25 C
Vitória
sexta-feira, 28 fevereiro, 2020

Comissão da BR 101 tenta impedir aumento do pedágio

Leia Também

PRF registra diminuição de mortes na Operação Carnaval 2020

Segundo a PRF, o número de mortes foi reduzido, mas o número de ultrapassagens indevidas continua preocupante. O aumento foi de 121,53% no número...

Coronavírus: instituições adotam procedimentos para evitá-lo

Hotéis e agências de viagens estão adotando medidas para evitar o contágio do novo coronavírus utilizando os protocolos emitidos pelas organizações de saúde Evitar contato...

Comprovantes do IR devem ser enviados até hoje (28)

Informes são necessários para preencher declaração do IR As empresas e as instituições financeiras têm até sexta-feira (28) para enviar aos contribuintes os comprovantes de...

Covid-19: quais cuidados tomar?

Os cuidados devem ser os mesmos que com os outros tipos de vírus que causam doenças respiratórias A orientação é: mantenha sua higiene pessoal em...

Os deputados protocolaram representação no TCU para evitar o aumento de 15,31%

Insatisfeitos com o aumento do pedágio da ECO101, os deputados membros da Comissão de Fiscalização da BR 101 na Câmara Federal reuniram-se com o ministro Augusto Nardes para protocolarem representação no Tribunal de Contas da União (TCU), a fim de pedir a suspensão parcial do aumento de 15,31% concedido à Eco101 pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) até que o Tribunal analise os argumentos da Agência que justificaram o aumento da tarifa.

O aumento do pedágio foi publicado no Diário Oficial da União dessa terça-feira (16). Já o site da ANTT não demonstrou as Notas Técnicas que embasaram a modificação tarifária. Para o deputado Givaldo Vieira, “o povo brasileiro está sendo lesado”. O deputado Sérgio Vidigal afirmou que “o aumento pegou a todos de surpresa”.

A ANTT informou que 4,57% são referentes ao IPCA, 5,65% à Lei dos Caminhoneiros, mais ajuste de tráfego e outros 4,27% devem-se ao reequilíbrio contratual, mas estes argumentos não foram suficientes para os membros da Comissão, que após a audiência pública desta terça-feira que debateu a tarifa, foram ao TCU reivindicar que apenas o reajuste referente ao IPCA seja mantido até que os dados sejam analisados.

O deputado Marcus Vicente, coordenador da comissão, disse que “A defesa é pelos interesses dos usuários, mas com a realização das obras de duplicação. Não podemos aceitar aumentos sucessivos a cada ano, já no quarto ano de concessão, sem que tenha havido qualquer obra obrigatória”.

Em 2016, a Comissão da BR 101 denunciou ao TCU os pontos sensíveis da Concessão e o órgão, após acórdão, abriu processo de avaliação do contrato e dos reajustes sucessivos. Os técnicos do órgão têm até junho de 2017 para finalizar as avaliações. Até 2017, os reajustes acumulados chegam aos 60,5%.

A Comissão, composta pelos deputados Marcus Vicente (coordenador), Helder Salomão, Dr. Jorge Silva, Lelo Coimbra, Norma Ayub, Givaldo Vieira, Evair de Melo, Paulo Foletto e Sérgio Vidigal, avalia ainda preparar Decreto Legislativo e trabalhar pela sua aprovação na Câmara dos Deputados a fim de suspender o aumento, considerado excessivo em tempos de inflação de 4,5%.

SEGUE A NOTA DA COMISSÃO DE FISCALIZAÇÃO DA BR 101 

A Comissão de Fiscalização da BR 101 da Câmara dos Deputados recebeu com surpresa e indignação a notícia de que o aumento do pedágio concedido pela ANTT à Concessionária ECO 101, que administra a via no Espírito Santo seria de 15,13%, conforme publicado no Diário oficial da União dessa terça-feira (16).

A justificativa para o aumento, que englobaria 4,57% do IPCA, 5,65% da Lei dos Caminhoneiros, mais ajuste de tráfego e 4,27% de reequilíbrio contratual, não convenceu os membros da Comissão, tendo em vista os três outros reajustes acumulados, que ultrapassam os 60,5%, em quatro anos de concessão, e sem nenhuma obra efetiva de duplicação obrigatória ter sido concluída e, em sua maioria, sequer ter sido iniciada.

Ainda, que a publicação tenha sido feita nesta data, quando da reunião pública da Comissão com ANTT e TCU, justamente para debater a tarifa do pedágio praticada no Espírito Santo.

A Comissão de Fiscalização tem por princípios básicos o trabalho para a defesa do usuário e a realização das obras contratualizadas e, portanto, tomou a decisão com a unanimidade de seus membros de ingressar com representação no TCU nesta data, a fim de suspender todos os percentuais de aumento concedidos em 2017, exceto o do IPCA, até que o Tribunal proceda a análise dos valores praticados e, da mesma forma, preparar Decreto Legislativo e trabalhar pela sua aprovação na Câmara dos Deputados a fim de suspender o aumento, considerado excessivo em tempos de inflação de 4,5%.

A Comissão de Fiscalização da BR 101 em Brasília reitera o seu compromisso público de buscar as melhores condições para que os cidadãos que residem, trabalham e utilizam a BR 101 no Estado do Espírito Santo tenham os benefícios da duplicação e melhoria da via, pagando um preço justo pela sua utilização.

 

Publicidade

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Comprovantes do IR devem ser enviados até hoje (28)

Informes são necessários para preencher declaração do IR As empresas e as instituições financeiras têm até sexta-feira (28) para enviar aos contribuintes os comprovantes de...

Cooperativa investe em projetos voltados à comunidade

Ao todo, o Sicoob investiu quase R$ 2 milhões em projetos, entre eles o Arte de Somar, que visa a conscientização sobre a administração...

Dólar aproxima-se de R$ 4,45, e bolsa cai 7% com coronavírus

Receio de impacto da doença sobre economia abalou mercados Os receios quanto ao impacto do novo coronavírus sobre a economia mundial afetaram fortemente o mercado...

Como proteger os dispositivos e garantir uma navegação segura

No dia em que se comemora o Dia da Internet Segura, especialista em tecnologia dá dicas para evitar violações na rede ao utilizar o...

Vida Capixaba

PRF registra diminuição de mortes na Operação Carnaval 2020

Segundo a PRF, o número de mortes foi reduzido, mas o número de ultrapassagens indevidas continua preocupante. O aumento foi de 121,53% no número...

Dramas cotidianos apresentados no Sônia Cabral

Mais do que entretenimento, peça “Porque eu” busca levar reflexão acerca de situações vivenciadas por um grupo de pessoas discriminadas pela sociedade. Apresentação será no...

1ª etapa Campeonato Capixaba Triathlon SPRINT 2020

Prova vai acontecer no dia 08 de março, na Praia de Camburi No próximo dia 08 de março, a Praia de Camburi será invadida por...

Grupo Tá na Mente lança DVD em Vitória

O grupo conhecido pelas músicas “Fica” e “Vida que Segue” lança seu DVD com participação da Mc Mirella O grupo carioca Tá na mente vem...
Continua após publicidade