20.5 C
Vitória
segunda-feira, 17 maio, 2021

MEC e Sebrae ensinam empreendedorismo nas escolas

O Ministério da Educação (MEC) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) firmaram uma parceria para implantar e incentivar o desenvolvimento do empreendedorismo dentro dos conteúdos da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). A expectativa é que o projeto “Jornada de Formação em Empreendedorismo na Educação Formal” beneficie cerca de 4 milhões de estudantes e mais de 500 mil professores.

A cultura empreendedora vai ser estimulada no ambiente escolar a partir de quatro áreas: Empreendedorismo Inovador no Ensino Profissional e Técnico; Formação e Valorização de Profissionais da Educação e de Estudantes; Fomento a Ações de PD&I com Foco no Desenvolvimento Territorial; e Realização do Prêmio Nacional de Educação Empreendedora.

Os conteúdos e as áreas de conhecimento que serão trabalhados são: Referencial a partir da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), Currículo / Itinerários Formativos, Cultura Digital, Mundo do Trabalho e Projeto de Vida, Responsabilidade e Cidadania, Ética e Empreendedorismo.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, destacou a importância da educação profissional para o governo e afirmou que a parceria firmada é a conclusão de uma fase muito importante, que é gerar oportunidades aos estudantes da educação pública do país para que tenham condições para caminhar com seus próprios passos.

“O que estamos fazendo é a demonstração pública de um compromisso entre o Sebrae e o Ministério da Educação, com a finalidade de promover ações estruturantes para a curricularização do empreendedorismo e a formação de profissionais da educação básica e Educação Profissional e Tecnológica (EPT) nos temas relacionados à cultura empreendedora, ao projeto de vida e ao mundo do trabalho, que são temáticas importantes para a implementação do Novo Ensino Médio”, reforçou o ministro.

O diretor-presidente do Sebrae, Carlos Melles, afirmou que a pretensão da parceria é chegar a 25% dos mais de 2 milhões de professores do país, e que o Sebrae se sente muito orgulhoso em firmar a parceria com o MEC. “Quem ganha hoje é o Sebrae Nacional, é a micro e pequena empresa nacional, porque ao formar esse grupo, quem ganha é o Brasil”, disse Melles.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade