ES recebe programa de Fortalecimento das Polícias Judiciárias

O secretário Nacional de Segurança Pública, Guilherme Theophilo, ministrará a abertura do edição (Fotografo - Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Cerca de 50 policiais civis serão capacitados durante uma semana

Depois de passar pelos estados de Pernambuco e Pará, o Espírito Santo receberá, de 29 de julho a 2 de agosto, a terceira edição do Programa de Fortalecimento das Polícias Judiciárias (PFPJ) do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Abordando o tema “Corrupção Sistêmica e Delinquência Institucionalizada”, a capacitação será destinada para 50 policiais civis e delegados do Espírito Santo e da região Sudeste, previamente escolhidos pela instituição.

Na segunda-feira (29), para a abertura da programação, o secretário Nacional de Segurança Pública, Guilherme Theophilo, ministrará palestra, às 10h30, com teor motivacional, voltado aos princípios básicos para um bom desempenho no trabalho das forças policiais. A palestra do secretário será aberta à imprensa.

Segundo Theophilo, o resultado do programa traz benefícios para a população. “Ao passar por cada região, realizando a capacitação dos policiais, o programa reflete diretamente na sociedade brasileira, pois trata-se de um reforço para aprimorar a atuação da polícia judiciária na capacidade investigativa e resolução de crimes”, explica.

O objetivo principal do PFPJ é aprimorar e fortalecer o trabalho das polícias judiciárias de todo o país, aumentando a capacidade investigativa e de resolução de crimes com impacto positivo na segurança pública de maneira geral.

Para transmitir experiências exitosas na condução de trabalhos investigativos da Polícia Federal, a semana de capacitação trará como palestrantes delegados federais de três distintas gerações, responsáveis pelas maiores operações policiais realizadas pela instituição nos últimos 15 anos. Nomes como Paulo Lacerda, Getúlio Bezerra, Jorge Pontes, Mauricio Moscardi, Isalino Giacomet, Cleyber Malta e Frederico Skora estão entre os professores. Durante a semana de capacitação serão mostrados estudos de casos e diferentes técnicas operacionais.

O diretor de Ensino e Estatística (DEE) da Senasp e idealizador do PFPJ, Jorge Pontes, ressalta que o momento é de fortalecimento institucional. “Nós vemos a Polícia Judiciária como um grande instrumento de combate à impunidade por conta do poder de investigação e da capacidade de inteligência. O programa é ambicioso e tem como objetivo a diminuição das assimetrias e das diferenças existentes entre as polícias civis do Brasil”, conta o diretor. Segundo ele, casos como Mensalão e Lava Jato serão estudados, e as investigações conduzidas sobre o ex-governador Sérgio Cabral e o ex-presidente Michel Temer serão abordadas pelos próprios investigadores.

Programa de Fortalecimento das Polícias Judiciárias

O Programa de Fortalecimento das Polícias Judiciárias é uma iniciativa da Diretoria de Ensino e Estatística da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). Entre os assuntos discutidos com os alunos estão a atuação integrada, enfrentamento ao crime institucionalizado à grande corrupção, combate ao crime organizado, lavagem de dinheiro, planejamento operacional, cooperação internacional, inteligência policial, medidas de seletividade dos inquéritos policiais, entre outros.

Os próximos estados que receberão o PFPJ serão: Goiás e Paraná. Os cinco estados que estão recebendo as capacitações também fazem do projeto-piloto de enfrentamento à criminalidade violenta que terá como cidades participantes: Paulista (PE), Cariacica (ES), São José dos Pinhais (PR), Ananindeua (PA) e Goiânia (GO). O projeto será lançado, em breve, pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Abertura Programa de Fortalecimento das Policiais Judiciárias no Espírito Santo (ES) com palestra Secretário Nacional de Segurança Pública Guilherme Theophilo
Data: 29 de julho de 2019
Horário: 10h30
Local: Auditório do Parque Botânico da Vale
Endereço: Av. dos Expedicionários, s/n – Jardim Camburi, Vitória (ES)
Conteúdo Publicitário