20.9 C
Vitória
sexta-feira, 14 junho, 2024

ES já registrou 2,7 mil novas empresas em 2022

O saldo do Espírito Santo no período foi positivo (1.178), além de ser o melhor resultado para um bimestre desde 2010

Entre janeiro e fevereiro deste ano, 2.797 empresas foram abertas no Espírito Santo. É o melhor resultado em um primeiro bimestre desde 2010, quando teve início o levantamento. O saldo para o período foi positivo, com 1.178 novos empreendimentos no Estado, indicando que o número de novos negócios foi superior ao dos que foram fechados (1.619) no período.

O presidente da Junta Comercial do Estado do Espírito Santo (Jucees), Carlos Roberto Rafael, ressaltou o ritmo de crescimento do Espírito Santo, que ainda em outubro de 2021, já havia registrado a abertura de 15.602 empresas, número recorde para um acumulado.

- Continua após a publicidade -

“Esse número nos deixa muito satisfeitos. Em 2021, o Estado bateu o recorde de abertura de empresas e o começo de 2022 mostra que deveremos seguir este mesmo ritmo de retomada econômica”, disse.

Contribuição por Setor

Entre os setores que mais contribuíram para os números positivos estão o comércio varejista (548), comércio por atacado, exceto de veículos (305) e atividades de atenção à saúde humana (263).

Completam a lista com o maior número de empresas abertas no bimestre: serviços de escritório (157), serviços de arquitetura e engenharia (124), alimentação (119), transporte terrestre (111), comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas (110), educação (95) e atividades de serviços financeiros (71).

Tempo de Emissão das Inscrições

ES já registrou 2,7 mil novas empresas em 2022
A Jucees é a instituição, responsável pelo registro e arquivamento de atos mercantis. Foto: Divulgação/Sefaz

“A Junta Comercial, em parceria com a Secretaria da Fazenda e demais órgãos que cuidam do arranjo de negócios no Espírito Santo, busca tornar o ambiente empresarial cada vez mais competitivo no Estado. Os números indicam que estamos no caminho certo”, acrescentou Rafael.

Ainda de acordo com o presidente da Jucees, outro fato que vem contribuindo para o crescente número de abertura de empresas é a celeridade. “Nós temos conseguido, continuamente, reduzir o tempo de emissão das inscrições estaduais. Em fevereiro, por exemplo, as inscrições foram emitidas em 50 minutos, em média. Já houve meses em que esse tempo era em média de quatro horas”, informou Rafael, lembrando que todo o processo é feito por meio do Simplifica-ES.

Os dados estatísticos da Jucees podem ser conferidos aqui.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA