22.9 C
Vitória
domingo, 29 novembro, 2020

Conab: produção de grãos na safra 2020/21 deve ser recorde

Leia Também

Hemoes Vitória fechará mais cedo neste domingo (29)

Os capixabas que quiserem fazer doação de sangue deve ficar atentos ao funcionamento do Hemoes, que terá horário especial

Protocolos sanitários continuam valendo para o 2º turno das Eleições 2020

Eleitores de 57 cidades voltam às urnas neste domingo (29) para escolher seus prefeitos no segundo turno das Eleições Municipais de 2020.

Eleitor que não votou no primeiro turno pode e deve votar no segundo

O eleitor que não votou no primeiro turno das Eleições Municipais de 2020 pode e deve votar no segundo turno.

A produção de soja deve alcançar 134,95 milhões de toneladas, confirmando o País como o maior produtor mundial da oleaginosa

A produção brasileira de grãos na safra 2020/21 deve atingir 268,94 milhões de toneladas, o que representa 11,9 milhões de toneladas, ou 4,6% a mais, do que a temporada de 2019/2020. Em relação ao volume estimado no mês passado, houve aumento de 269 mil toneladas. Com este resultado, o Brasil caminha para bater novo recorde na produção, segundo levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado nesta terça-feira, 10.

Conforme comunicado da Conab, a nova estimativa considera a recuperação da produtividade das culturas da soja e do milho da primeira safra. “Ambas foram severamente prejudicadas pela estiagem em 2019, sobretudo no Rio Grande do Sul”, diz a companhia. Apesar do atraso das chuvas neste ano, os produtores aceleraram o ritmo e, até a última sexta-feira, o plantio alcançava 55% da área estimada, ante 56% no mesmo período da safra passada. O milho primeira estava em 54%, em comparação com 42% há um ano. O plantio do arroz também estava adiantado, com 67% até o dia 6, bem superior aos 53% da safra anterior.

Outro fator que contribui para o recorde é o aumento na área plantada. Este ano, a previsão é de que sejam cultivados 67,11 milhões de hectares, 1,8% a mais que na safra passada. Isso faz com que a área plantada também seja recorde.

A produção de soja deve alcançar 134,95 milhões de toneladas, confirmando o País como o maior produtor mundial da oleaginosa. A área de cultivo está estimada em 38,2 milhões de hectares.

A safra total de milho também deverá ser a maior da história, com produção estimada em 104,89 milhões de toneladas, colhidas em 18,4 milhões de hectares (área total). A primeira safra deve atingir 26,49 milhões de t. A segunda safra, conhecida como safrinha, deve alcançar 76,76 milhões de t (mais 2,3%), enquanto a terceira safra, cultivada em Estados do Nordeste, pode registrar queda de 7,6%, para 1,64 milhão de t.

A safra de algodão em pluma deve atingir 2,7 milhões de toneladas, o que corresponde a uma queda de 8,8% ante o período anterior, com área de 1,6 milhão hectares.

A produção de arroz sequeiro somada à de arroz irrigado deverá ficar em 10,96 milhões de toneladas, queda de 2% ante o período anterior, obtidas em 1,7 milhão de hectares.

Quanto à produção de feijão, somando-se as três safras, a estimativa é de 3,1 milhões de toneladas (queda de 3,7% ante 2019/20), com área total de 2,9 milhões de hectares. A primeira safra deve alcançar 1,04 milhão de t, redução de 5,8% ante o período anterior.

Em relação ao trigo, cerca de 80% da colheita da safra 2020 já foi concluída. O volume de produção está estimado em 6,4 milhões de toneladas, com 2,3 milhões de hectares cultivados.

Exportação

Mesmo com as dificuldades causadas pela pandemia de covid-19, as exportações da pluma de algodão caminham para ser recordes. Até outubro deste ano, o total exportado foi de 1,4 milhão de toneladas, 31% a mais do que o acumulado do mesmo período no ano passado. Em relação ao milho, para o ano safra atual, foi mantida a previsão de exportações em 34,5 milhões de toneladas. Ainda em outubro, os embarques foram de 5,1 milhões de toneladas, redução de 14,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

Para a soja, a expectativa de venda para o mercado externo está em torno de 82,7 milhões de toneladas para este ano, sendo que já foram exportados no período de janeiro a outubro 81,4 milhões de toneladas. Para o próximo ano, são esperadas cerca de 85 milhões de toneladas, o que representaria aumento de 2,78%. (AE)

- Publicidade -

Matérias relacionadas

MJ leiloa 434 cabeças de gado usado para lavagem de dinheiro

Segundo o ministério, o leilão é resultado da alienação antecipada decretada pela 7ª Vara Federal da Seção Judiciária de Mato Grosso

Agricultura lança plataforma para registro de máquinas e tratores

A plataforma vai funcionar em uma fase piloto, em que somente alguns agentes autorizados, como as concessionárias de vendas de equipamentos

Abate de bovinos cai 10,8% no 3º trimestre

A produção de 2,02 milhão de toneladas de carcaças bovinas no terceiro trimestre de 2020 consistiu em uma retração de 8,0%

Estoque de produtos agrícolas totaliza 52,9 milhões

No primeiro semestre de 2020, a capacidade disponível para armazenamento no Brasil foi de 176,5 milhões de toneladas

Exportações de carne bovina caem 4% ante outubro de 2019, diz Abrafrigo

"Até outubro, as importações chinesas somaram 948.168 toneladas com receita de US$ 4 bilhões", informa a Abrafrigo

Produção de bovinos cresce 45%

Produção de carne bovina teve aumento de 45% nos últimos cinco anos 

ES Brasil Digital

Capa ES Brasil 182
Continua após publicidade

Fique por dentro

Governo busca saída legal se tiver de prorrogar pagamento do auxílio

O governo terá de incorporar mais de R$ 20 bilhões de despesas com o impacto do aumento da inflação e da prorrogação

Bruno: espaço para extensão de auxílio é muito reduzido

"A medida que está reduzindo auxílio e aterrissando no Bolsa Família, a economia vai retomando", disse o secretário do Tesouro

MJ leiloa 434 cabeças de gado usado para lavagem de dinheiro

Segundo o ministério, o leilão é resultado da alienação antecipada decretada pela 7ª Vara Federal da Seção Judiciária de Mato Grosso

País quer elevar comércio com a Índia, diz Guedes

"Nossos olhos brilham como vemos acordos como o da Ásia, que integram toda a região", afirmou o ministro da economia

Vida Capixaba

Sabores da Terra: Até amanhã!

Feira sabores da terra reúne 715 empreendedores de diversos setores do Estado e fica aberta até domingo

MAES reabre com exposição Vix Estórias Capixabas

O Museu de Arte do Espírito Santo Dionísio Del Santo (MAES) reabre as portas totalmente reformado e renovado para o público capixaba, a partir da próxima quinta-feira (03)

Artesãos capixabas participam de Feria Nacional do Artesanato em BH

Oito artesãos capixabas irão participar da 31ª Feira Nacional de Artesanato de Belo Horizonte, em Minas Gerais, entre eles o mestre do congo Domingos Teixeira e o mestre Marcos Ambrósio  

Sescoop/ES comemora 21 anos

Organização crucial para a elevação dos índices de profissionalização e de gestão das sociedades cooperativas capixabas, o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Espírito Santo (Sescoop/ES) completa, nesta quinta-feira (26), 21 anos de história e realizações.
Continua após publicidade