18.3 C
Vitória
domingo, 14 DE julho DE 2024

Marcos do Val volta as redes sociais e comemora: “Preparem os corações”

Senador capixaba Marcos do Val reapareceu nas redes sociais após suspensão por quase 11 meses

Por Robson Maia

O senador capixaba Marcos do Val (Podemos-ES) está de volta às redes sociais. Em uma publicação no Instagram, o parlamentar afirmou que teve todas as suas redes sociais reativadas após quase 11 meses de proibição por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) que investiga a participação de Do Val no inquérito das fake news e na suposta tentativa de golpe de Estado.

- Continua após a publicidade -

Na publicação em que celebra o retorno às redes sociais, Do Val destacou que recebeu autorização para a reativação de suas contas. O parlamentar citou ainda que poderá voltar a espalhar mensagens para um número maior de pessoas.

“Redes sociais liberadas. Voltamos. Preparem seus corações! (…) Voltamos e conto com essa legião de amigos seguidores para que nossa mensagem alcance o maior número de pessoas possíveis. Estamos juntos mais uma vez!”, escreveu na legenda.

Poucas horas depois, o senador publicou um vídeo em que pede aos seguidores para espalharem a notícia de que suas redes foram reativadas. Segundo ele, o retorno seria uma vitória diante da “batalha” travada ao longo dos últimos meses.

“Como dizem, quem é vivo sempre aparece. Depois de onze meses sendo censurado, tem coisas que não dá pra acreditar… Mas a batalha não parou em nenhum minuto. Eu só não podia e não tinha como comunicar a vocês, porque tiraram todas as minhas redes sociais e me proibiram de dar até entrevistas, para me calar mesmo, censurar total. […] Mas quero dizer a vocês que não morri. Eu envergo, mas não quebro”, disse Do Val.

Entenda o caso

No dia 15 de junho do último ano, Do Val teve suas contas nas redes sociais bloqueadas após determinação do ministro Alexandre de Moraes, responsável por relatar o inquérito que apura os atos ocorridos no dia 8 de janeiro de 2023, quando a Sede dos Três Poderes, em Brasília (DF), foi atacada por manifestantes que contestavam o resultados da eleição presidencial.

A investigação, que corre em sigilo, resultou na suspensão das redes sociais do senador capixaba.

Do Val ainda foi alvo de mandados de busca e apreensão, tanto no Espírito Santo quanto em Brasília, após Alexandre de Moraes autorizar a operação. O senador teve, na ocasião, o celular apreendido por agentes da Polícia Federal (PF).

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA