Cachoeiro de Itapemirim adota estratégias para se reerguer

As chuvas afetaram os municípios capixabas, principalmente o sul do Estado. - Foto: Divulgação

Campanha de vacinação, isenção de taxa de água. Essas ações estão sendo realizadas para reestruturar os municípios que sofreram com as fortes chuvas nas últimas semanas

Os municípios estão se reestruturando aos poucos, após as fortes chuvas que atingiram o Estado nas últimas semanas. Medidas preventivas, como campanha de vacinação, estão sendo adotadas em Cachoeiro de Itapemirim, que sofreu com uma das piores enchentes de sua história.

Comunidades cachoeirenses atingidas pela enchente do último fim de semana receberão ação especial de vacinação contra hepatite A, doença transmitida por meio de água e alimentos contaminados. A Secretaria Municipal de Saúde inicia o atendimento por Pacotuba, nesta sexta-feira (31), até às 16 horas, na unidade básica de saúde do distrito.

A secretária municipal de Saúde, Luciara Botelho, afirmou que é muito importante que os munícipes atingidos pelas inundações compareçam à vacinação. “É uma ação de prevenção, e precisamos tomar todos os cuidados necessários para superar essa situação tão difícil”, disse.

vacina
A vacina contra hepatite A e outras doenças estão sendo administradas. – Foto: Marcia Leal

Na próxima semana, os moradores dos distritos de Coutinho e Conduru e das localidades de Monte Verde e Cachoeira Alta, no distrito de São Vicente, também serão atendidos.

Conta de água

Além da saúde, a Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim enviou à Câmara Municipal, nesta quinta-feira (30), um projeto de lei para garantir redução no valor da conta de água de vítimas da enchente do último fim de semana.

A proposta do Projeto de Lei é verificar o aumento do consumo das ligações de água a serem beneficiadas, baseadas na análise da média dos últimos seis meses de cada ligação e será feita pela consulta ao sistema da concessionária dos serviços de água e esgoto.

Desta forma, o município pretende subsidiar o valor correspondente ao consumo de 10 metros cúbicos. A referência seria o consumo do mês de janeiro e o desconto, aplicado diretamente nas faturas do ciclo de março deste ano.

De acordo com o prefeito do município, Victor Coelho, está é uma das alternativas viáveis para ajudaras vítimas da inundação a se reerguerem. “Precisamos unir forças para que nossa cidade se recupere o mais rápido possível dessa grande tragédia”, ressaltou.

limpeza_residencia
Um projeto de lei para garantir redução no valor da conta de água de vítimas da enchente do último fim de semana em Cachoeiro de Itapemirim. – Foto: Reprodução
Leia Também: