22.9 C
Vitória
domingo, 17 outubro, 2021

Cidades em risco alto retomam aulas presenciais nesta segunda (21)

Municípios do Espírito Santo que estão classificados em risco alto para contágio da covid-19 podem retomar aulas de forma presenciais a partir desta segunda-feira (21).

Por Munik Vieira

O anúncio foi feito pelo governador Renato Casagrande, no início deste mês. A medida vale para todos os níveis de ensino.

Para isso, as escolas devem seguir as regras já estipuladas de distanciamento social, com o máximo de 50% da capacidade de alunos por sala.

Segundo Casagrande, o governo estadual levou em consideração a queda nos índices de casos e mortes em todo o Estado por covid-19 e a cobertura vacinal dos profissionais da Educação.

No entanto, a decisão gerou discordâncias entre instituições e profissionais.

O Sindicato das Empresas Particulares de Ensino do Espírito Santo (Sinepe-ES) comemorou o anúncio.

“Recebemos com muita alegria essa informação. As instituições particulares de ensino do Espírito Santo já estão preparadas para o retorno presencial, com responsabilidade, cuidado e com a qualidade de sempre. Tomando todas as medidas para garantir a segurança, a tranquilidade e, sobretudo, evitar riscos à saúde de todos”, disse nota enviada pelo sindicato.

Por outro lado, profissionais da educação discordam da decisão. Os sindicatos dos Professores do Estado do Espírito Santo (Sinpro-ES) e dos Trabalhadores em Educação Pública do Espírito Santo (Sindiupes) são contra as medidas e defendem volta às aulas presenciais apenas após todos os professores receberem a segunda dose da vacina contra a covid-19.

“Estamos acompanhando toda essa situação. Nosso trabalho é específico, dentro da sala de aula. Lamentavelmente, muitas escolas não conseguem cumprir os protocolos de segurança, como ventilação e circulação de ar, e isso deixa nossos profissionais vulneráveis. Nós defendemos o retorno das aulas apenas após a aplicação da segunda dose da vacina. A imunização só é eficaz com as duas doses”, destacou o diretor de comunicação do Sindiupes, Paulo Loureiro.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade