Compra de seminovos: cuidado para não cair em golpes

Não se pode ter pressa na hora de avaliar as condições de carros seminovos sob a pena de se fazer um mau negócio
(Foto - Shutterstock)

É necessário ter um cuidado elevado na hora da aquisição de um veículo usado

Na hora de comprar carros seminovos são muitos os truques que podem prejudicar as finanças do consumidor. Por isso, é importante saber quais são os golpes geralmente aplicados para se prevenir contra possíveis prejuízos na hora em que for escolher um modelo.

As histórias de consumidores que foram trapaceados nesse tipo de negócio são muitas. “Na maioria das vezes, o consumidor tem pressa em adquirir o carro desejado, bem como inexperiência na negociação — que, na verdade, requer conhecimento em relação à mecânica, conservação e documentação do veículo. Isso pode levá-lo a fazer um mau negócio e perder dinheiro.” explica Maurício Feldman, sócio-fundador da Volanty, autotech que conecta compradores e vendedores de seminovos.

Para que o consumidor esteja melhor preparado para este momento da troca de carro, é importante estar atento aos detalhes. A Volanty separou algumas dicas para não cair nos golpes mais comuns do mercado.

Atenção ao odômetro adulterado

Adulterar o odômetro é um dos mais recorrentes golpes na venda de carros. Essa prática faz com que o carro pareça ser mais novo e pouco rodado, visto que a quilometragem nesse caso fica bem abaixo da real. A dica para escapar disso é verificar o estado de conservação dos outros itens do veículo, como volante, pedais, bancos e câmbio. As condições dos componentes do carro devem ser coerentes com a quilometragem apresentada no odômetro.

Verifique se o carro está mesmo no nome do vendedor

Vender um carro que não esteja no nome do atual dono é ilegal e pode causar muitos transtornos. Esse é um cenário bem comum quando o carro está em situação irregular “Em situações de roubo e também de financiamentos que não foram pagos a alteração do nome do proprietário é bastante comum. Isto torna a transferência para outra pessoa impossível de ser feita” explica Maurício.

Alguns vendedores utilizam isso como forma de praticar preços abaixo daqueles do restante do mercado. A dica para não cair nessa fraude é comprar apenas veículo que esteja no nome do vendedor, além de procurar um especialista de confiança que possa verificar os antecedentes documentais.

No caso dos veículos selecionados pela plataforma da Volanty, é realizada uma inspeção completa, inclusive nos documentos, garantindo mais segurança ao comprador e menos dor de cabeça para o vendedor.

Atenção às apreensões veiculares

Nessa modalidade, os golpistas oferecem veículos com preços abaixo do mercado. Tratam-se de carros que foram apreendidos por autoridades ou que irão a leilão por motivo de falência, dívidas, multas, entre outros. É possível evitar a compra destes automóveis verificando todos os antecedentes documentais do seminovo escolhido.

Reparos na lataria

Alguns veículos, devido ao tempo de uso e falta de cuidados, podem apresentar problemas sérios na lataria, isso é algo que desvaloriza o automóvel. Para vender o automóvel a um bom preço, os proprietários podem agir de má fé e fazer reparos para disfarçar os problemas e vendê-los rapidamente. Para evitar essa situação, avalie com cuidado o veículo, de preferência à luz do dia, quando é possível determinar com facilidade o aspecto geral da lataria. Se possível, leve, na visita, um mecânico de confiança.

Limpeza do motor

Limpeza é bom, mas acima do normal, inclusive na parte inferior do veículo, é um motivo de desconfiança. Isso porque, essas partes do carro normalmente acumulam sujeira. O veículo pode ter sido limpo para encobrir possíveis vazamentos. Fique atento!

Leia também
Conteúdo Publicitário