30.5 C
Vitória
terça-feira, 26 janeiro, 2021

Festival de Cinema de Vitória em novo formato

Com o tema Sonhar Colorido Faz Bem, o maior evento de cinema e audiovisual do Espírito Santo chega à sua 27ª edição

Dos dias 24 e 29 de novembro o público vai poder conferir a primeira edição em formato online do Festival de Cinema de Vitória, que em 2020 precisou se readaptar em função da pandemia da Covid-19

Serão exibidos 101 filmes, entre longas e curtas-metragens, divididos em 13 mostras: 12 competitivas e uma fora de competição, além de uma Sessão Especial de Abertura. As sessões começarão sempre às 19 horas e ficam disponíveis para serem assistidas durante 24 horas. A programação será atualizada diariamente e exibida na plataforma InnSaei.TV de forma totalmente gratuita.

Os trabalhos escolhidos pela comissão de seleção concorrem ao Troféu Vitória, além de prêmios extras. A escolha dos vencedores é feita pelas comissões de Júri do Festival, compostas por especialistas e profissionais do cinema e pelo público através do Júri Popular.

Fazendo jus ao número de inscrições recebidas – foram 1047 filmes inscritos – as produções selecionadas representam diversos gêneros cinematográficos vindas de várias regiões do Brasil.

Segundo Lucia Caus, diretora do FCV, a seleção dos filmes é feita sempre com um olhar apurado para a representatividade. “O Festival de Cinema de Vitória é um espaço para a diversidade de narrativas. A seleção deste ano reúne filmes de gêneros variados e de diversas partes do Brasil confirmando a criatividade da produção audiovisual brasileira contemporânea. É um desafio e, ao mesmo tempo um prazer, dar visibilidade para tantos filmes e ver de perto todo o potencial criativo do nosso cinema”.

27FCV: Online e Gratuito

A maior novidade do 27º Festival de Cinema de Vitória serão as sessões em formato online. As mostras serão exibidas na plataforma InnSaei.TV, que exibiu recentemente os Festivais Kinoforum, Zózimo Bulbul e Mix Brasil.
Para acessar o site o espectador precisa realizar um cadastro rápido e gratuito e conferir os filmes selecionados através de diversas telas, como celular, computador, tablet e smart TV. Cada filme ficará disponível durante 24 horas e a programação será renovada diariamente, sempre às 19 horas.

Para Lucia Caus, apesar desta edição não realizar as tradicionais sessões presenciais, devido à pandemia, o formato online possibilita ampliar o alcance do evento. “Uma das principais características do Festival de Cinema de Vitória são as sessões com plateia, sempre cheias e muita calorosas. Mas as mostras em formato online são uma oportunidade de fomentar ainda mais o acesso às produções de curta e longa-metragem, já que o espectador poderá acessar o conteúdo de qualquer lugar do Brasil”.

Os tradicionais debates entre os realizadores também acontecerão de forma remota, na plataforma InnSaei.TV e no Canal de Youtube do Festival de Cinema de Vitória. Os bate-papos serão conduzidos pelo jornalista e crítico de cinema, Filippo Pitanga; e pela doutoranda em psicologia e cinema pela USP e crítica de cinema para o portal Geledés, Viviane A. Pistache. O debate da 5ª Mostra Cinema e Negritude, será mediado pelo jornalista Leonardo Vais; e da 5ª Mostra Mulheres no Cinema pela diretora Saskia Sá.

Homenageados

Gilberto Gil

O Homenageado Nacional do 27º Festival de Cinema de Vitória é o cantor e compositor Gilberto Gil, pela sua contribuição para o cinema e a cultura brasileira. O artista emprestou o seu talento para diversas produções audiovisuais assinadas por nomes como Andrucha Waddington (Eu, Tu, Eles); Walter Lima Jr (Brasil Ano 2000); Rogério Sganzerla (Copacabana Mon Amour); Cacá Diegues (Quilombo e Um Trem Para as Estrelas).
Além de ter sido tema de três documentários em fases distintas da sua carreira: Doces Bárbaros (1976), de Jom Tob Azulay; Tempo Rei (1996), de Andrucha Waddington, Lula Buarque e Breno Silveira; Viva São João! (2001), de Andrucha Waddington.

Como parte da homenagem será produzido o Caderno do Homenageado, uma publicação exclusiva com texto assinado pelo jornalista e escritor Jace Theodoro edição de Lucia Caus, uma escultura inédita criada pelo artista José Carlos Vilar e uma joia exclusiva da Carla Buaiz Jóias, além do Troféu Vitória.

Claudino de Jesus

O Homenageado Capixaba do 27º Festival de Cinema de Vitória é Claudino de Jesus. Produtor, ator, técnico e diretor nas áreas de audiovisual e artes cênicas, ele é um dos principais personagens da retomada do movimento cineclubista brasileiro no início dos anos 2000, que o levou à presidência do Conselho Nacional de Cineclubes (1981 a 1995 / 2004 a 2010) e à presidência da Federação Internacional de Cineclubes (FICC), cargo exercido por quase dez anos – de 2010 a 2019.

Além da trajetória múltipla no mundo das artes, Claudino também é médico, gestor público, professor universitário e ambientalista. O que une essas diferentes áreas de atuação em sua biografia é o seu engajamento nas causas coletivas, na defesa da democracia e da diversidade.

Como parte da homenagem será produzido o Caderno do Homenageado, uma publicação exclusiva assinada pelo jornalista Paulo Gois Bastos, uma escultura inédita criada pelo artista José Carlos Vilar e uma joia exclusiva da Carla Buaiz Jóias, além do Troféu Vitória.

Mostras

Os filmes escolhidos pela curadoria do festival serão distribuídos em 11 janelas de exibição. Entre elas, estão a 24ª Mostra Competitiva Nacional de Curtas, com uma seleção de títulos da safra recente do cinema brasileiro; a 10ª Mostra Competitiva Nacional de Longas, que contará com a exibição de seis filmes na competitiva e um fora de competição; a 10ª Mostra Quatro Estações, com produções que abordam a temática da diversidade sexual; a 9ª Mostra Corsária, com filmes que apresentam pesquisas de linguagem da estética cinematográfica; a 9ª Mostra Foco Capixaba, janela exclusiva para realizadores do Espírito Santo; e a 7ª Mostra Outros Olhares, que propõe a observação da construção de novos mundos a partir de experiências particulares.

Duas janelas temáticas completam meia década de exibição este ano: a 5ª Mostra Mulheres no Cinema, sessão com filmes dirigidos exclusivamente por mulheres e que aborda as questões de gênero, valorizando a atuação feminina por trás das câmeras; e a 5ª Mostra Cinema e Negritude, com filmes produzidos exclusivamente por realizadores negros e que tratam das narrativas que atravessam a população negra no Brasil.

A 4ª Mostra Nacional de Videoclipes, apresenta produções de gênero experimental por excelência e que fundem música e audiovisual; a 3ª Mostra Nacional de Cinema Ambiental, abre espaço para o debate sobre sustentabilidade e questões ambientais. Janela mais recente do festival, a 2ª Mostra Do Outro Lado – Cinema Fantástico e de Horror, traz o terror para o evento.

Mostra AudioTransVisual

A novidade deste ano é a 1ª Mostra AudioTransVisual, que acontece entre os dias 26 e 28 de novembro e exibirá 17 curtas-metragens que serão divididos nos três dias de exibição, sempre a partir das 19 horas, nos Canal de YouTube do FCV.
Idealizada por André da Costa, a janela é resultado de um curso online e gratuito – proposto durante a pandemia de COVID-19 -, que possibilitou a formação de 30 alunes trans de 13 estados brasileiros.

A seleção, que teve sua primeira exibição nas redes sociais do Mídia Ninja no mês de setembro, apresenta diversos gêneros cinematográficos, que reafirmam a criatividade e a importância da representatividade trans no audiovisual.

A Mostra AudioTransVisual é um projeto idealizado e coordenado por André da Costa Pinto, responsável também pela formação dos participantes. O trabalho conta com a produção executiva de Carol Torquato e com a participação dos colaboradores de conteúdo: Antônio Amâncio (Agenciamento e Mercado); Nathan Cirino (Roteiro de Ficção); João Carlos Beltrão (Fotografia); Natara Ney (Montagem); Ely Marques (Finalização de Imagens); Guga S. Rocha (Som); Iomana Rocha (Direção de Arte); Franz Lima (Visagismo e Designer Gráfico); Gastão Villeroy (Trilha Sonora).

Fora de Competição

O 27FCV irá exibir em Sessão Especial de Abertura, o novo filme do diretor Rodrigo Aragão, O Cemitério das Almas Perdidas. O longa-metragem conta com efeitos especiais extremamente elaborados, grandes cenários e dezenas de figurantes. Aragão é um dos nomes de destaque do cinema de horror tanto no Brasil quanto no mercado internacional.
Tradicionalmente exibida dentro da programação que antecede o Festival de Cinema de Vitória, a 3ª Mostra Cinema de Bordas será realizada durante o festival. A mostra reúne produções periféricas, de baixo orçamento, realizadas por cineastas autodidatas de pequenas cidades ou arredores das grandes capitais e conta com a curadoria da pesquisadora e escritora Bernadette Lyra.

Identidade Visual

A frase Sonhar Colorido Faz Bem é de autoria do artista Hélio Coelho e se tornou o tema do 27º Festival de Cinema de Vitória. As cores, os desenhos e o lúdico do trabalho do artista também foram à inspiração para a identidade visual do 27FCV.

A criação da nova identidade contou com o trabalho de Neusa Mendes, um dos nomes mais respeitados nas Artes Plásticas do Espírito Santo e do país, e que, ao lado da designer Anaise Perrone, repetem a parceria de sucesso com o festival e que foi iniciada em 2019.
Para isso, as profissionais tiveram como base as pinturas “Helicóptero”, datada de 1985; e “Pele”, de 2002, que fazem parte do acervo da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

O 27º Festival de Cinema de Vitória conta com o Patrocínio do Ministério do Turismo, através da Lei de Incentivo à Cultura, e do Banestes. Conta com o apoio da Unimed Vitória, da Rede Gazeta, do Canal Brasil, da Stella Artois e da Suzano. Conta também com o apoio institucional do Centro Técnico do Audiovisual (CTAv), da Tower Web, da Dot, da Link Digital, da Mistika, da ABD Capixaba, da Carla Buaiz Jóias, do Findes, do Sesi Cultural e da Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo. A realização é da Galpão Produções e do Instituto Brasil de Cultura e Arte (IBCA).

A programação do Festival pode ser conferida no site https://festivaldevitoria.com.br/27fv/programacao-geral/

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Pessoas a partir dos 55 anos já são 28% dos empreendedores no ES

Cerca de 13% dos atendimentos do Sebrae/ES, em 2020, foram para esta faixa etária

Empresa de mármore e granito de Cachoeiro moderniza parque industrial

A cadeia produtiva de rochas ornamentais é uma das mais tradicionais e importantes da economia capixaba, reunindo uma ampla variedade de empresas extratoras e beneficiadoras de norte a sul do Estado

Nossa Bolsa 2021 com 1.201 oportunidades

Para participar, é necessário ter realizado alguma prova do Enem aplicada entre 2015 e 2019

Passado e presente juntos em livro que conta a história da imigração italiana no sul do ES

A história dos primeiros colonizadores italianos e suas heranças são contadas no Livro História e Memória: A trajetória do imigrante italiano na Região Sul do Espírito Santo

Fiocruz vai importar mais 10 milhões de doses de vacinas prontas

Novo lote do imunizante ainda está em negociação, e por isso ainda não há uma data definida de quando ele chegará ao Brasil

MEC anuncia regras para o Fies do segundo semestre de 2021

Portaria foi publicada no Diário Oficial da União

ES Brasil Digital

ESBrasil-184 - Retrospectiva
Continua após publicidade

Fique por dentro

Série histórica mostra ocupação hoteleira durante a pandemia

Já estão disponíveis no Observatório do Turismo os dados relativos à taxa de ocupação hoteleira relativa ao ano de 2020, nos municípios de Vitória, Vila Velha e Serra

Sicoob inicia 2021 com recordes de movimentações financeiras

Instituição tem atuado para facilitar acesso a produtos e serviços financeiros aos seus mais de 5 milhões de cooperados

Concessão da Codesa: o que muda!

A Federação das Indústrias do Espírito Santo promoveu uma audiência para esclarecer o setor produtivo sobre o processo de desestatização da Codesa, a Companhia Docas do ES

Produção agropecuária de 2020 alcança R$ 871 bilhões

as variáveis determinantes para os resultados estão relacionadas aos preços dos produtos no mercado interno

Vida Capixaba

Ação conscientiza frequentadores em praia de Guarapari

A ação visava conscientizar os frequentadores da Enseada Azul, em Guarapari, contra o descarte de lixo na areia das praias

Mucane e Circuito Cultural de Vitória retomam aulas na próxima segunda-feira

Oficinas presenciais de percussão, cavaquinho, dança afro brasileira na modalidade “Tribal” e capoeira

TOTVS Espírito Santo foi eleita a melhor unidade do Brasil em 2020

A TOTVS é conhecida como a maior empresa de tecnologia do Brasil, e sua unidade do ES foi eleita a melhor unidade do Brasil em 2020

Queijos: segunda maior agroindústria capixaba

Queijos com adição de especiarias e ervas finas, com recheio de geleias de frutas, doce de leite e embutidos, ou até defumados, são algumas versões de queijos capixabas que demonstram a potencialidade do setor
Continua após publicidade