21.6 C
Vitória
sexta-feira, 24 setembro, 2021

Cinema: Filmes capixabas participam de Mostra Nacional

Segunda Mostra de Cinema dos Quilombos, que teve inicio na última quarta-feira (14) e segue até 24 de julho

As produções audiovisuais capixabas “Senhoras do Dendê”, de Auzerina Baptista e Jefferson Gonçalves Correia, e “A Viagem de Seu Arlindo”, de Sheila Altoé, foram selecionadas para serem exibidas durante a segunda Mostra de Cinema dos Quilombos, que teve inicio na última quarta-feira (14) e segue até 24 de julho, e podem ser conferidas por meio do site . Além da exibição on-line de filmes, haverá debates com realizadores transmitidos ao vivo. Para assistir aos filmes, basta acessar o site ou a plataforma Todes Play.

Contemplado pelo Edital 002/2017, de Diversidade Cultural Capixaba, “Senhoras do dendê” (2019), de Auzerina Baptista e Jefferson Gonçalves Correia, traz narrativas das mulheres de Sapê do Norte, em torno do dendê e dos dendezeiros, árvores quilombolas sagradas, que estão sendo extintas com a acusação de serem “plantas exógenas” ao bioma brasileiro. No dia 20 de julho, terça-feira, uma das participantes do filme, Dona Gessi, participará de um debate, às 19 horas, sobre a produção do documentário.

“Se o dendê é invasor, nós somos o quê nesse Brasil?”. É o que pergunta Dona Gessi, lembrando das sementes trazidas pelos africanos escravizados que reconstruíram no Brasil “um pedaço da África”.

Espaço de representação

A segunda Mostra de Cinema dos Quilombos, projeto idealizado pelo cineasta mineiro Cardes Monção Amâncio, coordenador do Cinecipó, foi elaborada durante a realização do documentário “Rota do Sal Kalunga”, filme que fala sobre o quilombo dos Kalungas.

Na ocasião, o diretor percebeu o quanto seria importante um espaço que ampliasse a visibilidade de filmes produzidos nos quilombos, realizados por quilombolas ou em parceria com pessoas de fora das comunidades. Nasceu dessa premissa o projeto Cinema dos Quilombos, cujas mostras são resultado de um levantamento realizado por meio do site www.cinemadosquilombos.com.br, e que traz um panorama amplo da produção audiovisual dos quilombos, contando com curtas, documentários, séries e outras obras ficcionais. Mais do que organizar uma mostra, o projeto realiza oficinas audiovisuais em comunidades quilombolas, além de manter aberto um chamamento para filmes produzidos por quilombolas e cineastas, cujos trabalhos dialoguem com o tema.

 Filmes capixabas
Foto: Divulgação

A primeira mostra foi em agosto de 2020, já em formato on-line, devido à pandemia, e apresentou uma programação com sete curtas, incluindo um filme dirigido por Danilo Candombe, um dos primeiros quilombolas a dirigir uma ficção, além de filmes resultantes de oficinas. A segunda edição segue o mesmo formato, com uma programação mais robusta que contará com 13 curtas. A curadoria é assinada pelas pesquisadoras Alessandra Brito e Maya Quilolo, que também atuaram na primeira edição da mostra. O processo curatorial foi compartilhado com os moradores do Quilombo dos Marques: Edson Quilombola, Rosinere Souza, Claudiene Souza, Maria Eunice, Wiliam Souza Franco e Dione Marques.

Confira abaixo os filmes selecionados. Saiba mais sobre a curadoria, as sessões e os debates aqui.

  • 1 – Quilombo Mata Cavalo
  • 2 – O Mundo Preto tem Mais Vida
  • 3 – Cumbe – memórias, quilombola
  • 4 – Cofo do Rampa
  • 5 – Jacá do Quilombo
  • 6 – A Viagem de Seu Arlindo
  • 7 – O Retorno de Luzia
  • 8 – Mulher Guerreira
  • 9- Pra se contar uma história
  • 10 – Senhoras do Dendê
  • 11- Candombe do açude: o passado contado pelo canto. Ep. 1: Pandemia – Isolamento ou Respiro?
  • 12 – Tambor na Mata
  • 13 – Lealdade
- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade