26.1 C
Vitória
sexta-feira, 3 abril, 2020

Enxaqueca é a terceira maior causa de incapacidade no mundo

Leia Também

Número de casos de covid-19 sobe para 7.910 e mortes chegam a 299

Nas últimas 24 horas, foram 58 novas mortes. O resultado é o maior série histórica. Quanto ao perfil das vítimas, 58% eram homens e 42%, mulheres.

Coronavírus pode reduzir exportações em US$ 18,6 bi, informa CNI

A projeção inicial foi baseada na estimativa de que o PIB global encolherá 1,1% em 2020. A quantidade exportada deve cair 56 milhões de toneladas.

Governadores do Sul e Sudeste cobram ações econômicas à União

Representantes legam queda em suas arrecadações e demandam do Governo Federal uma maior ação pelo fato da maior parte dos tributos serem destinados a União.

Ales: Fundo de Aval em pauta na segunda sessão virtual

Projeto de Lei autoriza o Estado a aportar R$ 100 milhões em Fundo Privado de Aval que será operado pelo Bandes. Outras quatro prostas também serão votadas.

Segundo especialista, se não tratada, a enxaqueca constante pode atrapalhar as tarefas do dia a dia

A enxaqueca está entre os problemas mais incapacitantes do mundo, de acordo com o Burden of Disease Study. A dor pode ser esporádica ou crônica, e a doença pode ocorrer com aura ou sem aura — um sintoma neurológico, focal e transitório, como, por exemplo, uma alteração visual que dura de cinco a 20 minutos geralmente.

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, a doença afeta cerca de 31 milhões de pessoas no Brasil, o equivalente a 15% da população, a maioria delas com idades entre 25 e 45 anos. Entre as mulheres, o problema chega a até 25%, mais que o dobro da prevalência entre os homens. Inicialmente, a dor pode ser facilmente confundida com a de uma cefaleia comum.

André-Félix
O especialista André Félix diz que para quem sofre de enxaqueca, o impacto social, econômico e emocional é inevitável. – Foto: Divulgação

O especialista em dor crônica, André Félix, explica as principais características da enxaqueca: “Uma crise típica, tem duração de 4-72 horas, e a dor tem localização unilateral, qualidade pulsátil, intensidade moderada ou grave, muitas vezes é acompanhada de náuseas, vômitos, febre, calafrios, dor, suor e sensibilidade à luz (fotofobia), som (fonofobia) ou movimento, tornando-a diferente de outras dores de cabeça como a do  tipo tensional.”, destaca ele.

Félix alerta que, para quem sofre de enxaqueca, o impacto social, econômico e emocional é inevitável. A pessoa passa a não prestar mais atenção nas coisas, não consegue render no trabalho ou passa a faltar constantemente, não estuda bem e pode até ter certas áreas da memória afetadas.

E você sabia que alguns alimentos podem desencadear as crises? O médico afirma que um dos principais gatilhos está associado à alimentação, além de evitar jejum prolongado alguns alimentos tem sido bastante correlacionados.

“O consumo de álcool em geral, chocolate, vinho tinto e café”, orienta. O especialista em dor crônica acrescenta, ainda, que uma dieta de qualidade e balanceada é fundamental no programa de manejo da dor. “O baixo consumo de alimentos processados e carboidratos é imprescindível, importante haver um equilíbrio no consumo de frutas, vegetais, grãos, sementes, nozes, peixes, gorduras insaturada, rica em nutrientes e antioxidantes”, explica.

Publicidade

ES Brasil Digital

ES Brasil 174
Continua após publicidade

Fique por dentro

IPRF: prazo para entrega é prorrogado pelo governo

O prazo para a entrega do IPRF foi alterado para 30 de junho, mas mesmo tendo mais tempo, não deixe para a última hora. Saiba mais!

Inspire-se: aprenda a poupar e a investir com bons livros

Conheça alguns títulos que podem ajudar a você e a sua família a entrar nos eixos Mesmo com tantos bons exemplos nas prateleiras das...

Como proteger os dispositivos e garantir uma navegação segura

No dia em que se comemora o Dia da Internet Segura, especialista em tecnologia dá dicas para evitar violações na rede ao utilizar o...

Ibovespa caminha para pior mês desde 1998

Na tarde de hoje (31), Ibovespa acumulava em março perda de cerca de 28%, que se mantida representará o pior desempenho mensal desde 1998.

Vida Capixaba

Semana Santa marcada pela tradicional torta capixaba

A tradicional Torta Capixaba, um dos pratos mais tradicionais da época, será vendida nos estabelecimentos, apesar da crise causada pelo novo coronavírus.

Tempo: o que esperar para abril?

O mês de abril será marcado por temporais, chuvas volumosas e potencial para alagamentos. O mês começa com alerta e situação de perigo para chuvas fortes.

Camerata Sesi apresenta a live: “Café com Maestro”

Com o tema “Os benefícios da música na educação musical”, o maestro Leonardo David convida a musicista Fabi Cruz para a live nesta quarta (01), às 17h

Livros disponibilizados gratuitamente. Confira como acessar!

A Amazon, em parceria com autores, liberou o acesso às obras mais clássicas da literatura. Basta fazer o download e lê-los onde quiser!
Continua após publicidade