21.6 C
Vitória
segunda-feira, 15 DE julho DE 2024

Cruzeiro se aproxima do G4 e afunda Flu no rebaixamento

Com a vitória, o Cruzeiro alcança os 17 pontos enquanto o Fluminense permanece na zona de rebaixamento, com seis pontos

O Cruzeiro se aproximou do G-4 do Campeonato Brasileiro, ao vencer, nesta quarta-feira, o Fluminense, por 2 a 0, no Mineirão, em duelo válido pela décima rodada. Os dois gols foram marcados por William, um em cada tempo.

Com a vitória, o Cruzeiro alcança os 17 pontos, três atrás do líder Botafogo, enquanto o Fluminense permanece na zona de rebaixamento, com seis pontos.

- Continua após a publicidade -

As equipes começaram ofensivas desde o início da partida. Com forte marcação na saída de bola do rival e troca rápida de passes, as chances surgiram rapidamente.

Com dois minutos, o Fluminense já havia acumulado duas belas chances. Lima arriscou de longe e Anderson fez grande defesa. Na sequência, Marquinho mandou uma ‘bomba’ e a bola passou perto da trave direita.

O Cruzeiro respondeu rapidamente. Aos sete, Martinelli quase fez contra. Aos dez, Machado pegou rebote de escanteio e emendou forte e rasteiro. Fábio agarrou firme.

Com boa organização das jogadas de Renato Augusto, o Fluminense voltou a ter o domínio da partida. E criou três oportunidades. Anderson e João Marcelo quase marcaram contra, enquanto Cano levou perigo em chute colocado, que passou por cima do travessão

Mais uma vez o Cruzeiro reagiu e com chutes de fora da área. Verón e Lucas Silva forçaram o veterano Fábio a fazer boas defesas.

O jogo seguiu equilibrado, mas aos 35 minutos, William chutou e a bola bateu na mão de Thiago Santos. O VAR indicou o pênalti para o árbitro. William cobrou e Fábio quase defendeu: 1 a 0 Cruzeiro, aos 40 minutos. O Fluminense ‘acusou o golpe’ e poderia ter ido para o intervalo com desvantagem maior no placar

O início do segundo tempo também teve o Fluminense no ataque. Aos cinco minutos, Cano, de cabeça, obrigou Anderson a fazer bela defesa. O ímpeto da equipe carioca para buscar o empate quase causou um prejuízo maior.

Aos nove, Renato Augusto saiu jogando errado, Lucas Silva lançou Matheus Pereira, que errou a finalização diante de Fábio.

A disputa continuou frenética, com as equipes se revezando no campo de ataque criando situações de gol. Aos 19, Anderson faz bela defesa após cruzamento.

O forte ritmo dos times causou um aparente cansaço. Vários erros de passes foram cometidos e o nível técnico caiu na segunda parte da etapa final.

Fernando Diniz colocou Terans e Keno e jogou o Fluminense para o ataque com o sistema 4-2-4. Já o Cruzeiro ficou fechado em seu campo na espera de um eventual contra-ataque. Mesmo desorganizados, os cariocas tentaram forçar, mas não tiveram sucesso para superar a bem postada zaga mineira.

Aos 47, a vitória cruzeirense foi definida em uma escapada de William, que finalizou bonito para fazer 2 a 0. Um golaço. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA