23 C
Vitória
domingo, 27 setembro, 2020

Divórcio Colaborativo: menos brigas e mais diálogo

Mais Artigos

Economia brasileira: vítima dos personalismos de governo

É lamentável ter que testemunhar episódios como o da criação do TRF-6 Por Arilda Teixeira Aqueles que acreditam que a combinação de república democrática com economia...

Congresso Nacional

O que se observa hoje é que o tempo político, a necessidade de continuidade de posições políticas eleitoreiras de vários membros do Congresso e até da presidência da república

Cuidado com a imagem da sua empresa!

Uma organização, pequena ou grande, está baseada primordialmente naquilo que é o seu objetivo

Eleições Municipais: Vereadores e Prefeitos

É fundamental, nas eleições, escolher e votar em candidatos que estejam comprometidos com nossas cidades

Por mais doloroso que seja passar por um divórcio, essa modalidade mostra que é possível fazer isso da forma mais harmoniosa possível

Por Sândala Almonfrey

Todo final de um casamento traz consigo, de forma geral, uma grande e pesada carga emocional. Em tempos de pandemia, com os nervos ainda mais à flor da pele, esse processo tende a tornar-se ainda mais difícil e delicado.

Para tentar minimizar os efeitos negativos e dolorosos da separação, tem crescido em todo o país, especialmente neste momento, a procura por um modelo de divórcio eficiente, mais rápido e menos desgastante: o Colaborativo. Além de gerar benefício mútuo na hora de acertar o término da parceria conjugal, a modalidade contribui para reduzir o desgaste do casal e o sofrimento dos filhos durante todo o processo.

Menos agressiva à família, a prática envolve a atuação de uma equipe de profissionais, não só da área de Direito, mas também de Saúde. Assim, além de advogados, entram em ação especialistas em Psicologia e Finanças que, fornecendo apoio coordenado e orientação, ajudam o casal a desacelerar, refletir e se concentrar em seus valores, fazendo boas escolhas, trabalhando junto de maneira construtiva, evitando os tribunais, planejando o futuro.

Todo esse aparato é mobilizado porque entende-se que a forma consensual, amigável, não adversarial e interdisciplinar de tratar o assunto conduz a resultados muito mais positivos para pais e filhos. No Divórcio Colaborativo, todas as questões que envolvem a separação, tais como como guarda de filhos, convivência, moradia, pensão e partilha de bens e outras, são resolvidas extrajudicialmente, fora do poder judiciário. Um documento único estabelecendo todos os aspectos do divórcio é redigido e encaminhado ao juiz, quando há envolvimento de filhos menores ou incapazes.

Dentre os resultados positivos estão menos perdas emocionais e financeiras para ambas as partes. Também preserva, psicologicamente, os filhos de quem decide terminar um casamento.

Por mais doloroso que seja passar por um divórcio, essa modalidade mostra que é possível fazer isso da forma mais harmoniosa possível. Afinal, assim como ocorre durante o casamento, fatores como integridade, dignidade e respeito mútuo podem e devem se manter também diante de um rompimento irremediável.

Dra. Sândala Almonfrey é Advogada especialista em Direito de Família

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Agências da Caixa não abrem neste sábado

Diferentemente das últimas três semanas, as agências da Caixa Econômica Federal não abrirão neste sábado (26) para saques do auxílio emergencial e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Economia: pedidos de seguro-desemprego caem 11,6% na 1ª quinzena de setembro

O custo de cada parcela adicional é estimado em R$ 8,35 bilhões, segundo cálculos da equipe econômica obtidos pelo Broadcast

‘Vamos fazer programa de substituição tributária’, diz Guedes

Ricardo Barros (PP-PR), afirmou ainda que não haverá aumento de carga tributária na proposta de reforma que o governo construirá

Conab avalia que Brasil terá segunda maior safra de café em 2020

O 3º Levantamento da Safra 2020 de Café, divulgado hoje (22), em Brasília, pela Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), foi estimado em 61,6 milhões...

Vida Capixaba

Cirurgia inédita no Estado para tratar tumores de pulmão

O procedimento é inovador! Chamado de lobectomia uniportal por vídeo, o procedimento será realizado no dia 26 de setembro. 

Farol Santa Luzia e Igreja do Rosário são reabertos com novas regras de visitação

A reabertura dos pontos turísticos capixabas acontece aos poucos e na última quarta feira (23) mais dois, localizados em Vila Velha, reabriram para visitação depois de ficarem fechados por meses, em consequência da pandemia do novo Coronavírus.

Difícil controlar o estresse na pandemia?

Na semana em que se comemora o dia Dia Mundial de Combate ao Estresse (23) resultados de estudos comprovam que nos últimos seis meses, devido à pandemia do COVID, a demanda por medicamentos para estresse, depressão e insônia, aumentou.

Terminam hoje inscrições para II Encontro Capixaba de Pesquisa em Educação Ambiental

Voltado para estudantes, pesquisadores, professores e demais educadores ambientais, o encontro será realizado de quarta-feira (23) a sexta-feira (25) de forma virtual devido às medidas de prevenção ao novo Coronavírus (Covid-19).