20.5 C
Vitória
segunda-feira, 17 maio, 2021

Covid-19: chamadas por ambulâncias do Samu aumentam 250% em dois meses

A alta da covid-19 no Espírito Santo provocou um aumento de 250% no número de chamadas por ambulâncias do Samu no mês de abril, quando comparados a fevereiro. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa).

Em fevereiro deste ano, foram registradas 266 chamadas por ambulâncias para atendimento de pacientes decorrentes de casos de covid-19 e, em abril, esse número passou para 936.

Quando comparados com estatísticas registradas em outros períodos, os dados ficam ainda mais evidentes. Segundo a Sesa, entre 1º de janeiro e 27 de abril deste ano, a média diária de transporte de pacientes com covid-19 confirmada ou com suspeita da doença era de até 19 pessoas.

Segundo a coordenadora do SAMU 192, Julianna Vaillant Louzada Oliveira, a grande missão do serviço é garantir o acesso ao cidadão e dar a tratativa necessária para os atendimentos. O aumento no número de atendimentos reflete também na qualidade do serviço prestado. “Temos uma linha disponível para receber chamados. Nós treinamos nossos profissionais, treinamos agilidade, acolhimento, fazemos gestão das ocorrências dentro da nossa central de regulação, tudo isso para facilitar o acesso da população ao serviço”, destaca.

Segundo Julianna, todas as chamadas recebidas na central são classificadas por prioridades vermelha, amarela, verde e azul. “As de prioridade vermelha são as de atendimento imediato, onde o Samu disponibiliza a ambulância com equipamentos mais avançados. As de prioridade amarela são pacientes que podem aguardar pelo atendimento. Prioridade verde é baixa e prioridade azul é apenas com orientação, não sendo necessário o envio de ambulância” afirma a coordenadora.

Situação

Os dados do Samu reforçam a atual situação da pandemia no Espírito Santo. Até o momento, já foram registrados quase 440 mil casos confirmados de covid-19, sendo 9,5 mil mortes.

De acordo com o mais recente Mapa de Risco divulgado pelo governo estadual, dos 78 municípios capixabas, 56 estão classificados em Risco Alto e 22 em Risco Moderado. Não há mais municípios em Risco Extremo.

Governo do Estado anuncia expansão do SAMU

O governador do Estado, Renato Casagrande, anunciou, nesta semana, a expansão do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) em 14 municípios da Região Central/Norte do Espírito Santo. São eles: Água Doce do Norte, Águia Branca, Alto Rio Novo, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Colatina, Ecoporanga, Governador Lindenberg, Mantenópolis, Marilândia, Pancas, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha e Vila Valério.

A ação faz parte do programa estadual “SAMU para Todos”, que visa garantir assistência pré-hospitalar à toda população. Somente neste ano, as atividades foram iniciadas em 43 cidades de todas as regiões. Para a execução do serviço serão repassados R$ 8,73 milhões, sendo 60% cofinanciado pelo Estado e 40% pelo município. Já a Central de Regulação das Urgências e Emergências será única e totalmente gerida pelo Estado.

“Esse é mais um passo importante para que o SAMU 192 chegue a todos os capixabas. Com a inclusão desses 14 municípios chegamos a 96% de cobertura no Espírito Santo. É fundamental esse atendimento rápido e qualificado para que possamos aumentar o número de vidas salvas. Queria aproveitar para agradecer aos prefeitos e à prefeita que têm sido parceiros nesse momento difícil de pandemia, independentemente de partido ou ideologia. Também parabenizo aos secretários de saúde que estão nos ajudando muito nesse momento”, afirmou Casagrande, durante o evento virtual, transmitido ao vivo pelas redes sociais.

Para o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, o SAMU 192 fortalece os municípios capixabas, regionaliza os serviços, garante um melhor acesso e melhora a eficácia dos serviços de saúde no Espírito Santo.

“Quero destacar que é uma honra muito grande chegar nesse momento. Estamos entrando no nosso terceiro ano de governança, materializando e repassando os recursos para iniciação do SAMU 192 em mais cidades capixabas, chegando a 96% de cobertura. Com a implantação desse serviço, tudo que é considerado de urgência e emergência, será atendido pelo SAMU 192. Com isso, o tempo de resposta será adequado para termos um melhor atendimento para garantir vaga zero”, ressaltou Nésio Fernandes.

SAMU para Todos

O Governo do Estado instituiu em 2019, por meio do Decreto Nº 4548-R, a política estadual para a Rede de Urgência e Emergência, do componente Serviço Móvel de Urgência (SAMU 192), denominada de “SAMU para Todos”. O programa é uma estratégia de fortalecimento da regionalização e municipalização do SUS com a ampliação da governança e coparticipação tripartite da expansão do SAMU 192 para todo o território do Espírito Santo.

Quando acionar o atendimento móvel de urgência

Saber como e quando acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência contribui para que ele possa cumprir sua função principal, que é prestar socorro à população em casos de risco à vida. Ao acionar o serviço, é preciso que a pessoa esteja ao lado do paciente para que seja garantido um atendimento ágil e adequado à situação. Em alguns casos, o acompanhante mesmo pode iniciar o atendimento com orientação do médico regulador até que o socorro chegue ao local.

O SAMU 192 realiza atendimento pré-hospitalar com prioridade para casos de risco à vida, por isso as pessoas não devem passar trotes nem ocupar as linhas telefônicas para solicitar atendimentos que não tenham esse foco.

Acione o serviço em casos de:

– Parada cardiorrespiratória;
– Dor forte no peito (infarto);
– Dificuldade de respirar/engasgo;
– Suspeita de acidente vascular cerebral (derrame);
– Intoxicação (envenenamento);
– Queimadura grave;
– Choque elétrico;
– Acidente de trânsito com vítima;
– Queda grave e fratura;
– Afogamento;
– Surto psiquiátrico;
– Ferimento causado por arma de fogo ou arma branca;
– Trabalho de parto com risco de morte para a mãe ou para o bebê.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade