18.8 C
Vitória
sábado, 20 agosto, 2022

Excesso de tecnologia prejudica o sono de crianças e jovens

Acesso precoce a tablets e celulares causam prejuízo ao sono - Foto: Internet

Especialista alerta que dormir mal pode influenciar o comportamento e o desenvolvimento intelectual das crianças

O uso de tablets e celulares por longos períodos e até tarde da noite, muitas vezes passando da meia-noite, já se tornou hábito frequente em muitas famílias. Mas o acesso cada vez mais cedo e muitas vezes irrestrito a aparelhos eletrônicos traz diversos prejuízos para a saúde de crianças e adolescentes, em especial no que diz respeito à privação do sono.

“Hoje em dia vemos crianças muito pequenas com acesso a celulares e tablets, seja para elas não perturbarem em restaurantes, seja para que elas fiquem quietas quando estão em casa. A consequência disso são crianças que estão perdendo o sono muito novas”, alerta a médica pneumologista e presidente da Associação Brasileira do Sono regional ES, Jéssica Polese. O resultado são crianças que dormem mal, chegam cansadas à escola e apresentam ansiedade e dificuldade de concentração.

A médica afirma ainda que muitos de seus pacientes são adolescentes que trocam a noite pelo dia e isso já é uma consequência da privação de sono na infância e da construção de maus hábitos do sono desde pequenos. Por isso, a atenção dos pais a essa questão é fundamental, já que dormir mal nas fases precoces da vida pode ter forte influência sobre o comportamento e desenvolvimento intelectual, e também favorece o desenvolvimento de sobrepeso e obesidade.

“A criança não vai decidir por ela mesma abandonar o jogo ou o celular para ir dormir. Isso tem que partir dos pais. O ideal é que ela não tenha acesso irrestrito ao aparelho eletrônico e que ele seja desligado pelo menos até duas horas antes do horário da criança dormir para a mente ir se acalmando”, acrescenta a médica.

Atitudes para uma boa higiene do sono das crianças:

– Os pais devem criar uma rotina consistente de ir para a cama, ou seja, no mesmo horário e com as mesmas ações. A leitura de um livro enquanto a criança se prepara para dormir pode ajudá-la a relaxar,

– Televisores, celulares e tablets devem ser desligados ao menos duas horas antes da hora da criança dormir;

– O ambiente do quarto deve ser silencioso, escuro e com temperatura adequada. Muitas crianças não conseguem dormir com as luzes totalmente apagadas, e nesses casos, abajures podem resolver o problema;

– A rotina do sono deve também incluir a fixação de um horário para acordar. Quando os pais permitem que os filhos acordem mais tarde com certa frequência, eles podem estar dificultando o processo de ir para a cama à noite, criando um círculo vicioso.

Leia Também

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade