22.4 C
Vitória
quinta-feira, 13 agosto, 2020

ES recebe seleção para Curso Técnico em Agronegócio do SENAR

Leia Também

TSE aprova resoluções com novas datas para o processo eleitoral

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou hoje (13) os ajustes em suas resoluções com as novas datas dos eventos eleitorais e votações das eleições...

Distribuição de máscaras a estudantes da rede estadual do Amazonas gera polêmica

A compra foi firmada no dia 4 entre Secretaria de Estado de Educação e Desporto do Amazonas (Seduc-AM) com a empresa Nilcatex Têxtil Ltda, sediada no Mato Grosso do Sul

Investimento em inovação pode chegar a R$ 10 milhões

O Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) anunciou oportunidades de negócios para investimentos de olho na introdução de práticas inovadoras, no incentivo e...

O Espírito Santo recebe pela primeira vez o Curso Técnico em Agronegócio, certificado pelo Ministério da Educação (MEC) e reconhecido pelos Conselhos Regionais de Engenharia e Agronomia (Creas). O estado faz parte dos seis novos polos inaugurados, pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR). As inscrições podem ser feitas a partir desta segunda-feira (03), no portal da rede, http://etec.senar.org.br/. 

Nesta sexta seleção, serão oferecidas 2 mil novas vagas ao todo, e no Espírito Santo, no município de Rio Bananal onde está sendo aberto um polo, serão ofertadas 40 vagas. Os outros novos polos ficam em Goiânia (GO), Barão de Grajaú (MA), São Francisco do Guaporé (RO), Rio do Sul e São Miguel do Oeste (SC).

A superintendente do Senar-ES, Letícia Simões, acredita que a realização do Curso Técnico em Agronegócio no Espírito Santo vem para reafirmar a missão da entidade. “Vamos levar adiante o compromisso de formar cada vez mais técnicos que possam atuar diretamente no meio rural. Esse Curso Técnico será uma grande oportunidade para os filhos de produtores e pessoas que tenham interesse em trabalhar dentro das propriedades rurais, levando gestão e inovação para o campo”.

“É um momento singular para o SENAR como instituição que atua há 25 anos na formação profissional do homem do campo” – avalia a coordenadora de Educação Formal, Maria Cristina Ferreira. “O SENAR leva ao seu público uma formação de maior complexidade, que é o ensino técnico de nível médio, onde a prática agregada a conhecimentos teóricos possibilitam ao aluno consolidar novas capacidades técnicas e de gestão para atuar na melhoria do processo produtivo no setor agropecuário.

Segurança para atuar no mercado

Grande percentual do curso, de dois anos, é a distância, com 80% das aulas disponibilizadas no portal da rede. Mas o aluno precisa reservar espaço na agenda para 20% de aulas presenciais, realizadas nos polos e em visitas técnicas em propriedades rurais e agroindústrias. Lançada em 2015, a Rede e-Tec Brasil no SENAR já formou com sucesso suas primeiras turmas e conta agora com mais de 8 mil alunos.

Na Paraíba, Severino Souza, formado há seis meses pelo polo de Alagoa Grande, já ocupa espaço cada vez mais amplo no mercado do agronegócio. Retomou com força total a plantação de cana-de-açúcar que, antes do Curso Técnico em Agronegócio do SENAR, andava abandonada. Além disso, Severino também presta assessoria a uma associação de plantadores de cana, fazendo levantamento dos custos de produção. Segundo ele, com os novos conhecimentos os negócios estão melhorando.

“Antes eu tinha um olhar curioso, hoje eu tenho um olhar profissional. O curso é bem prático, a gente vai aprendendo e fazendo, o que é muito mais interessante do que você ficar só na teoria, né. Então hoje eu tenho uma visão mais macro dos negócios. Analiso melhor todos os fatores da produção, onde investir mais, onde investir menos, etc. Recomendo o curso do SENAR com toda certeza. O material didático-pedagógico é excelente, o material de consulta bem completo e os professores, de um modo geral, muito bons. Principalmente porque quase todos são profissionais que atuam no mercado, têm experiência”.

 

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

ESB 179 Digital
Continua após publicidade

Fique por dentro

Bater ponto de trabalho a distância vira questão com pandemia

A Reforma Trabalhista de 2017 regulamenta o teletrabalho como uma prestação de serviços fora das dependências do empregador

Setor de serviços cresce 5% de maio para junho, diz IBGE

O volume de serviços no país cresceu 5% em junho na comparação com o mês anterior. A alta veio depois de quatro quedas consecutivas...

Setores mais afetados pelo distanciamento social seguem deprimidos, diz BC

Ao avaliar o futuro da atividade econômica, o BC repetiu a ideia de que "a incerteza sobre o ritmo de crescimento da economia permanece acima da usual

Safra deste ano deve ser 3,8% superior à de 2019, prevê IBGE

A produção brasileira de cereais, leguminosas e oleaginosas deve fechar o ano de 2020 em 250,5 milhões de toneladas. Com informações da Agência BrasilCaso a...

Vida Capixaba

Durante a pandemia, a pele também precisa de cuidados

Entre o medo do contágio e a vontade de que tudo volte à normalidade, a pandemia despertou nas pessoas uma maior preocupação e cuidados...

O Pequeno Príncipe traz poesia às telas em espetáculo ao vivo

Conhecido do público infantil e adulto, o conto ‘O Pequeno Príncipe’, do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry, sai dos livros e chega aos palcos,...

Bike se populariza em tempos de coronavírus

Para fugir das lotações, dos atrasos e riscos de contaminação do transporte público, muitas pessoas se tornaram adeptas das bicicletas neste período Que táxi, que...

31ª Dez Milhas Garoto é adiada para 2021

Com a insegurança em relação a propagação do vírus do Covid-19 pelo Brasil, os principais players do mercado de eventos, feiras e congressos do...
Continua após publicidade