23.6 C
Vitória
sábado, 31 outubro, 2020

Auxílio emergencial elevou em 24% renda pré-pandemia, mostra pesquisa

Leia Também

Cresce o número de empregos no ES

Mais de 6,982 novas vagas de emprego foram criadas somente em setembro de 2020. Um respiro de alivio para a economia capixaba

CASACOR, profissionais capixabas são o destaque

Profissionais capixabas vão dominar o evento na edição de 2020

Uma a cada seis pessoas tem Covid no Estado

Estudo divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (SESA) aponta os níveis de contaminação do vírus aqui no Estado

Segundo estudo, dado destaca a pobreza e a desigualdade do país. Saiba mais!

As pessoas que recebem o auxílio emergencial, pago pelo governo federal durante a pandemia de covid-19, tiveram seus rendimento aumentados em 24% em relação ao que recebiam usualmente antes da pandemia. Os dados, divulgados hoje (30), são do Centro de Estudos em Microfinanças e Inclusão Financeira da Fundação Getulio Vargas (FGV).

O impacto do auxílio emergencial é maior no caso dos empregados informais, cuja elevação de renda proporcionada pelo auxílio chegou a 50%, passando de uma média de R$ 1.344 (pré-pandemia) para R$ 2.016.

“Para aqueles que receberam o auxílio emergencial, o acréscimo de renda mais do que compensou, pelo menos até o momento, as perdas de renda derivadas da crise. Isso não significa que o auxílio emergencial seja excessivo, mas sim que o nível de pobreza e desigualdade do Brasil é muito alto”, destaca o texto do estudo.

O levantamento mostra que alguns profissionais foram mais afetados pela pandemia, como cabeleireiros e manicure, que perderam, sem levar em conta o auxílio emergencial, 42% da renda usual. Vendedor ambulante (-38%), motorista (-36%), vendedor a domicílio (-33%), e artesão, costureiro e sapateiro (-33%), também tiveram quedas acentuadas em seus rendimentos.

De acordo com o estudo, o auxílio emergencial já foi pago a cerca de 64 milhões de brasileiros, de um total de 104 milhões de solicitações. “O número de pessoas que solicitaram o auxílio mostra que o volume de recursos do Bolsa Família pode não ser suficiente. Existe uma parcela da população que é bastante vulnerável, que não está sendo atendida”, destacou o coordenador do Centro de Estudos em Microfinanças e Inclusão Financeira da FGV, e um dos autores do estudo, Lauro Gonzalez.

“São pessoas que não são pobres suficientemente para estarem no Bolsa Família, mas que são pobres também, estão sujeitas aos efeitos negativos de choques, como esse que a gente teve na pandemia. Um mecanismo mais adequado [para corrigir isso] seria alguma coisa na linha de uma renda básica, abrangendo um número maior de pessoas”, acrescentou.

O levantamento foi feito com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Covid-19 realizada em junho de 2020 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Benefício

O benefício foi criado pelo governo federal para tentar reduzir os efeitos negativos na economia causados pela pandemia novo coronavírus, que obrigou o mundo a suspender diversos setores da atividade econômica. O auxílio é destinado a trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEIs), autônomos, desempregados e famílias integrantes do programa Bolsa Família. A parcela é R$ 600 ou de R$ 1,2 mil, para mães solteiras.

*Da Redação, com informações da Agência Brasil.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Guedes diz que ‘cartão vermelho’ de Bolsonaro não foi direcionado a ele

O ministro lembrou que, desde início, o presidente disse que não queria consolidar programas sociais para criar o Renda Brasil, e que foi uma decisão política

Setor de serviços cresce 5% de maio para junho, diz IBGE

O volume de serviços no país cresceu 5% em junho na comparação com o mês anterior. A alta veio depois de quatro quedas consecutivas...

Top 5 da sobrevivência

Disruptura. Definitivamente essa é palavra de ordem no universo da gestão. Após três meses convivendo com as bruscas mudanças nos processos de trabalho provocadas pela pandemia, proprietários dos setores da indústria e do comércio ainda não são capazes de mensurar o tamanho do estrago final que o novo coronavírus vai deixar

Empresa que vai gerir Parque de iluminação de Vila Velha será conhecida na próxima semana

O leilão que definirá a empresa que vai gerir o serviço nos próximos 20 anos será conhecida na próxima segunda-feira (03), na B3 (Brasil, Bolsa, Balcão), na Bolsa de Valores, em São Paulo.

Câmara aprova novamente programa de financiamento para pagamento de folha

A Câmara aprovou nesta quarta-feira, 29, a medida provisória que cria um programa de financiamento para o pagamento da folha salarial durante a pandemia de covid-19.

Contas externas têm saldo positivo de US$ 2,2 bilhões em junho

Foi o terceiro mês seguido de superávit. Saiba mais! As contas externas registraram saldo positivo em junho, informou hoje (28) o Banco Central (BC). O superávit em...

ES Brasil Digital

Capa ES Brasil 181
Continua após publicidade

Fique por dentro

Esse governo não vai aumentar os impostos, reitera Guedes

Ministro alegou que o imposto digital possibilitaria a desoneração da folha de salários para todos os setores

Ajuste fiscal passa por reformas que aumentam produtividade, diz Bruno Funchal

Funchal disse que o teto dos gastos já endereçou o primeiro problema estrutural da questão fiscal brasileira

Pet – Um mercado sem crise

Segmento cresce na mesma proporção que o amor dos tutores por seus "filhos" A gente ama, cuida e não vive sem. Sendo eles pequenos, peludinhos...

Governo revisará projeção de queda do PIB para 2020 em novembro, diz secretário

"Todos os indicadores de atividade mostram um forte recuperação em V da economia", afirmou Waldery

Vida Capixaba

Diversão em Cena

Final de semana regado a teatro, música e brincadeiras inspirados no Dia das Bruxas

Semana do Plástico, evento é confirmado

Evento será entre os dias 23 e 27 de novembro, em formato híbrido, com debates sobre o tema “O plástico e a economia circular”

AVC, prevenção é o melhor tratamento

Campanha lembra a importância da prevenção do AVC com a prática de exercícios físicos 

Semana Lixo zero promove ação em cidades capixabas

Ação tem como tema "Lixo Zero Inspira Minha Cidade” e acontece em mais de 100 cidades em todo país
Continua após publicidade