo Tabosa, FIC, PE)
– QUANDO AS PEDRAS DILATAM (Diego Amorim, FIC, RJ)
– POESIA AZEVICHE (Ailton Pinheiro Junior, DOC, BA)
– DIZ QUE É VERDADE (Claryssa Almeida e Pedro Estrada, FIC, MG)
– TETÊ (Clara Lazarim, DOC, SP)

4ª Mostra Cinema e Negritude
Selecionados:
– SANTOS IMIGRANTES (Thiago Amepreta, FIC, SP)
– KAIRO (Fabio Rodrigo, FIC, SP)
– DO DIA EM QUE MUDAMOS A ROTA (Diego Nunes, DOC, ES)
– SEM ASAS (Renata Martins, FIC, SP)
– MOTRIZ (Tais Amordivino, DOC, BA)

4ª Mostra Mulheres no Cinema
Selecionados:
– DEUS TE DÊ BOA SORTE, (Jaqueline Farias, DOC, PE)
– FOSFENO, (Clara Vilas Boas e Emanuele Sales, FIC, MG)
– PODER, (Sabrina Rosa, FIC, RJ)
– AFETO, (Gabriela Gaia Meirelles e Tainá Medina, EXP, RJ)

3ª Mostra Nacional de Videoclipes
Selecionados:
– Alguém na Janela, de Gustavo Rosseb (Aksa Lima, SP)
– Toasted, de Danos (Cintia Nakashima, SP)
– Fausto de Gueto, de Pelos (Arthur B. Senra e Robert Frank, MG)
– 19, de LaBaq (Co-direção LaBaq e Laís Catalano Aranha, SP)
– Ninguém Perguntou por Você, de Letrux (Pedro Henrique França, RJ)
– OK OK OK, de Gilberto Gil (Victor Hugo Fiuza, RJ)
– Brisa, de Silva (MAGU – Marina Abranches e Gustavo Martins, BA)
– Meu Carnaval, de Gabriela Brown (Gabriela Brown e Tati Rabelo, ES)
– Tempos Loucos, de The Outs (Fabrício Koltermann, RS)
– Pedrinho, de Tulipa Ruiz (Pedro Henrique França, Fabio Lamounier e Rodrigo Ladeira, SP)
– Space Woods, de My Magical Glowing Lens (Gustavo Senna Martins De Almeida, ES)
– Vazio, de Pxrtela (Maurício Coutinho, DF)

2ª Mostra Nacional de Cinema Ambiental
Selecionados:
– POÉTICA DO BARRO –  (Giuliana Danza, ANI, MG)
– MENINO PÁSSARO (Diogo Leite, FIC, SP)
– S/N (Renata Malta, FIC, PE)
– GLÓRIA (Yaminaah Abayomi e Nádia Oliveira, EXP, RJ)
– QUARTO DE CURA (Castiel Vitorino Brasileiro, DOC, ES)
– KA’A ZAR WKYZE WA – OS DONOS DA FLORESTA EM PERIGO (Flay Guajajara, Edvan dos Santos Guajajara e Erivan Bone Guajajara, DOC, SP)

1ª Mostra Do Outro Lado – Cinema Fantástico e de Horror
Selecionados:
– PARA MINHA GATA MIEZE (Wesley Gondim, FIC, DF)
– PAPA-FIGO (Alex Reis, FIC, SP)
– BROTO (Antonio Teicher, FIC, RJ)
– GUARÁ (Fabrício Cordeiro e Luciano Evangelista, FIC, GO)
– CARNE INFINITA (Isadora Cavalcanti, FIC, RJ)
– CARANGUEJO REI (Enock Carvalho E Matheus Farias, FIC, PE)

Prêmios Extras para realizadores: 

Prêmio Mistika:

-Serviço de Encode de DCP de até 15 minutos, com validade de 1 ano, para o Melhor Filme da 23ª Mostra Competitiva Nacional de Curtas escolhido pelo Júri Técnico do Festival;

– Serviço de Encode de DCP de até 15 minutos, com validade de 1 ano, para o Melhor Filme da 4ª Mostra Cinema e Negritude, escolhido pelo Júri Técnico do Festival

Prêmio Edina Fujii – CiaRio:

– R$8 mil em locação de equipamentos de iluminação, acessórios e maquinaria através da empresa NAYMAR, com validade de 1 ano, para o Melhor Filme da 23ª Mostra Competitiva Nacional de Curtas escolhido pelo Júri Popular;

– R$8 mil em locação de equipamentos de iluminação, acessórios e maquinaria através da empresa NAYMAR, com validade de 1 ano, para o Melhor Filme da 23ª Mostra Competitiva Nacional de Curtas escolhido pelo Júri Técnico;

– R$6 mil em locação de equipamentos de iluminação, acessórios e maquinaria através da empresa NAYMAR, com validade de 1 ano, para o Melhor Filme da 4ª Mostra Cinema e Negritude, escolhido pelo Júri Técnico do Festival.

Prêmio CTAv:

– Empréstimo de equipamentos (SI-2K e acessórios) por duas semanas e serviço de mixagem de 20 horas para o Melhor Filme da 23ª Mostra Competitiva Nacional de Curtas, escolhido pelo Júri Técnico do Festival;

– Empréstimo de equipamentos (SI-2K e acessórios) por duas semanas e serviço de mixagem de 20 horas para o Melhor Filme da 4ª Mostra Mulheres no Cinema, escolhido pelo Júri Técnico do Festival;

Prêmio Link Digital:

– 4 horas de correção de cor e encode para DCP de curta de até 15 minutos para o Melhor Filme da 4ª Mostra Mulheres no Cinema, escolhido pelo Júri Técnico do Festival.

Conteúdo Publicitário