22.9 C
Vitória
domingo, 23 junho, 2024

Corredor Verde e Amarelo: obras devem conectar Vila Velha

Previsão é de mais 22 quilômetros de ciclovias que se somarão aos 50 já existentes na cidade

Por Kebim Tamanini

Vila Velha será completamente conectada por mais de 22 quilômetros de ciclovias, em um projeto conjunto dos Corredores Verde e Amarelo, que estão recebendo investimentos de mais de R$ 90 milhões para melhorar a mobilidade urbana da cidade.

- Continua após a publicidade -

O Corredor Amarelo abrange 13 quilômetros de ruas em diversos bairros da cidade, com trabalhos de recapeamento, implantação de calçadas padronizadas e ciclovias. O prazo de entrega está previsto até 2026. Já o Corredor Verde contempla ainda os bairros Santa Mônica, Cocal, Glória, Divino Espírito Santo e Praia das Gaivotas com a construção de 11 quilômetros de ciclovias.

O prefeito Arnaldinho Borgo ressaltou a importância dessas obras para o desenvolvimento econômico, social e logístico da cidade. “Estamos interligando a cidade, e isso faz parte do nosso plano de mobilidade. Todas as intervenções foram planejadas e debatidas com a sociedade e os segmentos empresariais”, disse em março deste ano.

Desde junho do ano passado, as obras de interligação do Corredor Amarelo com o Corredor Verde estão em execução. O projeto inclui calçamento, recapeamento, sinalização e ciclovias nas avenidas Salgado Filho e João Mendes, bem como nas vias auxiliares, em um percurso de aproximadamente 11 quilômetros, com previsão de entrega até o final de 2024 ou início de 2025.

Previsão é de mais 22 quilômetros de ciclovias que se somarão aos 50 já existentes na cidade
Imagens do projeto. Foto: PMVV

Ciclovias

As obras que serão conectadas totalizará mais de 20 quilômetros de ciclovias. Atualmente, Vila Velha já conta com cerca de 50 quilômetros de faixas exclusivas, e essa expansão representa um avanço significativo para uma rede ciclável mais integrada.

Arnaldinho enfatizou que essas melhorias não só irão aprimorar a mobilidade dos cidadãos, mas também promoverão um ambiente urbano mais sustentável e saudável para pedestres e ciclistas.

Com a interligação dos Corredores Amarelo e Verde, espera-se não só facilitar o deslocamento dos moradores, mas também reduzir o congestionamento nas vias principais, oferecendo uma alternativa viável e ecologicamente correta para o transporte urbano.

Saiba mais…

Corredor Amarelo de Mobilidade Urbana

  • Vias: Serão 13 quilômetros de obras de requalificação de vias, contemplando diversas ruas e avenidas.
  • Bairros: Abrange vários bairros da cidade.
  • Investimento: R$ 48.626.863,75.

Corredor Verde de Mobilidade Urbana

  • Vias: O Corredor Verde inclui as avenidas Salgado Filho e João Mendes, entre outras.
  • Bairros: Santa Mônica, Soteco, Cocal, Glória, Divino Espírito Santo e Praia das Gaivotas.
  • Investimento: R$ 41 milhões.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA