20.9 C
Vitória
quarta-feira, 20 outubro, 2021

Empresário de Barra de São Francisco é destaque na Forbes Brasil

Empresário e a esposa investiram em uma rede de cafeteria, que tem 66 unidades no Brasil, querem ser a ‘Starbucks brasileira’

Por Samantha Dias 

A história de empreendedorismo de Lucas Moreira, empresário capixaba, nascido em Barra de São Francisco, foi, recentemente, destaque no site da Revista Forbes Brasil, uma das mais conhecidas e importantes revistas de negócios do país.

Lucas é, junto com sua esposa, sócio-fundador de uma rede de franquias especializada em bebidas e alimentos prontos para o consumo, com 66 unidades em São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e, é claro, no Espírito Santo. Além da unidade de Barra de São Francisco, a rede possui ainda unidades em Vitória, Vila Velha e, em breve, em São Mateus e Colatina.

A matéria publicada no renomado site de negócios conta a história de empreendedorismo de Lucas e de sua esposa, Brunna Farizel. Eles chegaram à falência após alguns negócios mal sucedidos e hoje têm uma rede de cafeteria e querem se tornar a ‘Starbucks brasileira’.

Na história do casal, falência e muitas dívidas ao longo do caminho. Eles abriram juntos uma empresa de comunicação, sem o apoio da família, e não tiveram o retorno que imaginavam, porque a empresa começou a dar problemas logo no primeiro mês. Sem recursos, decidiram viajar para São Paulo para comprar roupas e revender no estado. Depois de algum tempo e sem conhecimento de capital de giro, a dívida já somava R$13 mil.

Decidiram, então, se mudar para São Paulo, onde conseguiram emprego com carteira assinada. Mas a vontade de empreender novamente veio com a gravidez de Brunna.

Fundada em 2018, a rede de cafeteria tem crescido exponencialmente e, em 2020, recebeu a entrada de Rogério Salume – fundador e sócio da Wine.com.br, como novo sócio. Os valores de investimentos não são informados, mas o valuation já ultrapassa R﹩ 15 milhões.

A rede cresceu 323% em unidades em 2020 e 190% em faturamento – R$ 22 milhões em 2020, com o objetivo de aumentar essa receita em 200% em 2021, mesmo em meio à pandemia. Para 2021, a meta é alcançar a marca de 100 lojas, conquistar três novos estados e aumentar o faturamento.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade