22.1 C
Vitória
domingo, 23 janeiro, 2022

“Esperamos criar 3 a 4 mil vagas de empregos em novembro”, diz diretor da Fecomércio

Os próximos meses para o comércio capixaba é de otimismo, avalia José Antônio Pupim, diretor da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Espirito Santo e presidente do Sindilojas de Cariacica.

Por Mariana Ferreira

No mês de setembro, o comércio nacional contratou 313. 902 empregos formais. Contando de janeiro a setembro de 2021 foram 2.512.937 vagas de emprego. No Espirito Santo também os números são animadores: de outubro de 2020 a setembro de 2021, foram criadas 63.553 novos postos de trabalho. As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia.

Para as festas de fim de ano, o comércio capixaba deve abrir entre 3 a 4 mil vagas de emprego, afirmou José Antônio Puppim, diretor da Fecomércio e presidente do Sindilojas de Cariacica.

ESB: Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, registrou no Espirito Santo uma evolução no mercado de trabalho com a criação de 6.089 empregos com carteira assinada. Em setembro, o setor de serviços é um dos responsáveis pelo saldo positivo, com 2.382 novos postos de trabalho, seguido pela indústria, com 1.636. Pode ser considerada uma retomada do setor do comércio capixaba?

José Antônio Pupim:  Com certeza. A criação dos novos postos de trabalho no comércio em setembro refletem justamente a expectativa que temos em contratar mais trabalhadores até o fim deste ano.

ESB: O ritmo de criação de novos postos de trabalho formais em 2021 já ultrapassou as perdas de 2020?

Não. Ainda vai levar um tempo para o comércio se recuperar e alcançar o mesmo patamar antes da pandemia do coronavírus. Será necessário, pelo menos, mais um ano para que o setor tenha uma retomada de crescimento contundente.

ESB: Pensando nas festas de fim de ano, qual a expectativa para as contratações no comércio?

A partir da primeira quinzena de novembro, a Fecomércio espera criar de 3 a 4 mil novos empregos na forma de contratação temporária. Sendo que 20% dos contratados terão a chance de conquistar o emprego efetivo.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade