19.1 C
Vitória
domingo, 31 maio, 2020

Declínio do pedal de embreagem

Leia Também

É preciso suplementar o que não conseguimos ingerir pela alimentação

Além da maioria das pessoas não se alimentarem corretamente, existem muitos nutrientes que nosso corpo não consegue produzir sozinho e são essenciais para a nossa vitalidade.

Crise econômica causada pelo novo coronavírus faz desemprego chegar a 12,6%

De acordo com o IBGE, são aproximadamente 4 milhões de brasileiros fora do mercado de trabalho nesse trimestre.

Lugar de homem é na cozinha

A arte de combinar ingredientes e temperos tem atraído mais e mais homens Em restaurantes ou em ambientes domésticos, é cada vez mais comum ver...

Campanha visa a arrecadar alimentos para ajudar pessoas em situação de rua

Ao todo, serão entregues 150 almoços, com suco, água e sobremesa, e também um kit de higiene às pessoas em situação de rua.

Os números são parciais e podem mudar ao longo do ano. Mas apontam fortemente para a consolidação de uma tendência que vem ganhando força no País há bastante tempo

Por Tião Oliveira (AE) – Neste ano, 52,4% de todos os automóveis vendidos no Brasil saíram de fábrica com câmbio automático. É a primeira vez que isso ocorre. Os dados se referem aos emplacamentos de carros de passeio, picapes e SUVs nos quatro primeiros meses de 2020, incluindo os modelos para PCD. As informações são da IHS Markit, consultoria especializada no setor de veículos.

Os números são parciais e podem mudar ao longo do ano. Mas apontam fortemente para a consolidação de uma tendência que vem ganhando força no País há bastante tempo.

Em 2010, apenas 10,6% dos automóveis vendidos no Brasil tinham câmbio automático. O avanço ganhou mais força a partir de 2014, quando 23,5% dos automóveis emplacados no País eram automáticos. Em 2019, batemos na trave, com 49,5% de participação.

É quase certo que a tendência registrada no primeiro quadrimestre se consolide. Se isso ocorrer, será o primeiro ano da história em que as vendas de automáticos vão superar a de carros com câmbio manual.

Há risco, ainda que pequeno, de que esse avanço perca fôlego. E o motivo tem nome e sobrenome: novo coronavírus.

A explicação é simples. O mundo emergirá da pandemia mais pobre do que submergiu. Um dos sinais vem da Comissão Europeia. O produto Interno Bruto (PIB) gerado pelo bloco deverá recuar 7,7% em 2020.

“Alguns comportamentos do consumidor do futuro vão mudar, porque novas ansiedades e dores vão surgir dessa pandemia” disse em entrevista ao jornal O Tempo o presidente da FCA para a América Latina, Antonio Filosa. Segundo o executivo, uma mudança possível é o transporte público se tornar opção secundária para muitos consumidores. Esse comportamento foi observado na China.

Filosa acredita que o brasileiro deverá preferir andar com o próprio carro, o que pode dar impulso às vendas de modelos de entrada. E modelos mais baratos têm câmbio manual.

Presidente da Anfavea, associação que reúne as fabricantes de veículos do País, Luiz Carlos Moraes concorda. De acordo com ele, o brasileiro quer um carro mais completo, com tecnologias avançadas voltadas ao conforto e à segurança. Mas há a questão da perda de renda. “Pode ser que em um primeiro momento o consumidor opte por modelos mais simples.”

Moraes lembra que o carro é visto como uma “área de proteção” contra o novo coronavírus. “Está havendo uma mudança de comportamento da sociedade por causa da doença”, afirma. Segundo ele, ainda é cedo para saber como o consumidor irá reagir. “A consulta aos sites de venda de veículos continua alta. Há muitos consumidores querendo comprar”, diz.

Moraes lembra que várias marcas passaram a investir mais na oferta online de carros. Essa modalidade de negócio permite que o consumidor inclua o custo do seguro, por exemplo, na parcela do financiamento. O executivo afirma que o cliente busca por modelos específicos e tem clareza sobre os equipamentos que o veículo tem. “Ele sabe o que quer.”

MAIS VENDIDOS

Um dado curioso diz respeito ao ranking de automóveis mais vendidos do País com câmbio automático. No topo está a picape Toro, da Fiat. Das 65,5 mil unidades emplacadas em 2019, 98% tinham esse tipo de transmissão.

Em seguida vêm a linha Yaris, da Toyota, os Jeep Renegade e Compass e o Nissan Kicks. Veja a lista dos cinco mais vendidos no quadro a seguir.

MODELO TOTAL AUTOM. %

Fiat Toro 65.569 64.133 98

Toyota Yaris 67.450 63.361 94

Jeep Renegade 68.729 63.246 92

Jeep Compass 60.366 60.366 100

Nissan Kicks 56.063 52.106 93

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_176
Continua após publicidade

Fique por dentro

Crise econômica causada pelo novo coronavírus faz desemprego chegar a 12,6%

De acordo com o IBGE, são aproximadamente 4 milhões de brasileiros fora do mercado de trabalho nesse trimestre.

Prejuízo com fechamento de shoppings centers capixabas chega a R$ 1 bilhão

Os shoppings centers da Grande Vitória estão fechados desde o dia 19 de março, por meio de um decreto estadual a fim de conter a pandemia do novo coronavírus.

PIB está 4,2% abaixo do pico observado no fim de 2014, diz IBGE

O resultado, segundo a instituição, é resultado do primeiro trimestre teve forte impacto da pandemia do novo coronavírus.

Maia diz que auxílio emergencial deve ser prorrogado, mas teme redução de valor

O presidente da Câmara dos Deputados afirmou que há um embate explícito dentro do governo, e do próprio Parlamento, entre priorizar investimentos públicos e privados.

Vida Capixaba

Lugar de homem é na cozinha

A arte de combinar ingredientes e temperos tem atraído mais e mais homens Em restaurantes ou em ambientes domésticos, é cada vez mais comum ver...

Shoppings da Grande Vitória poderão abrir a partir de segunda (1º)

De acordo com a secretária de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Lenise Loureiro, a decisão foi tomada durante uma reunião da Sala de Situação de Emergência em Saúde Pública do Estado, realizada hoje. 

Como montar um cantinho lúdico e organizado para as crianças

Com as crianças em casa em tempo integral, as famílias se deparam com o desafio de manter a rotina de atividades escolares e brincadeiras.

Orquestra Sinfônica Sul Espírito Santo realizará apresentações on-line

A primeira apresentação da série "[email protected] Sinfônica In Live", será na próxima quinta-feira (04), a partir das 20h, pelas mídias sociais do projeto social Casa Verde.
Continua após publicidade