Por causa das chuvas, escolas de samba adiam ensaios

As escolas de samba tiveram vários prejuízos. - Foto: Divulgação/ RSim

Devido às chuvas, os ensaios e a produção das escolas de samba da Grande Vitória ficaram prejudicadas

Por conta das fortes chuvas que atingiram o Espírito Santo na última semana, as escolas de samba tiveram prejuízos. Alagamentos, panos para fantasias, costuras e ensaios adiados foram alguns dos problemas enfrentados pelas equipes envolvidas.

Segundo o Jornal da Ilha, a Independentes de São Torquato, de Vila Velha, por exemplo, precisou parar a produção, pois o barracão onde ficam os equipamentos e materiais não possui proteção, por isso não tinham como continuar.

A Mocidade Serrana, de José de Anchieta, no município da Serra, perdeu a base das alegorias e panos para as fantasias, além de madeiras e outros acessórios para compor os carros da escola.

Segundo o presidente da agremiação, Rogério Orsi, após 26 anos a escola retorna aos desfiles. “Trabalhamos duro para conseguir repor o que foi perdido. O prejuízo foi de quase R$ 5 mil”, disse.

A Rosas de Ouro, também da Serra, teve prejuízos altos também. A escola perdeu fantasias e penas, além de ter tido muita infiltração e mofo. “Tem costuras que teremos que recomeçar”, afirmou o presidente da agremiação, Reginaldo da Silva.

Escolas precisaram adiar os ensaios por causa das chuvas. – Foto: Flávio Almeida/PMV

A Novo Império, de Caratoíra, também sofre com alagamentos, pois a base da agremiação fica abaixo do nível da rua. Segundo a diretora de comunicação da escola, Suzana Bremenkamp, quando chove é necessário levantar os maquinários para não perdê-los.

Eletricidade

Por conta das chuvas, outro problema que assolou as escolas foi a eletricidade. Muitos carros alegóricos são produzidos com energia elétrica, mas os trabalhos precisaram ser interrompidos a fim de evitarem acidentes.

A Mocidade Unida da Glória (MUG), em Vila Velha, a Tradição Serrana e Independente de Boa Vista, de Cariacica, foram umas das escolas que não conseguiram prosseguir com este tupo de trabalho.

Adiamentos

A Boa Vista receberia um convidado especial do Rio de Janeiro para oferecer um workshop de passistas, mas, com as chuvas, precisou remarcar a passagem.

Já a Unidos de Jucutuquara, a Chega Mais (Morro do Quadro), a Mocidade da Praia (Praia do Canto), a Império de Fátima e a Unidos de Barreiros (São Cristóvão) adiaram eventos e ensaios por conta das chuvas, deixando de garantir verba para ajudar às escolas.

Leia Também:

 

 

Conteúdo Publicitário