23.1 C
Vitória
quinta-feira, 24 setembro, 2020

Cine.Ema divulga filmes selecionados para mostra competitiva

Leia Também

Justiça suspende retorno de médicos peritos a atendimento presencial no INSS

A entidade resiste a retomar os trabalhos presenciais sob a alegação de falta de condições sanitárias contra a covid-19, o que o governo nega

Idaf alerta sobre pacotes de sementes enviados sem solicitação

Caso algum envelope ou pacote contendo sementes ou material vegetal chegue a sua casa, a orientação é que você não abra. 

Agentes de Trânsito de Cariacica começam a utilizar talonário eletrônico

Novidade no sistema de fiscalização de trânsito em Cariacica. O Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) realizou, nesta terça-feira (22), o treinamento dos agentes municipais de trânsito do município para utilização do aplicativo de talonário eletrônico nas fiscalizações de trânsito.

Oito curtas-metragens concorrem ao troféu “Sino de Ouro” no evento que será realizado em Burarama, em Cachoeiro de Itapemirim

O Festival de Cinema Ambiental e Sustentável do Espírito Santo (Cine.Ema) acaba de divulgar o resultado dos filmes selecionados para a mostra competitiva que vai acontecer no distrito de Burarama, em Cachoeiro de Itapemirim, entre 05 e 09 de junho. Oito curtas com a temática ambiental concorrem ao troféu “Sino de Ouro”, honraria dada para as melhores produções audiovisuais nas categorias animação, documentário e ficção.

Minas Gerais foi o Estado com maior número de filmes selecionados, três no total: “Pedro e o Velho Chico”, de Renato Gaia, “Tembîara”, de Jackson Abacatu, e “A garota que reciclava sonhos”, de Patrick Moysés. Também concorrem os curtas “A Horta”, de Carla Leoni e Richard Dantas, “Desbrava”, de Gustavo Girotto, “Latossolo”, de Michel Santos, “Nanã”, de Rafael Amorim e “Cisternas nas escolas”, de Tiago Vieira dos Santos.

Cena de Desbrava / Foto: Divulgação

O Cine.Ema 2018 recebeu um conjunto de cerca de 100 filmes, entre os da mostra competitiva e os da não-competitiva para uma reflexão cultural e de educação ambiental a partir do tema “Cadê a árvore que tava aqui?”, que foram julgados pelos curadores Ilka Westermeyer, Leonardo Merçon e Roberta Fassarela.

Além da seleção para a Competitiva, os curadores embarcaram na missão de escolher obras sobre meio ambiente para o público infantil, que compõem a mostra inédita Cine.Eminha. A curadora Roberta Fassarela destaca que pode parecer fácil demonstrar uma alusão da participação de crianças e jovens em ações de pro atividade pela questão ambiental, pura e simplesmente mas não é.

“Nosso desafio é de nos lançarmos numa aventura de intersubjetividades e abordar a relação de crianças com a natureza; a questão ecológica da sociedade, porém relacionando-a a perspectiva infanto-juvenil; reconhecer o protagonismo infanto-juvenil nas discussões ambientais, resgatar nossa criança criativa frente a nosso adulto que adultera; e muito mais”, declarou Roberta.

Segundo ela, refletir sobre o roteiro, produção, imagens, sons e edição completa o exercício de diálogo com esses saberes-e- fazeres, que, em resumo, almejam um mundo melhor em que nos incluímos como pessoas melhores. “Nossas escolhas para a mostra são simplesmente um pequeno-grande recorte de nosso prazer por compartilhar essa aventura! Tem animação, documentário, ficção e mais expressões de nossas esperanças coletivas de seguirmos juntos. E vamos!”, enfatizou.

O festival tem como proposta reconhecer a produção audiovisual destinada ao relacionamento com o meio ambiente nas mais diversas formas narrativas e introspectivas, trazendo à tona a importância da preservação de forma criativa, dinâmica e interativa, proporcionando um verdadeiro encontro entre a cultura e os aspectos naturais que circundam o distrito e a diversidade do Brasil.

Inspirado na Pedra da Ema, ícone natural e paisagístico de Burarama, o “Cine.Ema” é realizado desde 2015 e conta com uma vasta programação, com atividades paralelas de educação ambiental que relacionem a ruralidade do distrito de Burarama, que é considerada a principal rota agroturística de Cachoeiro de Itapemirim, ao sul do estado.

Os curtas serão exibidos ao público nos dias 08 e 09 de junho, na Praça José Gava, com entrada gratuita. O vencedores serão conhecidos no encerramento do evento.

Mostra Cine.Eminha

A grande novidade desta edição do evento é o Cine.Eminha, uma mostra de cinema ambiental infantil. Os filmes também passaram pela avaliação dos curadores e os selecionados são: “Os Segredos do Rio Grande”, de Analúcia Godoi e os alunos do Projeto Animação (ES/MG, animação, 5min), “Bolona de Pelo”, de Almir Correia, (PR, animação, 11min), “As aventuras da Marigota – Quem conta um conto, aumenta um ponto”, de Daniel Barosa e Nikolas Maciel (SP, animação, 5min), e “O menino leão e a menina coruja”, de Renan Montenegro (DF, ficção, 16min).

Sobre os curtas

Desbrava, de Gustavo Girotto (SP), doc, 8min
Após muito tempo sem acampar, dois amigos partem em busca da cachoeira do Itiquira, uma das maiores do Brasil. No caminho, se aventuram refazendo uma trilha que marcou sua infância no cerrado brasileiro.

A Horta, de Carla Leoni e Richard Dantas (SP), fic, 12min
Em um mundo distópico, Camila precisa escolher entre viver em sua zona de conforto ou romper as amarras e entrar numa desconhecida, porém fascinante realidade. Curta-Metragem vencedor do edital 21 Cultura Inglesa Festival.

Pedro e o Velho Chico / Foto: Divulgação

Pedro e o Velho Chico, de Renato Gaia (MG), ani, 18min
Curta metragem de animação inspirado no livro infantil “Pedro e o Velho Chico” conta a história do garoto Pedro e do catador de material reciclável “Seu Chico“. Ao emprestar seu diário ao garoto o “Velho Chico” o convida para uma viagem mágica pelo rio São Francisco. Apresenta um universo lúdico de leveza, magia e encantamento para as crianças, o curta traz reflexões importantes para as futuras gerações acerca dos problemas que envolvem o Rio São Francisco. O curta foi premiado com o troféu canoa de Tolda como melhor filme por juri popular durante o Circuito Penedo de Cinema 2018.

Latossolo, de Michel Santos (BA) híbrido, 18min
O filme aborda de forma sensorial as relações humanas e a exploração da agricultura na região oeste da Bahia. Suas consequências sociais e ambientais no crescimento da cidade de Luís Eduardo Magalhães, utilizando da montagem e da construção imagética e sonora como narrativa.

Nanã, de Rafael Amorim (PE), fic, 25min
Em um complexo portuário e industrial, a população enfrenta o processo de gentrificação do território. A resistência é a terra. “Uns escutam raízes, outros sussurram, a Terra se abre em gretas, grita. Nanã reimagina o cotidiano no território em trânsito de Suape em Pernambuco, conectado as forças sutis e violentas que o atravessam. Articulando a denúncia de ações mundanas com o anúncio de um mundo por vir. O filme de imagens-sons-re-encanta o mundo ao recriá-lo.”

Tembîara, de Jackson Abacatu (MG), ani, 10min
Narrado na língua tupi, “Tembîara” traz a história de três caçadores, uma caça e um observador, em um lugar onde a ação pode se tornar inútil ante seu objetivo. Inspirado no poema de mesmo nome, que significa “a presa”.

Cisternas nas escolas, de Tiago Vieira dos Santos (GO/BA), doc, 18min
É a história da implantação de um projeto em escolas sertanejas, que aliou novas oportunidades para o desenvolvimento da criança, através de cisternas e hortas comunitárias.

A garota que reciclava sonhos, de Patrick Moysés (MG) fic, 25min
Rosa é uma garota que foge de casa e vai morar na rua. Seu único modo de sobrevivência é a reciclagem do lixo que encontra nas lixeiras de sua cidade. Porém seu destino muda quando encontra antigos colegas de sala de aula.

4ª edição do Cine.Ema – Festival de Cinema Ambiental e Sustentável do Espírito Santo
Oficinas, mostras de cinema, shows e teatro
Data: 05 a 09 de junho
Local: Praça José Gava, Burarama – Cachoeiro de Itapemirim/ES
Entrada gratuita

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Terminam hoje inscrições para II Encontro Capixaba de Pesquisa em Educação Ambiental

Voltado para estudantes, pesquisadores, professores e demais educadores ambientais, o encontro será realizado de quarta-feira (23) a sexta-feira (25) de forma virtual devido às medidas de prevenção ao novo Coronavírus (Covid-19).

“A Pequena Sereia” leva fantasia ao Diversão em Cena ArcelorMittal

Inspirada nos musicais da Broadway e dirigida por Fernando Bustamante, a peça “A Pequena Sereia” retorna ao Diversão em Cena ArcelorMittal online. A transmissão será...

Curso herdeiro ou sucessor?

Como os membros da próxima geração são desenvolvidos na empresa da sua família? Quando falamos em sucessão familiar, é preciso considerar três fatores fundamentais,...

Circuito Cultural homenageia as crianças em outubro

A 12ª edição do evento, que acontece em formato virtual, já atingiu público de mais de 8 mil pessoas Outubro é o mês das crianças...

Qualificar ES abre mais 36 mil vagas em cursos on-line gratuitos no Estado

As vagas serão divididas em dois editais de seleção, ou seja, em duas etapas de inscrição e serão disponibilizadas pela Secretaria da Ciência, Tecnologia,...

O Rei Leão é a próxima atração no Diversão em Cena ArcelorMittal online

Clássica história conhecida das crianças, “O Rei Leão” será encenado ao vivo no Diversão em Cena ArcelorMittal online. A live será no dia 20 de...

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

‘Vamos fazer programa de substituição tributária’, diz Guedes

Ricardo Barros (PP-PR), afirmou ainda que não haverá aumento de carga tributária na proposta de reforma que o governo construirá

Conab avalia que Brasil terá segunda maior safra de café em 2020

O 3º Levantamento da Safra 2020 de Café, divulgado hoje (22), em Brasília, pela Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), foi estimado em 61,6 milhões...

Valor Bruto da Produção Agropecuária deve ser recorde de R$ 823 bi, diz CNA

Outros fatores que podem influenciar o indicador do setor são o aumento de 4,3% na produção, a alta de 18,7% nos preços

OCDE melhora perspectiva para economia mundial e para o Brasil em 2020

A economia global parece estar se recuperando do baque provocado pelo novo coronavírus mais rápido do que se imaginava há apenas alguns meses graças...

Vida Capixaba

Terminam hoje inscrições para II Encontro Capixaba de Pesquisa em Educação Ambiental

Voltado para estudantes, pesquisadores, professores e demais educadores ambientais, o encontro será realizado de quarta-feira (23) a sexta-feira (25) de forma virtual devido às medidas de prevenção ao novo Coronavírus (Covid-19).

Conselho Tutelar: Vereador apresenta denúncia ao ministério público

A capital do Espírito Santo registrou em 2019 nada menos que 244 casos de abuso sexual infantil cometidos contra crianças e adolescentes de até 19 anos de idade. Um aumento de 32% em relação ao registrado no ano anterior pela Secretaria Municipal de Saúde (175 casos).

ArcelorMittal Tubarão vai religar o seu Alto-Forno 3

A ArcelorMittal Tubarão informa que fará o religamento do seu terceiro alto-forno, parado desde abril deste ano por conta do cenário econômico desfavorável. O religamento...

“A Pequena Sereia” leva fantasia ao Diversão em Cena ArcelorMittal

Inspirada nos musicais da Broadway e dirigida por Fernando Bustamante, a peça “A Pequena Sereia” retorna ao Diversão em Cena ArcelorMittal online. A transmissão será...
Continua após publicidade