20.5 C
Vitória
domingo, 13 junho, 2021

ES decide trocar AstraZeneca pela Pfizer para vacinar gestantes

Após recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para suspender o uso da vacina da AstraZeneca em gestantes, o Governo do Espírito Santo anunciou mudanças nas vacinas utilizadas para este público-alvo.

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesa) decidiu acatar a recomendação e suspende, a partir deste terça-feira (11), a aplicação em todo o Estado da vacina Covishield (Oxford/Fiocruz), conhecida como AstraZeneca. A suspensão será mantida até que ocorra uma nova orientação por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde.

“Diante da suspensão da aplicação e do incremento em maiores volumes da chegada da vacina da Pfizer, o Governo do Espírito Santo decide encaminhar, no dia de hoje, a organização da vacinação macrorregional das gestantes, que ainda não foram vacinadas, com a vacina da Pfizer”, explicou o secretário de Saúde.

Nésio destacou ainda que o Espírito Santo não registrou nenhum evento adverso grave com a vacina da AstraZeneca em gestantes. As grávidas que já receberam o imunizante, segundo ele, devem acompanhar os sintomas.

“O nosso plano estadual de imunização, a subsecretaria em Vigilância e Saúde, junto com as superintendências regionais, já estão organizando junto aos municípios como se dará a operacionalização da aplicação da vacina da Pfizer nas gestantes que ainda não receberam o imunizantes. Aquelas que já receberam, devem acompanhar os sintomas e observar a ocorrência de eventos adversos”, orientou.

Em vídeo, o secretário de saúde Nésio Fernandes esclareceu sobre a medida adotada. Confira.

*Por Munik Vieira

- Publicidade -

Matérias relacionadas

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade