20 C
Vitória
quarta-feira, 21 outubro, 2020

E-Tron Sportback chama atenção em silêncio

Leia Também

O que as empresas de sucesso podem ensinar para a sua vida

A principal qualidade das empresas, a partir da qual se permite o crescimento quase que ilimitado dos negócios é a organização e o método

Oratória para Empreendedores – Uma poderosa ferramenta para vender ideias!

A forma do empreendedor se expressar é fundamental para o marketing pessoal e de relacionamento

Crimes ambientais cometidos por pessoas jurídicas

Meio ambiente envolve todas as coisas vivas e não vivas que ocorrem na Terra, ou em alguma região dela, que afetam os ecossistemas e a vida dos humanos.

O painel se destaca pelo desenho e funcionalidade. O acabamento interno tem revestimento de couro, alcântara e alumínio

Por Vagner Aquino (AE)

Depois de lançar o SUV elétrico e-tron no Brasil, a Audi está trazendo o e-tron Sportback. Segundo modelo da família, a novidade é fabricada na Bélgica e oferecida no País nas versões Performance, por R$ 511.990, e Perfomance Black, a R$ 551.990, preços para a modalidade de venda direta (diretamente da fabricante). Com todos os equipamentos disponíveis, como na unidade avaliada, a tabela do carro é de R$ 614.390.

O pacote tecnológico, formado por itens como head-up display e assistente de visão noturna, custa R$ 26 mil, por exemplo. No modelo testado pelo Jornal do Carro também havia câmeras no lugar dos espelhos retrovisores. O sistema, que exige algum tempo para adaptação pelo motorista, projeta as imagens em telas localizadas nas portas e sai por R$ 13 mil.

A Audi informa que usará o e-tron Sportback para atrair um público mais jovem. Em relação ao SUV, o novo modelo tem porta-malas menor (555 litros, ante 600 l) e é 1 cm mais baixo (1,62 m). O comprimento (4,9 m) e a largura (2,04 m) dos dois carros são iguais.

Nas ruas, apesar da ausência de ruído dos dois motores elétricos, a novidade não passa despercebida. Com estilo de sobra, o e-tron Sportback é igual ao irmão da grade dianteira, com desenho octogonal e pintada de preto brilhante, até a coluna “B”. Há faróis de LEDs (opcionalmente há os de LEDs Matrix, de acendimento seletivo), rodas de liga leve de 21 polegadas, grandes pinças de freio pintadas de um tom alaranjado e lanternas de LEDs que ligam uma ponta a outra da traseira.

O espaço na cabine é suficiente para acomodar cinco ocupantes sem aperto. A caída acentuada da linha de teto não compromete a área para a cabeça de quem viaja no banco de trás. O painel se destaca pelo desenho e funcionalidade. O acabamento interno tem revestimento de couro, alcântara e alumínio.

Há recursos eletrônicos avançados por toda parte. É o caso da assistência à direção e do auxílio à condução, que alerta e corrige o volante em caso de mudança involuntária de faixa (quando a seta não é acionada).

Obstáculo à frente? Não há problema: o e-tron Sportback reconhece e freia sozinho. Mas nem por isso dá para largar o volante – o carro tem nível 2 de condução autônoma, o que requer intervenção do motorista.

O sistema de entretenimento e informação está todo reunido em telas. A central tem 10,1 polegadas e, abaixo dela, há outra, de 8,6″, na qual ficam os controles do ar-condicionado com quatro zonas de atuação. As duas são sensíveis ao toque.

Há ainda o sistema MMI Navigation Plus, que inclui navegador GPS e conexão por Bluetooth e é compatível com as plataformas Apple CarPlay e Android Auto. O equipamento de som, Bang & Olufsen 3D, garante ótima reprodução.

As baterias de íons de lítio com 95 kWh ficam alojadas sob o assoalho. A recarga pode ser feita em tomadas convencionais, mas nesse caso requer 40 horas para ser concluída. Segundo informações da Audi, os compradores costumam optar pelo wallbox, de 11 kW, que faz a recarga em 8h30. Em estações rápidas de 150 kW, o procedimento leva apenas 30 minutos para completar 80% de carga. É possível encontrar os locais por meio de um aplicativo para smartphones.

Com a carga completa, a autonomia chega a 446 quilômetros – 10 km a mais que no SUV. Esses números podem variar de acordo com a forma como o motorista dirige e as condições da pista, entre outros fatores.

É possível modular a força de frenagem por meio de aletas atrás do volante. O sistema de recuperação de energia funciona como uma espécie de dínamo. Quanto maior for a intervenção, mais eletricidade será enviada às baterias.

Há 36 módulos de baterias responsáveis por fornecer tensão aos dois motores elétricos, um em cada eixo. A potência total, equivalente a 408 cv, é a mesma disponível no e-tron.

E, assim como no SUV, o torque máximo é de 67,7 mkgf. Desse total, 31,5 mkgf são gerados pelo motor dianteiro e 36,2 mkgf, pelo traseiro.

EM MOVIMENTO

Logo após assumir o volante é possível perceber predicados como a boa dirigibilidade e a ampla visibilidade. Quando se pisa forte no acelerador, a velocidade aumenta rapidamente – para acelerar de 0 a 100 km/h o e-tron Sportback precisa de apenas 5,7 segundos, de acordo com dados da Audi.

E, assim como qualquer outro veículo 100% elétrico, o torque total está disponível instantaneamente. Essa força é gerenciada pelo Audi Drive Select.

Há sete opções de modos de direção, que vão do econômico ao puramente esportivo. Em vez de alavanca de câmbio convencional há um joystick, com posições de marcha para a frente, neutro e ré. A velocidade máxima é limitada eletronicamente a 200 km/h.

A suspensão a ar adaptativa é muito eficiente. O sistema garante firmeza ou maciez na medida certa, de acordo com a necessidade, sem exigência de intervenção do motorista.

A bordo, o silêncio impera. Graças ao ótimo revestimento acústico, o único ruído perceptível, do vento contra a carroceria não passa de um leve zunido.

Contribui para o bom resultado o desenho aerodinâmico da carroceria, cujo Cx é de apenas 0,25. Quanto mais baixo for o número, melhor.

A tração integral e o baixo centro de gravidade, por causa das baterias sob o assoalho, colaboram para garantir excelente estabilidade. A sensação de segurança a bordo é total. O e-tron Sportback pesa 2.655 kg e as baterias, cerca de 700 kg.

 

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Mais Motores

Suzuki lança Grand Vitara 2015

Modelo vem nas versões Limited Edition e Special Edition O Suzuki Grand Vitara chegou à linha 2015 e, mesmo não tendo recebido...

Ducati abre pré-venda para Panigale V4 Speciale no Brasil

Ducati Panigale V 4 Speciale vem com numeração gravada em cada uma das unidades exclusivas Com apenas 1.500 unidades exclusivas e numeradas fabricadas no mundo,...

Dodge Journey, conforto e tecnologia

Quem aprecia carros de design arrojado, com linhas retas e alongadas, sem abrir mão de conforto e tecnologia precisa conhecer o Dodge Journey. O...

Blogs e colunas

Desemprego a passos largos

“Quando entramos na pandemia já existia cerca de 11 milhões de desempregados",disse o conselheiro do Corecon-ES Vaner Corrêa O desemprego bateu recorde e encerrou o...

Valorização da autoestima da mulher em campanha da agência África para Marisa

A marca vai realizar no sábado (24) a segunda edição do Dia Rosa, com destinação de parte das vendas de qualquer lingerie ao Protea.

MP assina campanha Outubro Rosa para Afecc

"A vida mudou. Os cuidados com ela, não", a campanha aborda a importância de se manter a prevenção ao câncer