21.5 C
Vitória
domingo, 12 julho, 2020

Ainda é possível lucrar com apps de transporte

Leia Também

Dicas de suplementos para quem busca imunidade, saúde mental e beleza corporal

Nem sempre conseguimos tudo isso sem uma orientação médica e só com a alimentação do dia a dia. Fique atento às dicas de especialistas!

Como usar e higienizar as máscaras caseiras? Atente-se às dicas!

A Secretaria Municipal de Saúde de Cachoeiro de Itapemirim desenvolveu um protocolo de uso e higienização das máscaras para quem os usa diariamente.

Musical “Tropicalinha” agita Diversão em Cena ArcelorMittal

A live contará a história que se passa no fictício Reino de Pindorama, governado por uma rainha autoritária e que proibia a música.

Tecnologia faz produção de café conilon “pocar” no Norte do ES

Quem apostou em sistemas de irrigação modernos, aliados ao manejo correto integrado, já começa a colher os primeiros frutos de uma tecnologia que veio para ficar.

Após a febre inicial, fica a pergunta: Uber e similares ainda são uma boa fonte de renda?

A crise econômica que prejudicou o Brasil e os milhões de desempregados que surgiram a partir dela são alguns dos principais motivos para tanta gente decidir começar a trabalhar com os aplicativos de transporte privado nos últimos anos.

Além de ter poucos requisitos e exigências, a possibilidade de não ter uma jornada de trabalho pré-determinada e conseguir estabelecer os próprios horários têm sido muito atrativas para milhares de motoristas. Mas como trabalhar de Uber? Será que trabalhar de Uber vale a pena? E os outros apps, como funcionam?

A primeira coisa a se ter em mente é que não se trata de “dinheiro fácil”. “Trabalhar com o Uber ou apps similares vai exigir muito controle, disciplina e planejamento, pois as margens de lucro são apertadas e os resultados só serão conseguidos com muito trabalho”, explica José Vignoli, educador financeiro do SPC Brasil. É possível ainda trabalhar com vários aplicativos ao mesmo tempo, pois isso reduz as chances de ficar com o carro parado – e, consequentemente, aumenta seu faturamento.

A economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, alerta para outros aspectos que precisam ser levados em consideração. “A empresa paga uma quantia fixa por corrida, mais um adicional que varia de acordo com o tempo e distância. A pessoa que tiver interessada em começar a trabalhar como Uber pode começar a pesquisar junto aos próprios motoristas quando for utilizar o serviço, perguntando sobre a rotina e os ganhos”, diz.

Economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti (Fotografia – Divulgação)

“Em relação aos custos, mesmo que a empresa ofereça alguns descontos no aluguel e compra de automóveis e combustíveis, quem decidir trabalhar como Uber terá que arcar com os custos totais sozinho: impostos, manutenção e depreciação do veículo para quem vai utilizar o próprio carro, além do combustível e plano de operadora para celular”, completa.

No começo, a sensação de lucro a partir do volume de corridas pode acabar enganando os motoristas. Mas após dois meses de trabalho, é preciso fazer as contas e colocar no papel, para ver se está compensando ou não – tanto no Uber quanto em qualquer outro app de transporte privado:

– Número de corridas e faturamento médio por corrida;
– Desconto da porcentagem da plataforma;
– Tanques de combustível;
– Impostos;
– Revisão do carro;
– Lavagens;
– Depreciação.

Onde trabalhar como motorista privado?

Uber

A Uber é o mais famoso aplicativo de transporte privado existente hoje no mercado. É a plataforma que reúne mais usuários e também o maior número de motoristas parceiros. Através do app, o usuário informa onde está e para onde deseja ir e em poucos minutos o motorista credenciado mais próximo do local de origem chega para iniciar a viagem.

No Brasil, até o primeiro semestre de 2018, a Uber cobrava do motorista uma taxa fixa de R$ 0,75 e mais 25% do valor total da corrida. Atualmente, a taxa fixa foi mantida e a porcentagem passou a ser variável de acordo com a distância, o trânsito e o tempo de duração de cada corrida. Quanto maior a distância, menor a taxa.

Por isso, quem faz muitas corridas curtas em um curto período de tempo, pode acabar pagando mais do que os 25% anteriores. É preciso ficar atento!

99

A 99 também segue a mesma lógica dos demais aplicativos do segmento, mas além dos carros populares também inclui táxis em suas opções de veículos. As taxas cobradas do motorista variam de 12,99% a 19,99%, de acordo com a região.

Renda extra de moto e até de bike

Apesar de os motoristas de carros terem mais possibilidades de negócios no setor de transporte privado, existem algumas plataformas que também aceitam motociclistas e até ciclistas. Os dois aplicativos abaixo também podem ser boas alternativas para quem busca uma oportunidade de trabalho ou um meio de complementar a renda.

Uber Eats

O Uber Eats é semelhante à versão original da Uber, mas em vez de levar pessoas, leva comida!

O usuário do aplicativo escolhe o que deseja pedir entre as várias opções de restaurantes e já paga online pelo pedido e taxa de entrega. Quando o pedido estiver pronto, um parceiro da Uber Eats irá fazer a entrega de carro, moto e até bicicleta, dependendo da cidade.

“Como a moto é mais econômica no uso de combustível do que o automóvel, é preciso ter um ganho menor para cobrir os custos básicos – apesar disso, o valor pago pela corrida também é menor. Caso a pessoa utilize a bicicleta então, o custo é apenas o de depreciação dela que, de uma forma geral, já tem um valor total bem inferior ao dos outros meios de locomoção”, orienta Marcela.

*Com informações do site Meu Bolso Feliz

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Tecnologia faz produção de café conilon “pocar” no Norte do ES

Quem apostou em sistemas de irrigação modernos, aliados ao manejo correto integrado, já começa a colher os primeiros frutos de uma tecnologia que veio para ficar.

Feirão Limpa Nome: seis passos antes de renegociar!

Mas antes de ir para a etapa de negociações é importante que o consumidor conheça seus números e faça uma faxina financeira.

CNI: confiança dos empresários da indústria melhora pelo 3ª mês seguido em julho

As expectativas com relação aos próximos seis meses já são otimistas", destacou a CNI, no documento. Confira! Por Eduardo Rodrigues (AE) Após bater no fundo do...

ArcelorMittal Tubarão religará o segundo alto-forno neste mês

O equipamento, com capacidade para produção de 1,2 milhão de toneladas de ferro gusa/ano, estava paralisado desde o ano passado, quando passou por uma ampla reforma de manutenção.

Vida Capixaba

Mães à beira de um ataque de nervos

Não há descanso para as mamães, em casa, durante a pandemia Por Letícia Vieira Patrícia achou estranho o silêncio repentino, fazia meses que aquilo não acontecia:...

Escolas de Vila Velha são notificadas por não dar descontos nas mensalidades

As instituições privadas de ensino que não estão aplicando o desconto previsto na Lei Estadual nº 11.144/2020, válida a partir do dia 19 de junho.

Tempo instável neste fim de semana no ES. Confira a previsão!

Uma frente fria se afasta lentamente em direção ao norte do Espírito Santo, mas o tempo permanece com muitas nuvens e poucas aberturas de sol na maior parte do Estado.

Famílias têm papel fundamental na relação da criança com mundo digital

Rotinas offline ajudam a criança a desenvolver autorregulação. Saiba mais! Durante a pandemia de covid-19, os dispositivos eletrônicos com acesso à internet se tornaram...
Continua após publicidade