27.1 C
Vitória
terça-feira, 16 agosto, 2022

Covid-19: Vitória é a primeira cidade capixaba a atingir o ‘risco muito baixo’

esbrasil_vitoria
Vitória é a primeira cidade da Região Metropolitana a atingir o 'risco muito baixo' - Foto: Divulgação/Secom

Até esta quarta, Vitória já aplicou 771.095 doses contra a covid-19, sendo 323.596 primeiras doses, 321.605 segundas doses ou dose única e 118.855 doses de reforço

Por Wesley Ribeiro 

O município de Vitória alcançou, nesta quarta-feira, 5 de janeiro, todas as metas estabelecidas pela matriz de risco e é a primeira cidade da Região Metropolitana do Espírito Santo a ser classificada como “risco muito baixo” para a transmissão da covid-19.

As regras desta classificação, no entanto, só entram em vigor quando todos os municípios da microrregião, isto é, Cariacica, Fundão, Guarapari, Serra, Viana e Vila Velha também alcançarem as metas. Enquanto isso, seguem em vigor na Capital as regras do risco baixo.

Até esta quarta, Vitória já aplicou 771.095 doses contra a covid-19, sendo 323.596 primeiras doses, 321.605 segundas doses ou dose única e 118.855 doses de reforço.

Entre os vacinados, 109,18% da população adulta já recebeu as duas doses ou dose única. A porcentagem mínima estipulada pela norma técnica da Secretaria Estadual de Saúde era de 80%.

Vale lembrar que o percentual pode ultrapassar 100% porque muitas pessoas buscaram se vacinar em municípios vizinhos aos que residem.

Adolescentes

esbrasil_adolescente_vacina_covid-19
Adolescente sendo vacinada contra a Covid-19 – Foto: Reprodução

Entre os adolescentes com idade entre 12 a 17 anos, já foram aplicadas a primeira dose da vacina contra covid-19 em 90,23% desse público, cumprindo mais uma condição da portaria 211-R. Além disso, 90,06% dos idosos de Vitória já receberam a dose de reforço.

Outro requisito da norma técnica alcançado pelo município foram os locais de testes de covid-19, disponibilizados em diversas unidades de saúde, e no Centro de Testagem, na Ilha de Santa Maria.

O prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, agradeceu ao trabalhado dos profissionais da saúde. “É momento de comemorar com toda a cidade essa conquista. Parabéns aos trabalhadores da Saúde! Nosso lema desde o início foi ‘vacina chegou, vacina no braço’, e trabalhamos muito para que essa dose de saúde, esperança e vida chegasse para todos os munícipes”, disse.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade