ES é um paraíso para observadores de aves

(Fotografia - Iago Bueno)

Potencial turístico para esse segmento é bastante amplo no Estado

A Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Seama) levaram as potencialidades do Estado para a feira Avistar Brasil 2019, em São Paulo. O evento está sendo realizado desde sexta-feira (17) com encerramento neste domingo (19) e reúne todos os setores ligados à observação de aves.

O Espírito Santo é um destino importante como produto turístico no cenário nacional, com 654 espécies de aves cadastradas e 21 pontos de observação. A espécie Saíra-apunhalada (Nemosia rourei) é o grande atrativo, já que a ave foi avistada no Estado depois de 100 anos sem registros.

O secretário de Turismo, Dorval Uliana, explica que esta é a primeira vez que o Espírito Santo participa da feira. “Esta é uma atividade que mobiliza pesquisadores, fotógrafos e apaixonados pelas aves e nosso Estado tem o bem maior, que é a variedade de pássaros, inclusive raros, além de ser um destino organizado para bem receber estes turistas”, afirma Uliana.

O secretário destaca que neste ano foram capacitadas 40 pessoas para atuarem como condutores de observadores de aves, resultado de uma parceria da Setur com o Sebrae.

O secretário de Meio Ambiente, Fabrício Machado, enfatiza a utilização dos parques para a prática de observação de aves, destacando que o Espírito Santo conta com unidades de conservação importantes para este tipo de atividade turística. “Nossa visão é a auto-sustentabilidade, ou seja, deixar o público usufruir sem destruir, movimentando o turismo e a educação ambiental”.

No Espírito Santo, 21 municípios são mapeados para a realização de avistamento de aves. A maior parte das atividades é realizada em parques, como o Parque Nacional do Caparaó e de pedra Azul, por exemplo.

Confira os pontos de observação de aves no Espírito Santo:

– Afonso Cláudio
– Santa Teresa
– Domingos Martins – Parque Estadual de Pedra Azul
– Aracruz – Estação Biologia Marinha Augusto Ruschi
– Serra – Área de Proteção Ambiental Mestre Álvaro
– Divino de São Lourenço – Parque Nacional do Caparaó
– Ibitirama – Parque Nacional do Caparaó
– Iúna – Parque Nacional do Caparaó
– Irupi – Parque Nacional do Caparaó
– Ibatiba – Parque Nacional do Caparaó
– São José do Calçado – Parque Nacional do Caparaó
– Jerônimo Monteiro – Parque Nacional do Caparaó
– Muniz Freire – Parque Nacional do Caparaó
– Dores do Rio Preto – Parque Nacional do Caparaó
– Guaçuí – Parque Nacional d Caparaó
– Alegre – Parque Nacional do Caparaó e Parque Estadual da Cachoeira da Fumaça
– Conceição da Barra – Parque Estadual de Itaúnas
– Cachoeiro do Itapemirim
– Linhares – Reserva Natural Vale
– Guarapari – Parque Estadual Paulo Cesar Vinha
– Itarana

Conteúdo Publicitário
Compartilhe

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!