22.1 C
Vitória
sexta-feira, 3 dezembro, 2021

Emprego na indústria cresce pelo 13º mês

O emprego na indústria não cai há 13 meses, ou seja, em mais de um ano o número de vagas sempre vem apresentando crescimento, mês após mês

Por Samantha Dias 

Além disso, outros números revelados na pesquisa Sondagem Industrial, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), indicam recuperação.

Em julho, a produção industrial apresentou crescimento pelo terceiro mês consecutivo, e a utilização da capacidade instalada – sem ter estrutura ociosa – é a melhor para essa época do ano desde 2013. A evolução da produção industrial cresceu 1,7 ponto em relação a junho e fechou em 53,7 pontos, acima da linha de 50 pontos, o que indica aumento da produção. O indicador varia de 0 a 100 pontos, sendo 50 pontos a linha de corte. Quanto mais acima da linha divisória, maior e mais intenso é o aumento da produção na comparação com o mês anterior.

O índice de evolução do número de empregados alcançou 52 pontos. Nos últimos 13 meses o indicador de evolução do número de empregados ficou acima da linha de 50 pontos, o que revela alta do emprego industrial frente ao mês anterior. Além disso, a utilização da capacidade instalada (UCI) ficou em 71%, a maior para o mês de julho em oito anos.

As expectativas do empresário são positivas. A indústria espera crescimento da demanda e das exportações e, com isso, também espera aumentar seu número de trabalhadores e suas compras de matérias primas para a produção

Mas o estoque continua preocupando. O nível caiu em julho e permaneceu abaixo do planejado pelas empresas, mas não se compara à situação enfrentada no segundo semestre de 2020, quando a falta de insumos atingiu o ponto mais crítico.

Espírito Santo

A produção industrial do Espírito Santo cresceu 11,3% no primeiro semestre de 2021, de acordo com pesquisa do IBGE. O Índice de Confiança do Empresário Industrial do Espírito Santo (ICEI-ES) atingiu 60,8 pontos em agosto de 2021, após aumento de 0,5 ponto em relação a julho. Com essa alta, o indicador se distancia ainda mais da linha divisória dos 50 pontos, indicando que os empresários industriais do Espírito Santo se mostram ainda mais confiantes.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade