20.6 C
Vitória
sábado, 19 junho, 2021

Corregedoria adia decisão sobre Gilvan

Gilvan da Federal está sendo acusado de quebra de decoro parlamentar pela vereadora Camila Valadão. A Corregedoria se reuniu nesta quarta-feira

Por Josué de Oliveira

Eleita em fevereiro, a nova diretoria da Corregedoria da Câmara Municipal de Vitória realizou, nesta quarta-feira (2), sua segunda reunião do ano. Entre as demandas analisadas estava a ação da vereadora Camila Valadão (Psol). Ela acusa o colega Gilvan da Federal (Patriotas) de quebra de decoro.

Camila protocolou o pedido de representação por quebra de decoro em episódios de ataques verbais que sofreu durante sessão. Além disso, por ter tido a roupa criticada durante sessão em homenagem ao Dia da Mulher.

A decisão sobre a continuidade do julgamento retirada de pauta para não ter conflitos de interesses. Camila atualmente faz parte da Corregedoria e é a denunciante.

“O mandato da parlamentar solicitou ao Corregedor-Geral que seja feita uma diligência à Procuradoria para avaliar a forma de preenchimento da suplência da vereadora”, informou Camila por meio da sua assessoria.

Com isso, a Corregedoria volta a se reunir para analisar a representação contra Gilvan após posicionamento da Procuradoria da Casa.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade